Blog do Dresch

11 de Janeiro de 2017

Capacitação sistemática tem sido uma das táticas da Sesau

Além destas medidas que todos devem colocar em prática em suas residências, nos locais de trabalho e repassar para os vizinhos, a Sesau tem atuado na capacitação sistemática dos agentes de endemias municipais, prestando assistência técnica as 102 Secretarias Municipais de Saúde, conforme anunciou a secretária Rozangela Wyszomirska. Também tem investido em mecanismos para combater os focos do mosquito, como o aplicativo Juntos pela Saúde, onde é possível denunciar locais onde há proliferação do Aedes. Outra estratégia adotada é a utilização de drones que começaram a ser utilizados há poucos dias. A tecnologia tem sido uma grande aliada no combate ao mosquito Aedes aegypti em Maceió. Nos locais de difícil acesso como coberturas de prédios, casas fechadas e terrenos abandonados, as equipes de agentes de combate a endemias contam com a ajuda desses equipamentos com uma câmera para monitorar os locais de difícil acesso.

 
   

Não é brincadeira
  
São, de fato, alarmantes, os números divulgados na segunda-feira (9) pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) Alagoas envolvendo o zika vírus no Estado. Os dados surpreendem indicando um crescimento de quase 3.000%, enquanto em 2015 foram registrados 272 casos da doença, no ano passado o quantitativo desconcertou para 8.026, segundo que apurou a jornalista Ana Paula Omena, desta Tribuna Independente. Dessa forma, nunca é demais lembrar que não existe outra saída para a população tentar se proteger deste mal que tanto tem amedrontado a todos. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, a ação mais efetiva para combater o mosquito Aedes aegypti é, sem sombra de dúvidas, a eliminação dos focos. Por isso, é importante descartar corretamente todo e qualquer recipiente que possa acumular água parada. Pratinhos com vasos de planta, ralos, baldes, garrafas, calhas, pneus e até brinquedos podem ser os vilões e servir de criadouros para as larvas do mosquito. Como também, devem monitorados periodicamente e/ou eliminados, no caso dos pneus, por exemplo. É importante verificar se a caixa d’água está vedada, a calha totalmente limpa, pneus sem água e, em lugares cobertos, garrafas e baldes vazios e com a boca virada para baixo, entre outras pequenas ações que podem evitar o nascimento de larvas do mosquito Aedes aegypti.
  
 
 
Samba no pé
 
 
Deu no Jornal Extra do Rio. Depois de muita oração e aulas de samba no pé, a graça foi alcançada. Padre Bráulio Francisco Tibúrcio, de 41 anos, conseguiu a tão sonhada vaga de passista na Grande Rio e vai desfilar na ala neste carnaval. O religioso participava com outros 15 rapazes de uma disputa para cinco vagas. “A oração faz parte da minha vida. Sempre recorro nesses momentos importantes, principalmente, com a ajuda do meu intercessor que é São Jorge. Acho que fui escolhido por mérito, por causa do meu esforço. Fiquei muito feliz que a escola reconheceu isso”, disse o sacerdote.
 
Samba no pé 2
 
 
Desde que sua história foi divulgada, padre Bráulio recebeu diversas mensagens de apoio de fiéis e até de colegas de batina — alguns, segundo ele, chegaram a elogiar sua coragem e revelaram desejo de desfilar. O religioso agora terá que aumentar a sua carga de compromissos com a tricolor caxiense. Bráulio, porém, ainda não sabe como fará. “Eu não vivo de carnaval. Deixei claro para a escola desde o início que eu tenho outra função. Vou ter que saber administrar bem para uma não atrapalhar a outra”.
Bráulio celebra missas aos domingos na Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Belo Horizonte (MG). Durante a disputa para virar passista, ele viajava para Caxias sempre às segundas para o ensaio de terça-feira. Mas, naturalmente, não faltaram críticas ao padre ao que alguns alegam ser um sacrilégio. “Estou feliz com a realização desse sonho. Jesus Cristo tinha um lado humano e divino. Vou me aproximar mais das pessoas”, respondeu.
 
 
 
 
Agora é oficial
 
 
As fortes especulações dos últimos dias tornaram-se oficiais nesta terça-feira. A Fifa confirmou que a Copa do Mundo passará a contar com 48 seleções a partir de 2026, em torneio que ainda não tem sede definida. A alteração foi aprovada por unanimidade pelo Comitê Executivo. Não foi informado ainda como as novas vagas serão distribuídas pelas confederações. A entidade, através de seu Twitter, ficou de dar ainda mais detalhes de como a Copa do Mundo vai acontecer em seu novo formato. Mas já adiantou o torneio passará a ter 16 grupos com três seleções cada, ao invés das oito chaves atuais, cada uma com quatro equipes.
 
 
Agora é oficial 2
 
Dessa forma, a Copa do Mundo passará a ter uma nova fase de mata-mata antes das oitavas de final. Assim, as seleções que chegarem à final, continuam disputando sete partidas, assim como no modelo atual. Outra tendência é que o Mundial tenha prorrogação apenas a partir das semifinais, para evitar um desgaste maior nas fases anteriores.
 
  
* Ainda está dando muito o que falar ainda a agressão que o pastor Valdemiro Santiago, líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, teria sofrido no domingo passado. O religioso afirma em seu canal de TV que a camisa usada na hora do ataque já serviu até para “curar” fiéis. Nas imagens, um membro da igreja aparece esfregando-a em um manto.
* No domingo, enquanto ele distribuía bênçãos aos fiéis na chamada “imposição de mãos”, o ajudante-geral Jonathan Gomes Higino, de 20 anos, aproximou-se dele e o golpeou com um facão no pescoço. Jonathan foi detido em flagrante e teve a prisão preventiva decretada pela Justiça. O pastor foi levado ao Hospital Sírio Libanês, onde levou 25 pontos, e recebeu alta após passar menos de seis horas internado.
* Sobre o caso ainda, após audiência de custódia na segunda-feira, a Justiça de São Paulo decretou a prisão preventiva de Jonatan Gomes Higino, o ajudante-geral que esfaqueou o pastor Valdemiro Santiago. O homem, preso em flagrante, vai aguardar julgamento preso. Higino foi encaminhado para um Centro de Detenção Provisória (CDP) de Pinheiros IV, na Vila Leopoldina, zona oeste da capital. 
* O perfil do Portal Brasil no Twitter publicou acidentalmente na manhã de ontem senhas de contas do governo nas redes sociais. O equívoco foi cometido em uma postagem sobre a permanência da Força Nacional por mais 60 dias no Rio Grande do Norte.
* A postagem feita pelo Portal Brasil, que é o canal de notícias do governo, continha um link, que informava as senhas do Portal Brasil e do portal do Palácio do Planalto em redes sociais como Facebook e Instagram. A publicação foi apagada logo depois.
* “Imediatamente ao ocorrido, todas as senhas foram substituídas para garantir a integridade das redes oficiais”, informou a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom). Ainda segundo a Secom, o link com as senhas foi publicado “por engano”.