Blog do Dresch

29 de dezembro de 2016

A “boca-livre” milionária do avião de Temer

                   O café da manhã e o lanche servido nas aeronaves que servem a Presidência da República vão ficar mais franciscanos. O ministro-chefe da Casa Civil, Elizeu Padilha, anunciou através de sua conta no twitter, o cancelamento do pregão eletrônico para contratação da empresa que forneceria os alimentos. O valor estipulado era de R$ 1,58 milhão. Após a repercussão negativa da divulgação dos itens solicitados, o cancelamento era a única alternativa. Eram 500 potes de sorvete Haagen Dazs (a R$ 15 a unidade de 100 gramas), uma tonelada e meia de torta de chocolate (R$ 96 mil) além de produtos sofisticados como sal do Himalaia, sorvete sem lactose e açúcar de coco.

O milionário lanche do avião 2

                   A compra dos alimentos previa ainda vários outros sorvetes e picolés: 50 picolés Tablito, 50 Frutily, 50 do tipo Chicabom, 50 unidades de Corneto, 50 unidades de Minieskibom, além de 300 unidades de sorvete sem lactose de amora e morango. E ainda 5 mil cápsulas do café expresso tipo Ristretto (R$ 18,3 mil), 100 unidades  de 200 gramas de sal do Himalaia a (R$ 1,6 mil), chocolate sem lactose da marca Choco Soy, 120 pacotes de creme de avelã Nutella (R$ 34 cada) e 150 gramas de açúcar de coco. Para agradar Temer, a licitação previa ainda 600 unidades de esfiha de massa folhada, 500 mini quibes e 30 quibes variados. E ainda milhares de refeições para a comitiva presidencial a um custo de R$ 167,51 por pessoa.

 

Sobre o pagamento diferenciado

                   Desde ontem já esta valendo, oficialmente, a cobrança de preços diferentes para compras feitas com dinheiro, cartão de crédito e de débito. A Medida Provisória (764) publicada no Diário Oficial da União na terça feira, autorizou a prática, mesmo sob protestos das entidades de defesa dos consumidores em geral. Na verdade, esta prática sempre existiu, mesmo sem a regulamentação. “Fica autorizada a diferenciação de preços de bens e serviços oferecidos ao público, em função do prazo ou do instrumento de pagamento utilizado” assinala a MP. A medida assinada pelo presidente Michel Temer também anula qualquer clausula contratual que proíba ou restrinja a diferenciação de preços. O governo acredita que a medida possa estimular a economia. Muitas entidades de defesa do consumidor se manifestaram contra a autorização. Para o Proteste, é “abusiva a diferenciação de preços em função da forma de pagamento. Ao aderir a um cartão de crédito o consumidor já paga anuidade, ou tem custos com outras tarifas, além de pagar juros quando entra no rotativo” explicou a Proteste, que considera que maus comerciantes podem embutir nos preços os custos do cartão e cobrando, em dinheiro, o preço real do produto, sem desconto.

 

Um Natal sangrento

          Vinte e duas pessoas foram assassinadas na noite de Natal no México, em chacinas possivelmente ligadas ao narcotráfico. Em uma festa familiar em Guerrero (Sul), sete pessoas foram fuziladas. Em Michocán (Oeste) foram encontradas seis cabeças humanas, e outras nove pessoas morreram em Chihuahua, informaram autoridades os estados citados. Em Puente Del Rey, homens armados com escopetas abriram fogo contra uma mulher e seis homens (três irmãos, seu pai, um tio e um casal convidado). Em Jiquilpan, seis cabeças humanas masculinas foram encontradas nas ruas. Outros nove homicídios foram registrados. Em Ciudad Juárez três mulheres foram torturadas e executadas e um homem desmembrado.

Quatro novas UPAs

             O Governo de Alagoas vai construir quatro novas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) na capital alagoana em 2017. O anúncio foi feito pelo próprio governador Renan Filho, justificando que os investimentos vão melhorar ainda mais a qualidade dos serviços de saúde em Maceió. As comunidades contempladas são: Jacintinho, Chã da Jaqueira, Clima Bom e Benedito Bentes. Dessas quatro UPAs, três serão voltadas para atendimento de casos emergenciais e uma para ocorrências especiais, como doenças virais, queimaduras etc.

Quatro novas UPAs 2

              Ainda de acordo com Renan Filho “as UPAs são um sucesso em todo o Brasil, e nós entregamos duas delas na capital em 2016 (Cabo Reis e Benedito Bentes) e até o final de 2017 estaremos com seis unidades funcionando, com atendimento de qualidade para os alagoanos”. Ele salientou ainda que a construção das unidades, terá como foco principal, desafogar o fluxo de atendimento no Hospital Geral do Estado (HGE), e que as ordens de serviço para iniciar as obras dessas UPAs serão assinadas no inicio de 2017.

 Desemprego vai piorar

                As expectativas para a retomada do emprego ainda terão de esperar um pouco mais. Para as instituições financeiras a reação lenta da economia impede a recuperação do emprego em breve. A taxa de desemprego atual, de 11,8%, deve superar os 13% em 2017, segundo projeção dos economistas do Santander. O Bradesco também elevou sua expectativa de desemprego de 12,5% para 12,9%. Segundo o banco, a criação líquida de 150 mil postos formais no próximo ano, não será suficiente para compensar o aumento do número de pessoas procurando emprego.

 

 

  • Uma cerimônia ocorrida no Instituto Histórico e Geográfico de Alagoas (IHGAL) escolheu a logomarca comemorativa aos 200 anos de Emancipação de Alagoas.
  • Nove marcas concorriam na escolha, sendo três delas selecionadas. A escolhida teve o maior numero de votos dos presentes na solenidade.
  • Presentes o secretário-chefe do Gabinete Civil, Fábio Farias, o secretário de Estado da Comunicação, Enio Lins, o presidente do IHGAL, Jayme de Altavila, além de um grande número de publicitários, jornalistas e demais convidados.
  • A logomarca vencedora foi concebida pela Agência Clorus, que utilizou uma simbologia unindo os recursos naturais de Alagoas e o calor do povo alagoano.
  • Ela alcançou a maioria dos votos dos presentes (57) contra 53 dados a outra sugestão de logomarca criada pelo designer Amir Lyra e outros 22 votos para a arte do publicitário Rodrigo Ambrósio.
  • A marca passará a ser utilizada em todo o material de divulgação referente ás atividades comemorativas aos 200 anos de Emancipação Política de Alagoas, no decorrer de 2017.