Flávio Gomes

9 de março de 2017

Reforma da Previdência

José Aníbal, presidente nacional do Instituto Teotonio Vilela, ao defender a reforma da Previdência: “Nossa profunda divisão, interpretada por Gilberto Freyre em ‘Casa Grande e Senzala’ e ‘Sobrados e Mocambos’, nasceu de nosso passado colonial e se perpetua. Edmar Bacha cunhou a expressão Belíndia – Bélgica e Índia – para denotar a dualidade que caracteriza a nossa distribuição de renda e de riqueza. E é notável como essa fratura que separa o Brasil é mais gritante exatamente no sistema que, em tese, deveria corrigir a desigualdade e proteger os mais pobres: a previdência. Nossa previdência é uma manifestação a mais da ‘Casa Grande e Senzala’, uma reiteração da Belíndia. O déficit da previdência na União pode ser dividido em duas partes praticamente iguais: o déficit do INSS, que atende 30 milhões de aposentados e pensionistas; e o déficit da previdência de servidores públicos, que beneficia menos de 1 milhão de segurados. Ora, essa simples estatística demonstra que o nosso sistema previdenciário promove imensa e contínua transferência de renda dos mais pobres para os mais ricos, e, mais especificamente, dos pobres da iniciativa privada e da informalidade para a burocracia estatal…”

Empenho

O senador Benedito de Lira (PP) esteve ontem no Banco Central. Foi tentar destravar uma operação de crédito internacional para tirar o setor sucroalcooleiro de Alagoas da pior crise da sua história. “O que está ruim pode piorar, se não sair a operação. Temos de resolver a situação de dezenas de milhares de famílias”, argumenta.

Campanha

Fizeram do jogo Murici x Cruzeiro, pela Copa do Brasil, uma jogada de marketing. Inicialmente marcada para o Trapichão (onde, há poucos anos, o próprio clube enfrentou o Flamengo), a partida foi transferida para o pequeno estádio de Murici. A polêmica gerada com isso deu discurso político à família Calheiros.

Bem na fita

Marx Beltrão está, realmente, se articulando para ser candidato a uma das duas vagas ao Senado, no próximo ano. Se não for pelo PMDB, pode ser por outra legenda. Hoje, ele é a maior liderança do partido depois dos Renans, pai e filho. E, como opção, o mais forte para ser vice de Renan Filho e assumir o governo em 2022.

Avaliação

O cientista político Eduardo Magalhães vê possibilidades de Michel Temer perder o cargo por conta de ação no Tribunal Superior Eleitoral. Aí, o presidente da República seria eleito de forma indireta, pelo Congresso. Nesse caso, o favorito, para Eduardo Magalhães, seria o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia.

Reeleição

O jornalista Adelmo dos Santos, assessor do deputado federal Paulão (PT), garante que ele será candidato à reeleição no próximo ano. Acredita que as possibilidades são boas, “pela política de Michel Temer em relação aos trabalhadores”. Paulão é, no momento, a maior expressão do Partido dos Trabalhadores em Alagoas.

Nova ninhada

Existem, embora sejam remotas, possibilidades de o bloco “Pinto da Madrugada” sair, em 2018, no pré-Carnaval de Maceió. Mas se isso ocorrer o bloco terá o comando dos filhos dos antigos dirigentes. Hermann Braga Lyra e Marcos Melo se recuperam bem de problemas de saúde, mas não pretendem mais participar.

Comprovação

 

Do site “Diário do Poder”: “O personagem apontado como ‘Amigo’ e ‘Amigo de EO’ nas planilhas do ‘departamento de propinas’ da Odebrecht é mesmo o ex-presidente Lula, segundo confirmou em depoimento sob acordo de delação premiada o próprio Marcelo Odebrecht, ex-presidente da empresa.”

 

 

*Renan Calheiros (PMDB) registrou, no Senado, a morte do jornalista José Aldo Ivo, ocorrida 2ª feira, em Maceió. Renan e Aldo Ivo tinham uma identificação: torcer pelo Botafogo, do Rio de Janeiro. Em Alagoas, Renan é CSA; Aldo Ivo não tinha clube.

* Foi sepultado ontem, no Parque das Flores, aos 82 anos, o desembargador aposentado Geraldo Tenório Silveira, que chegou a ser presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas no biênio 2003-2004. Foi, por muitos anos, titular do antigo Juizado de Menores.

*A Coordenação de Qualidade de Vida no Trabalho da Pró-reitoria de Gestão de Pessoas da Ufal prossegue com atividades relativas ao Dia Internacional da Mulher, no Espaço Cultural. Hoje haverá debate sobre aleitamento materno e, à noite, balé.

*O Cine Arte Pajuçara inicia hoje o IV Festival Internacional Lume de Cinema, evento que se tornou tradição e que segue até o dia 15. Nesse período serão apresentados 12 curtas e 9 longa metragens, em três mostras. O ingresso custa R$ 14,00.

*Durante esta semana o Shopping Pátio Maceió oferece uma programação diferenciada, totalmente voltada para o público feminino. As mulheres até o domingo, 12, poderão desfrutar de diversos serviços, no espaço “Planeta Mulher”, gratuitamente.

*O projeto Teatro Deodoro é o Maior Barato, edição 2017, abre hoje edital, no site da Diretoria de Teatros de Alagoas, Diteal. As inscrições serão feitas exclusivamente através de www.diteal.al.gov.br, entre os dias 13 de março e 13 de abril.

 

“País vê dissiparem-se, pouco a pouco, princípios e valores da civilização que um dia imaginou cultivar”

Ricardo Noblat

Jornalista