Roberto Baia

23 de dezembro de 2016

Deboche e esculhambação

Eurico Borba, professor aposentado e ex-presidente do IBGE, no site “Diário do Poder”: “Vi pela TV um bando de desinformados arruaceiros ou revolucionários ultrapassados tentando, com grande agressividade, não permitir a votação de medidas econômicas e administrativas que melhorarão, um pouco, as finanças dos estados do Rio de Janeiro e do Rio Grande do Sul. Vi foto de policiais militares acampados na frente do palácio do governo estadual em Belo Horizonte. A cada momento somos informados de assaltos à mão armada em todos os recantos do Brasil, (em 2015, 58.589 pessoas perderam a vida no Brasil em “crimes violentos letais intencionais”, segundo anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Publica). Constata-se que o poder do tráfico de drogas cresce dia a dia com ousadia e tranquilidade, confrontando os Poderes da Republica e expondo os cidadãos a ainda mais violência e insegurança. Agora, ter de engolir que a Lei aprovada na tarde do dia 20/12, pela Câmara de Deputados, como alternativa para que os estados falidos pudessem voltar a respirar por mais algum tempo e, para tanto, fosse necessário aceitar as emendas do PT, garantindo o quórum necessário, é um escarnio inadmissível contra o povo. A bancada do governo, na sua maioria, não compareceu, nem o líder do governo estava no plenário. É um deboche esta grande esculhambação nacional. Basta.”

 

Porém

Renan Filho tem o mérito de pagar os salários dos servidores em dia, pagou também o 13º salário do funcionalismo, mas desconversa quando o assunto é o reajuste dos servidores, que deveria ter sido implantado em maio. “Sou o mais jovem governador e tenho que ser o mais responsável”, desconversa sobre o assunto.

Proposta

Do ex-governador Téo Vilela, presidente do PSDB/AL: “As previsões nos mostram que teremos um 2017, pelo menos no primeiro semestre, muito apertado. É preciso que os municípios se organizem, tomem as atitudes essenciais, mesmo que elas sejam inicialmente impopulares, para que a crise não atropele as gestões”.

Agenda

Está confirmada para 1º de janeiro, às 17 horas, no Hotel Ritz Lagoa da Anta, a posse do prefeito Rui Palmeira, do vice, Marcelo Palmeira, e dos vereadores eleitos para a Câmara Municipal de Maceió. A solenidade será presidida, como estabelece a legislação, pelo vereador Lobão, que foi o mais votado na capital.

Aprovação

Quando José Thomaz Nonô assumiu a Secretaria de Saúde de Maceió, em outubro do ano passado, havia em média 31 reclamações por dia, contra o órgão, nas emissoras de rádio. Atualmente, a média é inferior a uma ligação por dia. Essa constatação é do um serviço do setor de Comunicação da secretaria.

Preocupante

Ricardo de Araújo Santa Rita, Secretário Nacional de Irrigação, defende ações para a revitalização do Rio São Francisco. Em entrevista ao programa “Conjuntura”, da TV Mar, ele deu um exemplo sobre a degradação do rio, ao dizer que em Porto Real do Colégio, a dezenas de quilômetros da foz, tem aparecido tubarão.

Avaliação

O palpite é de Vilmar Pinto, presidente estadual do Conselho Regional de Corretores de Imóveis: as melhores opções de investimento no momento, em Alagoas, são o Norte de Maceió (de Guaxuma a Ipioca), a região Norte do Estado (entorno de São Miguel dos Milagres) e, ao Sul, Marechal Deodoro (Barra Nova e Massagueira).

Haja coração

Do portal “Migalhas”: “2016 vai chegando ao fim e não há brasileiro que possa negar: um dos anos mais conturbados da história política e econômica do país. Sobrevivemos  à destituição de mais um presidente da República, à recessão, à prisão de congressistas ‘intocáveis’, à inflação, a quase 40 fases da Lava Jato.”

 

*De Denis Lerrer Rosenfield, no jornal “O Globo”: “O enfraquecimento das instituições que estamos presenciando não é apenas um mau augúrio para o governo, que termina por sofrer dos seus efeitos, mas também uma ameaça para a democracia.”

*É preocupante, até demais, o efeito da falta de chuvas em todo o Nordeste, agora com implicações sobre o abastecimento das áreas urbanas da região. Maceió está inserida nesse contexto. No início de 2017 a cidade deverá conviver com o racionamento.

*O grupo Xique Baratinho e a banda Mopho se encontram mais uma vez nos palcos alternativos de Maceió no “Natal Oblíquo”, hoje, às 22 horas, na casa de shows Ork Music Sessions, no Stella Maris. Ingressos a partir de R$ 30,00. Contato: 99914-2200

*O Arapiraca Garden Shopping apresenta, só até hoje, uma exposição de fotografias criada a partir de um concurso virtual da Prefeitura de Arapiraca, a partir do Instagram da Fábrica de Sonhos, iniciativa que vem mudando visualmente o Centro da cidade.

* Continua aberta ao público uma exposição do fotógrafo Sebastião Salgado, baseada no cotidiano dos trabalhadores rurais. A mostra “Terra” está no Museu da Imagem e do Som, Jaraguá. São 30 imagens em preto e branco sobre comunidades de todo o Brasil.

* Até janeiro do próximo ano o Memorial à República, na Avenida da Paz, recebe a exposição “Luzes de Natal”, do engenheiro Nelson Calazans, com 30 obras inéditas. São fotos retratando imagens do Natal em Maceió e Gramado, Rio Grande do Sul.

*Agentes da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito de Arapiraca estão participando, pela primeira vez, do curso de Condutor de Veículos de Emergência. É uma parceria SEST/SENAT, nas sedes dos dois órgãos, até o próximo dia 28.

 

“O que sabe o senador Renan dos membros do STF que o povo brasileiro não sabe?”

Ademir Zanetin

Leitor da revista “Veja”