Roberto Baia

29 de novembro de 2016

Foi um desastre

A saúde não avançou na terceira gestão da prefeita arapiraquense Célia Rocha. Isso é fato. Mas a sua insistência em manter um aliado do senador Fernando Collor de Melo na Secretaria de Saúde foi um erro injustificável.

O médico Ubiratan Pedrosa foi um verdadeiro desastre em todos os sentidos, mas a prefeita, que também é médica, optou por fechar os olhos para não contrariar o “amigo” colorido que nunca deu a mínima para o arapiraquense.

 

Onde mora?

Em tempo: na sua campanha para o Senado, Collor fez questão de “informar” que estava construindo uma “casa” para morar definitivamente em Arapiraca. Como perguntar não ofende, qual o endereço de Collor? Alguém, pelo amor de Deus, sabe?

Pois é. Está provado que Collor, mais uma vez, enganou os eleitores arapiraquenses.

Que vergonha hein?????!!!!!

 

Piranhas

O Parque Ecológico Municipal Pedra do Sino é uma das mais importantes unidade de conservação ambiental do Sertão alagoano. Localizado no município de Piranhas, a área de 22 hectares é de grande importância para a conservação do bioma da Caatinga.

Entretanto, essa pequena reserva ecológica está ameaçada.  A Fiscalização Preventiva Integrada do Rio São Francisco da Tríplice Divisa (FPI), por meio da equipe de Saneamento e Abastecimento, descobriu o despejo de esgoto de um bairro inteiro no riacho que corta o parque.

 

Será notificada

A coordenação da equipe confirmou  que a responsabilidade  é da Prefeitura de Piranhas, que vai receber notificação e, posteriormente, pode ser multada se a questão não for sanada.

 

Crime ambiental

A descoberta aconteceu depois de uma denúncia de moradores da região, que já vinham revoltados com o crime ambiental. Logo que receberam a informação, os técnicos da FPI foram ao parque e estranharam fato do riacho está cheio e com água corrente, quando, devido à época do ano, deveria estar seco.  Ao investigarem o início do problema, a Fiscalização descobriu que a estação de tratamento de Piranhas não está funcionando e todos os dejetos do esgoto domésticos estão sendo despejado dentro do parque ecológico.

 

Atitude louvável

Com o “Novembro Azul” prestes a terminar, o depoimento de Ronaldo Farias, Ouvidor da Agência Reguladora de Serviços Públicos de Alagoas (Arsal), emocionou os servidores que participaram de um evento alusivo ao tema. Com coragem e parando em alguns momentos devido à emoção, o Ouvidor relatou sua experiência recente com o câncer de próstata.

 

Foi essencial

Ainda recém-operado para a retirada do tumor, Ronaldo contou que transcorreu um mês entre o diagnóstico e a cura da doença, ressaltando, a todo o momento, que a prevenção foi essencial para salvar sua vida.

 

O alerta

A história que o levou a não descuidar da saúde começou há alguns anos, quando o Ouvidor perdeu o pai, em 1999, e no ano seguinte, o sogro, ambos em decorrência do câncer de próstata. “Perdi meus dois melhores amigos para essa doença… Deus coloca situações difíceis de digerir na nossa vida, mas, elas são ingredientes para algo muito positivo lá na frente”.

 

Sem dignidade

“Foram perdas terríveis. Meu pai era jovem, atlético, mas, era preconceituoso e não agiu como deveria. Só resolveu ir ao médico quando estava com dor nos ossos e já havia metástase. Ele morreu aos poucos, perdendo todas as suas funções… O câncer de próstata mata sem dignidade. O exame não é nada perto do que você sofre com a doença”, relatou, ao descrever a debilidade física e mental sofrida pelo pai em seus últimos dias.

 

Audiência pública

Com o objetivo de dar visibilidade a informações essenciais sobre o direito das mulheres durante a gravidez e parto e ouvir relatos de vítimas de violação durante o parto, o Ministério Público Federal em Alagoas (MPF/AL) promoverá audiência pública sobre violência obstétrica nesta terça-feira, às 14h, no auditório do prédio da PR/AL, localizado na Avenida Juca Sampaio, no. 1800, Barro Duro.

A audiência será presidida pela procuradora da República Niedja Kaspary.

 

O objetivo

 

O evento tem o objetivo de discutir a violência obstétrica e as políticas públicas de humanização do parto em Maceió (AL) e disseminar informações essenciais sobre os direitos da mulher e da família ao longo da gestação e no parto, inclusive em casos de abortamento, viabilizando amplo debate sobre o tema, de modo a orientar a atuação do Ministério Público Federal na defesa dos direitos envolvidos sob a perspectiva coletiva nas matérias de suas atribuições.

 

… Do blogueiro sempre bem informado Bernardino Souto Maior: Do sempre lúcido ministro aposentado do TCU, Guilherme Palmeira, sobre a morte de Fidel Castro: “Se Cuba conseguiu ampliar a inclusão social, não teve o mesmo sucesso para assegurar a tolerância política e as liberdades democráticas”.

 

… Ainda de acordo com o jornalista Bernardino, o prefeito eleito de Arapiraca Rogério Teófilo só vai anunciar o seu secretariado em dezembro. Parece que sua decisão é para depois da diplomação de prefeito.

 

… No arranca rabo entre JHC e Kátia, o presidente do PDT, Ronaldo Lessa velho aliado de Katia Born já colocou as fichas partidárias do seu partido para Kátia se transferir de mala e cuia para o PDT com sua tropa de choque.