Blog do Dresch

27 de dezembro de 2016

Policiais usarão armas apreendidas do crime

                   As armas de fogo apreendidas com criminosos poderão ser doadas a órgãos de segurança pública. O decreto que trata sobre a questão já foi publicado no Diário Oficial da União (DOU), assinado pelo Ministro da Justiça, Alexandre de Moraes. Os policiais poderão utilizar fuzis e metralhadoras retirados do crime, e que antes eram destruídos. Segundo o decreto “as armas serão encaminhadas pelo Juiz competente ao Comando do Exército, para destruição ou doação aos órgãos de segurança pública ou às Forças Armadas”. Assim, os policiais estarão autorizados a usar fuzis, metralhadoras e armamentos que apreendem, desde que autorizados.

Usar arma do bandido 2

                   Para o ministro da Justiça, a medida trará economia aos cofres públicos e garantirá aos policiais um melhor armamento. Segundo Moraes, somente este ano, as forças de segurança federais e estaduais apreenderam 873 fuzis, que dá uma economia de aproximadamente R$ 30 milhões. Além disso, existem muitos outros armamentos, apreendidos anteriormente que o Exército está guardando. “A partir de agora cada polícia que apreendeu as armas terá prioridade no recebimento. No final deste ano e no inicio de 2017 começaremos a distribuir estes armamentos” esclareceu o Ministro.

 

Economia crescerá pouco

                   Um cenário internacional com poucas perspectivas, e um processo de recuperação lento e dependente de outras situações (reformas política, tributária, trabalhista e previdenciária) deverá marcar o ano de 2017, segundo alguns economistas brasileiros. Eles acreditam que a situação deve ter uma leve melhora em relação a 2016, mas o caminho para a retomada da produção e do consumo ainda esta distante. Para a professora de economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Virene Matesco, a questão envolve confiança, tanto de consumidores como de empresários. “Para isso o país deve superar a crise política e o governo demonstrar compromisso com as contas públicas” disse ela. Para o economista André Perfeito, da Gradual Investimentos, a crise é fundamentalmente política, e somente com a superação dos problemas em Brasília é que os investidores internacionais voltarão a confiar no país. Ele acredita que em 2017 a economia crescerá muito pouco, algo como 0,2%. “O resultado poderia ser melhor se o governo ampliasse o déficit primário da União, estimado em R$ 139 bilhões em 2017, para estimular a economia” defende Perfeito.

 

Saúde lança Portal

                 Utilizando uma linguagem acessível e com o objetivo de fornecer todas as informações sobre ações e programas na área da saúde, foi lançado o Portal do Cidadão, numa iniciativa da Secretaria de Estado da Saúde e da Controladoria-geral do Estado. O Portal conta com informações sobre o Sistema Único de Saúde (SUS), repasses do Fundo Estadual e Federal, despesas com funcionários, além de monitoramento e execução financeira, Controle Social e Gestão e links sobre todos os trabalhos desenvolvidos com entidades e instituições (CONASS, CONASEMS, CES, CNS).

Saúde lança Portal 2

               Também é possível através do Portal, acessar Mapa da Saúde, sobre os serviços disponíveis, contatos e localizações dos Ambulatórios 24 horas, Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs), hospitais públicos, bases do Serviço Móvel de Urgência (SAMU), Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) entre outros. Ainda é possível obter informações sobre o estoque de sangue e o funcionamento do Hemoal, e do Serviço de Verificação de Óbitos (SVO) e também sobre a assistência farmacêutica, acesso aos medicamentos e produtos da saúde, além de guias e agendamentos.

Diagnóstico simultâneo

                   Um kit que permite realizar o diagnóstico simultâneo de zika, dengue e chikungunya já esta sendo produzido pela Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz) que o batizou de kit ZDC. O Kit permite que o resultado possa ser obtido no mesmo dia da coleta, e efetua o diagnóstico molecular detectando a diferenciação da infecção. O Kit também obteve o registro da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e poderá a partir de agora atender pedidos de secretarias estaduais e municipais e de clinicas privadas.

Diagnóstico simultâneo 2

                   A aprovação da Anvisa foi publicada no Diário Oficial, e o Kit permite o diagnóstico na fase aguda da doença, quando os sintomas clínicos das três infecções se manifestam e necessitam de um diagnóstico laboratorial preciso e discriminatório. A Fiocruz informou que os primeiros lotes para atendimento ao SUS estão sendo produzidos. As entregas se darão conforme a demanda do Ministério da Saúde. Segundo a Fundação, a produção e nacionalização dos kits dos poderá ainda representar uma economia aos cofres públicos.

 

  • O balneário da Barra de São Miguel ganhará e breve, um Centro de Convenções, para abrigar eventos ligados ao segmento turístico.
  • A ordem de serviço para o inicio das obras oi assinado ontem, em solenidade ocorrida no Palácio República dos Palmares, em solenidade que contou com a presença de representantes do segmento turístico, hoteleiro, político e da administração do município.
  • Na autorização para a ordem de serviço, o governador Renan Filho registrou que o equipamento será uma espécie de catalisador para o balneário, estimulando o turismo local e estadual. O próprio chefe do Executivo lembrou que ele, então deputado federal, já defendia a construção do Centro de Convenções.
  • O Prefeito da Barra de São Miguel, José Medeiros Nicolau, o Zezeco, (PP) também salientou a importância do Centro de Convenções para a cidade, como um grande incentivo pra o desenvolvimento do segmento turístico.