Roberto Baia

24 de dezembro de 2016

Exonerado

O secretário de Estado de Prevenção à Violência, Jardel Aderico, foi exonerado do cargo, a decisão tomada pelo governador Renan Filho, após a morte de um adolescente durante uma tentativa de fuga da Unidade de Internação de menores. No lugar de Aderico, Renan Filho nomeou a Superintendente de Políticas sobre Drogas Esvalda Amorim Bittencourt de Araújo para assumir o cargo.

 

Questões técnicas

 

Em esclarecimento, a Secretaria de Prevenção à Violência relatou que saída do secretário estava sendo negociada há algum tempo e não possui relação com a morte do adolescente na tentativa de fuga. A nota informou que a exoneração ocorreu por questões técnicas dentro do órgão. 

 

Se pronunciou

Nas redes sociais o agora ex-secretário, Jardel Aderico, comentou sua saída e se disse orgulhoso do trabalho que executou a frente da pasta. “O sentimento que me move, nos dias atuais, é de orgulho. Sou muito grato por ter tido a oportunidade de, ao lado do governador Renan Filho, liderar o processo de construção da política de prevenção à violência no Estado, somando esforços com as áreas de drogas, criança e adolescente, medidas socioeducativas, prevenção e acolhimento aos usuários e dependentes de drogas. Uma atitude inovadora e vanguardista, com resultados visíveis que, se levados adiante, com humildade e dedicação, serão duradouros”.

 

Bons resultados

 “Despeço-me da Seprev com a certeza de que vencemos esta importante etapa, e as políticas estão prontas, são maduras e apresentam resultados. Meu sentimento é de dever cumprido, pois tive ao meu lado uma equipe de homens e mulheres dedicados e competentes, que juntos, oferecemos a Alagoas uma reflexão sobre os rumos das políticas de proteção e cuidado com as pessoas”, disse Jardel Aderico.

 

Canapi

A cidade de Canapi vive dias muito difíceis, após a saída do prefeito Celso Luís, investigado por diversas irregularidades durante sua gestão na Prefeitura, o vice-prefeito Genaldo Soares Vieira decretou estado de emergência nas contas públicas do município. Na manhã da última sexta-feira (23) o prefeito interino publicou três decisões drásticas uma delas foi a exoneração de todos os servidores comissionados que foram nomeados até setembro deste ano.

 

Outros decretos

Outro decreto suspende todas as gratificações pagas aos servidores, e mais um decretando, novamente, estado de emergência no município. De acordo com o Genaldo Soares Vieira, “acaso existam salários pendentes de pagamento pela Administração Pública, que estes sejam feitos somente dos valores pertinentes a salário e obrigações, sem, contudo, prover o pagamento de eventuais gratificações, tendo em vista que será analisada a sua legalidade, bem como a disponibilidade financeira e orçamentária, pondo previsão em restos a pagar, conforme determinação normativa contida na Lei de Responsabilidade Fiscal”.

 

Situação de emergência

 

A situação de emergência no município tem validade de 90 dias e foi decretada no dia 29 de setembro, primeiro dia de gestão de Genaldo Soares Vieira como prefeito. Porém eles começaram a valer na última sexta-feira (23). A demora na publicação, segundo informou a assessoria de comunicação do Governo do Estado, é natural e ocorre por conta do processo de homologação do decreto.

 

Chã Preta

Apesar de ter seu candidato derrotado nas eleições municipais, o prefeito Audálio Holanda, juntamente com seu vice-prefeito, Maurício Holanda, se comprometeram em não deixar a cidade desassistida, como ocorreu com alguns gestores municipais. Dentro das responsabilidades assumidas pelo prefeito de Chã Preta foi a manutenção da saúde municipal. Por isso esta semana ele entregou mais um Gabinete Odontológico.

 

Outros equipamentos

O gabinete odontológico foi instalado na Unidade Básica de Saúde Recanto, situada na zona rural.Ele também entregou geladeira, TV 42 polegadas, autoclave, bebedouro, cadeira de rodas para adultos e obesos, balança antropométrica, biombos, mesa ginecológica, ar-condicionado, birôs e diversos aparelhos como almagamator e fotomolimerizador. De acordo com o gestor, ele está fazendo o possível para manter todos os serviços necessários em Chã Preta.

 

Coral religioso

Com a necessidade de levar crianças para dentro da igreja, para buscar evangelizar, três mulheres viçosenses resolveram montar um coral infantil. A iniciativa partiu da religiosa Luciene Pingola que convidou mais duas integrantes da igreja católica de Viçosa, Aline Pinheiro e Katiana Borges para dar o pontapé inicial no projeto.

 

… De acordo com as criadoras do coral, um dos objetivos é alcançar as famílias através das crianças, “a nossa esperança é que a família começará a participar ativamente na igreja a partir da possibilidade de ver seus filhos desenvolvendo o talento musical na área religiosa. A semente foi plantada com esses pequeninos servos do Senhor”, explicou o publicitário André Misael,que também faz parte da organização do coral.

 

… Outra ideia é que  as crianças se sintam reconhecidas, valorizadas, recebam o apoio da família da comunidade. O nome do Coral é São Filipe Néri, em homenagem ao santo que desenvolveu um trabalho parecido com as crianças, através musicalidade.

 

… O Coral foi criado recentemente, mas, segundo a organização, será um trabalho contínuo que pretende aumentar a quantidade de integrantes e trabalhar com crianças a partir de 9 anos de idade. O pequenos irão se apresentar no próximo dia 25, noite de Natal, na Igreja Nossa Senhora da Conceição, em Viçosa.