Flávio Gomes

26 de novembro de 2016

Valeu, “Gordo”

A vida pública alagoana, especialmente o futebol, perdeu ontem uma excelente figura humana, com o falecimento de Ednílton Lins, aos 64 anos de idade. O “Gordo” tinha na simplicidade, na simpatia e no prazer em servir ao próximo os traços mais marcantes da sua personalidade. Nos aproximamos mais em 1995, quando assumi a presidência do CRB e tive em Ednílton, como vice-presidente de futebol, o sustentáculo principal. Era ele quem encarava o dia a dia do futebol, com total autonomia, mas sempre me permitindo a última palavra. Por maior que fosse o problema – e não foram poucos – lá estava ele a resolvê-los, sempre com o inseparável sorriso. Encontrava sempre uma solução. Quando não era possível, dava um “balão” para adiante. E assim foi nos cerca de 25 anos em que esteve participando diretamente do futebol do CRB. Como servidor público, na antiga secretaria estadual de administração e na Assembleia Legislativa, mantinha igualmente o jeito bonachão de ser. Nos seus últimos dias, prostrado no leito do hospital, perdeu muito da sua alegria, menos pelo mal que o acometia e mais pela indiferença de tantos a quem ajudou. Disse-lhe, numa das visitas, que a vida era assim mesmo, que ao ser humano só é dado valor nos momentos bons. Nos ruins é que a gente conhece os amigos. Demonstrou entender, resignado. Siga em paz, “Gordo”, com a certeza de que nos deixou um legado de fidalgia, presteza e incomparável sabedoria no relacionamento humano.

Basta

Para Renan Filho, Alagoas já tem executado algumas medidas sugeridas pela União para o pacto nacional com os Estados. Exemplifica: redução de 10% de incentivo fiscal e diminuição de 30% dos cargos comissionados. “Os Estados devem criar receitas sem aumentar impostos. As pessoas não aguentam mais”, diz.

Fundamento

Justificativa do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), em defesa do seu projeto ampliando o abuso de autoridade: “Trata-se de uma chaga incompatível com o sistema democrático. Nenhum agente de Estado está autorizado a usar suas atribuições para ofender, humilhar ou agredir quem quer que seja”.

Sugestão

Jornalista Luís Vilar, no site Cada Minuto, ao dizer que em 2018 o ideal para Renan Calheiros seria se recompor com o ex-governador Téo Vilela: “Os dois já fizeram dobradinhas anteriormente. O que preocupa Calheiros? Uma eleição difícil em que ele chegue com a imagem desgastada em função da Operação Lava Jato”.

Advertência

Graças ao deputado federal Givaldo Carimbão (PHS-AL) o projeto “Dez Medidas Contra a Corrupção” não foi mutilado pela inclusão de anistia para quem praticou caixa dois em campanhas eleitorais. Ele alerta: “Espero que a sociedade se mobilize. Há todo um trabalho de um grupo para permanecer o caixa dois”.

Contestação

Helder Lima, Secretário do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico, nega que na sua pasta técnicos ocupantes de cargos de comissão relevantes estejam dando lugar a substitutos indicados por composição política. O governador Renan Filho jamais adotou essa postura na gestão da Seplag, garante o secretário.

Agenda

O Tribunal Regional do Trabalho da 19ª Região (TRT/AL) dará posse, na próxima 2a feira, aos gestores eleitos para o biênio 2016/2018. O desembargador Pedro Inácio da Silva continua na presidência, tendo a desembargadora Vanda Lustosa como vice e, ao mesmo tempo, Corregedora. O evento terá início às 16 horas.

Opinião

Site “O Antagonista”: “Michel Temer trata os brasileiros como idiotas. O prédio de Geddel Vieira Lima não pertence à União. O que houve foi um embate entre um órgão da administração pública e um interesse privado, e a AGU não tem competência legal para mediar questões envolvendo o enriquecimento particular de um ministro.” 

 

*A antiga boite Middò, agora casa de eventos, promove neste sábado “Middô Revival”, última festa retrô do ano. Dinho Lopes, promotor do evento, diz que a proposta é que o espírito de confraternização de final de ano se alie à magia das discotecas.

*O programa “Aplauso” deste final de semana se intitula “Erlon Chaves, banda & orquestra”, em homenagem ao maestro falecido em 1974, aos 40 anos, no auge da carreira. Sábado, 15 horas, na Difusora AM; domingo, 10 horas, na Educativa FM.

*Neste sábado, às 17 horas, o Teatro Jofre Soares, no Sesc Centro, recebe o espetáculo “Rascunhos”, escrito por Max Mendes e realizado pela Marias Produções. A peça busca estabelecer uma convergência entre as histórias da vida real e as da ficção.

* Dois Perdidos Numa Noite Suja”, texto de Plínio Marcos, de 1966, grande clássico do teatro brasileiro, será encenado neste final de semana no Teatro Deodoro. Neste sábado, às 20 horas; no domingo, às 19 horas. Ingressos de R$ 20,00 a R$ 80,00.

 *Estão abertas até 2ª feira, 28, as inscrições do 2º Festival Pôr do Sol Cultural, que visa oferecer oportunidade aos artistas alagoanos. As apresentações acontecem de 15 a 31 de dezembro, no estacionamento do antigo clube Alagoinhas, na Ponta Verde.

*Acontece neste domingo um passeio ciclístico abrindo a campanha de conscientização para o Dia Mundial de Luta Contra a AIDS, em 1º de Dezembro. A concentração será às 7 horas, no Sesc Poço, com percurso até a Avenida Sílvio Viana, na Ponta Verde.

*A torcida do CRB tem neste sábado dois compromissos bem distintos: às 10 horas, o sepultamento do dirigente Ednílton Lins, no Parque das Flores; às 16h30m, no Trapichão, o jogo contra a Luverdense, encerrando a participação do clube na temporada.


“Estamos todos cansados dos efeitos da corrupção e da impunidade”

Rodrigo Janot

Procurador Geral da República