Blog do Dresch

1 de dezembro de 2016

Líderes mundiais reverenciam Fidel Castro

             Durou cerca de 3h45m a cerimônia oficial de despedida de Fidel Castro, que morreu Sábado último, e terminou com as palavras emocionadas do seu irmão e presidente de Cuba, Raúl Castro. “Fidel foi um símbolo da luta anticolonialista, anti-apartheid e anti-imperialista” disse Raúl que lembrou de vários momentos históricos protagonizados por Fidel e pelo povo cubano. Para o presidente, aquele evento reafirmava e também servia como continuidade da revolução. Dezoito chefes de estado discursaram na cerimônia.

Despedida de Fidel Castro 2

             A maior parte das lideranças mundiais presentes era de governos ligados à esquerda, sobretudo latino-americana (e não podia ser diferente). Foram homenagear Fidel os presidentes do Equador, Rafael Correa; da Venezuela, Nicolás Maduro; da Bolívia, Evo Morales; da Nicarágua, Daniel Ortega; da Colômbia, Juan Manuel Santos; e do México, Enrique Pena Nieto. Chefes de estado da África também estavam presentes, como Jacob Zuma, da África do Sul. O Brasil estava representado pelo Ministro das Relações Exteriores, José Serra e pelo Ministro da Cultura, Roberto Freire, que, graças a Deus, não discursaram.

Descriminalizando o aborto

             A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu descriminalizar o aborto no primeiro trimestre da gravidez. O colegiado seguiu o voto do ministro Luís Roberto Barroso, entendendo que são inconstitucionais os artigos do Código Penal que criminalizam o procedimento. O entendimento contudo, vale somente para um caso concreto que foi o julgado. Para o ministro Barroso, a criminalização do aborto nos primeiros três meses da gravidez viola os direitos sexuais e reprodutivos da mulher, o direito à autonomia de fazer suas escolhas e o direito à integridade física e psíquica. Ele ressaltou ainda que a criminalização do aborto não é aplicada em países democráticos e desenvolvidos, como Estados Unido, França, Alemanha, Reino Unido e Holanda entre outros. “Em verdade, a criminalização confere uma proteção deficiente aos direitos sexuais e reprodutivos, à autonomia, à integridade física e psíquica, e à saúde da mulher, com reflexos sobre a igualdade de gênero e impacto desproporcional sobre as mulheres mais pobres” disse o ministro. Apesar de admitir a descriminalização do aborto nos primeiros três meses, Barroso entendeu que a criminalização do procedimento pode ser aplicada a partir dos meses seguintes.

 

Semana de luta contra Aids

             Esta é uma semana marcada por uma série de atividades com o objetivo de prevenir e acelerar o diagnóstico de Aids. Nesta quinta feira (1º) é o Dia Internacional de Luta Contra a Aids, e em quase todos os estados brasileiros serão oferecidos à população testes rápidos, preservativos e informação sobre a doença. Grupos de Diversidade LGBT (Lésbicas, Gays, Travestis e Transexuais) trabalharão em conjunto com as secretarias de saúde, participando das palestras e das orientações gerais sobre os cuidados a tomarem para evitar o contágio.

Semana de luta contra Aids 2

             O desconhecimento, por incrível que pareça, ainda é um dos grandes problemas no combate a AIDS. Ontem, o Ministro da Saúde Ricardo Barros, divulgou alguns números levantados pelo próprio Ministério da Saúde sobre a doença no Brasil e eles são impressionantes. O Ministério estima que no Brasil 827 mil pessoas com o HIV, e destas, cerca de 112 mil não sabem. Do total estimado,372 mil ainda não começaram nenhum tratamento e 260 mil já sabem que estão infectados.

Uma excelente perspectiva

             A alta temporada turística está apenas começando, mas as perspectivas para o setor em Alagoas, são as melhores possíveis. Dados da maior operadora de turismo da América Latina, a CVC, confirmam Alagoas entre os três destinos mais vendidos do país. O Estado aprece ainda na primeira posição em vendas no Booking.com, líder mundial em reservas online de acomodações e destinos. Desde Setembro que Alagoas conta com voos nacionais semanais de São Paulo, Campinas, Ribeirão Preto, Belo Horizonte e Porto Alegre que vão permanecer até o final de Fevereiro trazendo visitantes para Maceió, assim como os fretamentos internacionais de Buenos Ayres e Córdoba, também da Argentina.

Uma excelente perspectiva 2

              Segundo os dados do segmento turístico estadual, Alagoas apresenta um fluxo anual médio de mais de 750 mil turistas, e possui 19 hotéis em construção e prospecção, que irão aumentar o número de leitos ofertados já a partir do início do próximo ano. Existe ainda a possibilidade de um aumento na captação de novos voos, principalmente pela redução do preço do combustível para aviação, que teve a alíquota do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços reduzida de 17% para 12%. A decisão governamental posiciona Alagoas como estado competitivo na atração de novos voos nacionais e até internacionais.

 

  • Abertas na última terça feira as comemorações pela passagem dos 70 anos do Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas. A cerimônia contou com a participação do governador Renan Filho, que demonstrou sua admiração pela corporação.
  • O evento marcou ainda a formatura (a maior da corporação) de 410 novos bombeiros militares que agora estarão engajados nas atividades desenvolvidas pelo CB em Alagoas.
  • Segundo o governador “é preciso sempre valorizar a categoria, cumprir o papel do Estado, cumprir a legislação e estar mais próximo do cidadão”.
  • E continuou Renan Filho “é fundamental uma aproximação constante do cidadão, visto que este ano tivemos ocorrências trágicas, incêndios no centro da nossa capital e o Corpo de Bombeiros estava lá”.
  • “Além disso, eles têm trabalhos relevantes na formação de crianças, como o Projeto Golfinho. O Corpo de Bombeiros é uma das instituições sempre lembradas pela população e desperta no alagoano este sentimento de altruísmo de estar sempre disposto a ajudar o cidadão” assinalou o governador Renan Filho.