Flávio Gomes

1 de dezembro de 2016

República corporativa

Senador Cristovam Buarque (PPS/DF): “Os empresários não querem abrir mão dos fartos subsídios que recebem, com o argumento de manter os empregos; os sindicatos dos trabalhadores se aliam aos patrões para exigir mais recursos dos governos, tirando dinheiro inclusive da educação e da saúde para investimentos de interesse de empresas. As classes médias reclamam dos impostos elevados, mas não reclamam da má qualidade dos serviços públicos, porque desejam melhorar apenas os serviços privados financiados com subsídios públicos. Magistrados já conseguem recursos públicos para pagar a escola privada de seus filhos; parlamentares dispõem de serviço médico especial. Na República Corporativa, procura-se aumentar os ganhos de cada grupo, não como beneficiar a todos e ao país. Por isso, no Brasil, a inflação não é apenas um fenômeno econômico e monetário, é um fenômeno cultural e moral, devido à formação política de uma República Corporativa, sem controle ou prioridades. Os Brasis não aceitam a ideia de um limite para os gastos públicos porque isso exigiria que alguma corporação perdesse para outras – ou para os que não têm corporação. Elas fogem da disputa, se oferecem benefícios mutuamente, preferindo a ilusão do aumento ilimitado de recursos com o falsificado dinheiro da inflação.”

 

Placar

Da bancada de Alagoas votaram a favor do projeto restringindo a atuação do Judiciário e do Ministério Público os deputados federais Ronaldo Lessa, Rosinha da Adefal, Arthur Lira, Cícero Almeida, Givaldo Carimbão e Paulão. Votaram contra Pedro Vilela e João Henrique Caldas. Nivaldo Albuquerque não votou.

Distância

Renan Filho precisa melhorar sua relação com a Assembleia Legislativa. Na semana passada, por exemplo, um deputado dizia abertamente que na gestão de Teotonio Vilela Filho não era da bancada governista, mas tinha acesso fácil ao governador. E até brincou: “Não imaginava nunca que teria saudades do Téo”.

Lenga lenga

Há alguns dias o Estado anunciou que iria antecipar o pagamento do 13º salário do funcionalismo, normalmente pago até 20 de dezembro. E tem reafirmado isso, sem precisar a data. Quem sabe o pagamento sai na véspera, dia 19, e o governo falará em “antecipação”… Em tempo: o dinheiro do 13º está reservado desde agosto.

Centenário

A Assembleia Legislativa realiza hoje, às 9 horas, no plenário, uma sessão especial em homenagem aos 100 anos da implantação da primeira agência do Banco do Brasil em Alagoas. É uma iniciativa do deputado estadual Inácio Loiola, do PSB, para quem os benefícios trazidos pelo BB ao Estado justificam a iniciativa.

Meia volta

A Câmara Municipal de Arapiraca aprovou, há poucos dias, um projeto de renúncia fiscal apresentado pela prefeita Célia Rocha. Mas, diante da pressão popular e do desgaste político, a prefeita voltou atrás e vetou o projeto proposto por ela própria. Agora os vereadores vão decidir se aceitam ou não o veto.  

Antes tarde…

O Plano Novo Chico, do governo federal, que se propõe a revitalizar o Rio São Francisco, será apresentado hoje, em Penedo, pela presidente da Codevasf, Kênia Marcelino, abrindo a plenária do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco. As prioridades iniciais são abastecimento d’água e saneamento.

Opinião

Do jornalista e ex-deputado federal Ney Lopes: “Partidos como o PT e aliados se opõem, esbravejam e usam todos os métodos para dificultar a aprovação de uma medida legal, que proíbe gastar mais do que o governo arrecada. Por mais incrível quer pareça, todos eles são a favor da gastança sem controle.”

 

A decoração natalina do Hotel Ponta Verde se tornou parte do calendário de eventos em Maceió. Hoje, às 17 horas, a direção do hotel apresentará a convidados e turistas a decoração deste ano, com a participação especial do Coral Infantil da LBV.

* Os 40 municípios que enfrentam a estiagem com decreto de emergência homologado participam de treinamento com a Defesa Civil estadual para elaboração do plano municipal de contingenciamento. O plano é uma exigência do Exército.

A cantora e compositora Marisa Monte volta a Maceió para um show, a partir das 21 horas, no Ginásio do Sesi, completando 30 anos de carreira. Os ingressos podem ser adquiridos através do site www.bilheteriavirtual.com.br. Contato: 3231.8238.

*Na programação de hoje do Circuito Penedo de Cinema haverá workshop sobre uso e história das cores. “Workshop Colorista”, por Marcelo Cosme, terá quatro horas de duração, entre 14 e 18 horas, na Casa de Aposentadoria. O evento é aberto ao público.

*O Museu da Imagem e do Som recebe, hoje e amanhã, o evento “Moda e Imagem”, com oficinas e palestras constituídas. Participação dos produtores de moda Ander Oliveira, Haendel Melo, Henrique Rucassi e Wesley Madson. Abertura às 8 horas.

* O projeto “Quinta no Arena” apresenta hoje o espetáculo “Pétalas”,  de ritmos árabes, com a Companhia de Danças Flor de Lótus,  com início às 19h30m, no Teatro de Arena Sérgio Cardoso, na Praça Deodoro. Ingresso a R$ 20,00.

*Amigos e familiares de Ednílton Lins se reúnem hoje, a partir das 19h30m, na Igreja do Jardim do Horto, para celebração da missa do sétimo dia da sua morte. Servidor da Assembleia Legislativa, Ednílton atuou por 25 anos como dirigente do CRB.

 

 “Pode-se tentar calar o juiz, mas nunca se conseguiu, nem se conseguirá, calar a Justiça”

Cármen Lúcia

Presidente do Supremo Tribunal Federal