Blog do Dresch

7 de Março de 2017

Baby e Casagrande solteiros

                   O casal Baby do Brasil e o ex-jogador (hoje comentarista) Casagrande, anunciou o fim do relacionamento entre ambos. Ela chegou a distribuir um comunicado oficial com a imprensa, atribuindo o fim da relação à agenda cheia de ambos, e a decisão foi tomada em comum acordo. “Nossos horários e agendas são incompatíveis e não iríamos conseguir ter uma vida de casal normal e ativa, como seria o ideal para um relacionamento sadio e feliz. Esses longos períodos e que estávamos ficando sem se ver, em função das atividades profissionais, traria fatalmente, desarmonia, tristeza e desânimo. E dessa maneira o relacionamento se deterioraria facilmente” disse o comunicado.

  

Baby e Casagrande solteiros 2

                   No comunicado, a cantora e agora líder religiosa fez questão de salientar as virtudes do atual comentarista da Globo: “ O Casagrande é um homem maravilhoso e sempre irei admirá-lo por toda a sua força e determinação” disse Baby do Brasil. Ela citou que hoje a sua vida é de shows, turnês, gravações de DVD, pregações e muitas viagens, momento de novas canções e ainda estou preparando uma nova turnê e outros projetos que vem por aí. “Nosso relacionamento foi intenso, apaixonante e comovente, deixou muitas pessoas felizes e mexeu com as bases do comportamento sexual e muitos homens e mulheres” disse ela.

 

O temor da lista de Janot

                   O mundo político vive a expectativa da chegada ao Supremo Tribunal Federal de novos pedidos para abertura de inquéritos baseados agora, nas delações de 77 executivos e ex-executivos da empreiteira Odebrecht. Nos próximos dias, a Procuradoria Geral da República deve encaminhar à Justiça mais de 200 nomes citados como envolvidos em atividades ligadas à corrupção, segundo as delações da empreiteira. São 950 depoimentos dos 77 delatores, analisados desde Dezembro último. Entre os pedidos, também deve haver solicitações de novas investigações, acréscimo de detalhes a inquéritos já em andamento, e com a possibilidade até mesmo de novas denúncias. Junto com os pedidos, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, poderá pedir ainda o fim do sigilo de parte das delações, sendo que outra parte pode continuar em segredo para não colocar em risco novas investigações. O material também poderá ser separado, ficando no STF aqueles que envolverem os políticos com foro privilegiado, outra parte, caso envolva governadores, deverá ser encaminhada ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) e outros para Tribunais de Justiça se envolver prefeitos e deputados estaduais. Nem todas as declarações dos executivos e ex-executivos da Odebrecht se relacionam á Petrobrás.

 

E haja pardais

                   Outros cinco pontos de fiscalização eletrônica começaram a operar na capital alagoana no dia de ontem, segundo anunciou a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT). Segundo o órgão da Prefeitura, nos primeiros 15 dias, estes novos equipamentos funcionarão em caráter educativo, passando a efetivar a cobrança das multas a partir de então. Os novos pardais atuarão principalmente no controle da velocidade das vias onde estiverem instalados.

E haja pardais 2

                   Os novos pontos de fiscalização eletrônica com velocidade máxima de 60 km/h são: Avenida Durval de Góis Monteiro (em frente à Ultragaz e à M. Dias Branco); Avenida Menino Marcelo (próximo ao Residencial Tabuleiro); e na Avenida Governador Afrânio Lages (m frente ao acesso à Buganvília). Todos os equipamentos estarão funcionando 24h por dia para o controle do limite de velocidade estabelecido.

Um bom momento

             Dizem que os bons momentos são atemporais e acredito nisso. Por isso que ressaltar a vitória da Portela no carnaval do Rio de Janeiro não tem hora, nem dia, nem semana. Por mais que se tenha outras preferências, mas se emocionar com o rio que passou um dia em nossas vidas é sinal de vida, de agradecimento, de renovação.

 

Para jamais esquecer

             “Se um dia, meu coração for consultado, para saber se andou errado, será difícil negar. Meu coração tem mania de amor, e amor não é fácil de achar. A marca dos meus desenganos ficou, ficou, só um amor pode apagar. Porém, ah porém, há um caso diferente, que marcou num breve tempo, meu coração para sempre. Era dia de carnaval. Eu carregava uma tristeza, não pensava em outro amor. Quando alguém que não me lembro anunciou: Portela, Portela. O samba fazendo alvorada, meu coração conquistou. Ah minha Portela… quando ouvi você passar… senti meu coração palpitando, minha alegria voltar. Não posso descrever aquele azul, não era do céu, não era do mar. Foi um rio de passou em minha vida, e meu coração se deixou levar…”

 

  • O titular da coluna passou um bom tempo afastado, cuidando das coisas do coração (procedimentos cardíacos, que fique bem claro!) e agora tem um caminhão de pessoas que precisam de um abraço de agradecimento.
  • Começando com o amigo de todas as horas, Wellington Santos, pau prá toda obra e sempre carregado de generosidade e de gentileza, que levarei a vida toda sem cansar de reconhecer.
  • Também ao Flávio, presidente da nossa Cooperativa e do Sindicato, Gabriel e Ricardo, aqui da Tribuna. Ao Ênio da Secom, apoio para todas as horas, Borjão, Polyana e todos os demais amigos.
  • Aos amigos de outras frentes, sem citar nomes, mas que se sintam abraçados e reconhecidos.
  • Aos familiares, em especial minha mulher Ediana e meus filhos Arthur, Angela e Diandra, sem esquecer Guga e Sabrina, que se dedicaram mais até do que deveriam, para me proporcionar carinho e força todas as horas.
  • Espero ter coração pra conviver com o agradecimento e com o reconhecimento junto a todos, que perderam um mínimo do seu tempo para torcer pela minha recuperação.