Roberto Baia

29 de Janeiro de 2017

Olho d’Água Grande

O prefeito de Olho d’Água Grande, José Adelson (PSDB) denunciou a situação de caos encontrada na Prefeitura da cidade. O novo gestor afirma que o fato mais preocupante de todos, apesar do caos, foi descobrir que mesmo após perder as eleições e deixar o cargo, a ex-prefeita Suzy Higino ainda possuía domínio sobre as contas bancárias do município.

 

Saque ilegal

A situação foi descoberta por Zé Adelson, quando ele solicitou a senha de acesso às contas existentes no Banco do Brasil da cidade. O domínio da conta só foi liberado no último dia 24. Sabendo da dificuldade enfrentada, o prefeito, solicitou através de liminar, um levantamento, com extrato, do quantitativo financeiro das contas, tal documento teria sido lhe entregue no último dia 15, momento em que o gestor descobriu uma operação financeira ilegal, para pagamento de supostos fornecedores e funcionários, realizada pela ex-gestora, Suzy Higino, no último dia 02 de janeiro, período que a ex-prefeita não deveria realizar nenhuma movimentação financeira em nome do executivo municipal.

 

Pediu investigação

Zé Adelson afirma que as transações somaram quase 300 mil reais. Por isso, o gestor solicitou uma reunião com a procuradoria geral da república. A reunião foi marcada para a próxima semana, nela o prefeito tratará também de outras solicitações feitas junto ao Ministério Público de Contas (MPC/AL) e Ministério Público Federal em Alagoas (MPF/AL).

 

Melhoria na Educação

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) beneficiou cerca de seis mil e quinhentos alunos ao entregar mais de 160 computadores a oito escolas da rede pública estadual em Arapiraca, na Região Agreste do Estado.

 

Arapiraca, Penedo e Viçosa

As entregas fazem parte da renovação do parque tecnológico proposta pelo Governo do Estado, por meio da Seduc. Além de Arapiraca, as cidades de Viçosa e Penedo já foram beneficiadas pela iniciativa.

 

Escola web

A renovação do parque tecnológico faz parte do programa Escola Web, idealizado pelo secretário Luciano Barbosa. O projeto permite que as escolas, através da descentralização de recursos da Educação, otimizem os serviços de aquisição de internet e realizem manutenção dos laboratórios. 

 

 

Doação digital

A startup Doador Online, plataforma digital que facilita a localização de doadores de sangue compatíveis, está participando do concurso internacional InnovatorsRace50, como negócio de impacto social. Criada por quatro alagoanos, a inovação tem sido elogiada Brasil afora e precisa do apoio dos brasileiros para conquistar o prêmio. Os internautas podem votar até o dia 28 de fevereiro.

 

Premiação

Para votar no projeto é fácil, basta acessar o site do Innovators Race 50 (https://innovatorsrace50.com/leaderboard/public/govtech-and-social-enterprises.html) e escolher o Doador Online, logado na conta do Facebook ou do Google (Gmail). A competição global conta com 50 startups participantes, entretanto apenas as cinco mais votadas receberão o prêmio de US$ 50 mil para cada uma, entre outros prêmios.