Flávio Gomes

18 de novembro de 2016

Agora, os governos estaduais

Do jornalista Kennedy Alencar: “Com a prisão do ex-governador Sérgio Cabral, a Lava Jato passa a uma fase em que coloca mais foco na investigação dos contratos do cartel de empreiteiras com governos estaduais. A operação Calicute é sinal disso. É importante que a Lava Jato investigue contratos de obras públicas das mesmas grandes empreiteiras que montaram um cartel na Petrobras. O modus operandi aplicado no nível federal na Petrobras também se estendeu aos Estados. Cabral foi atingido por revelações da Andrade Gutierrez, empresa que ainda terá de fazer complementos às delações premiadas de seus ex-diretores. Depois do que disseram executivos da Odebrecht, ficou claro para os investigadores que delatores da Andrade Gutierrez e da Camargo Corrêa fizeram contenção de dano. Em outras palavras, protegeram alguns políticos. É fundamental que não haja seletividade no combate à corrupção. Já fazia algum tempo que se esperava a prisão de Sérgio Cabral, levando em conta o conjunto de informações reveladas pela Operação Lava Jato a respeito de contratos de obras públicas na época em que ele governou o Rio de Janeiro. Cabral é um dos peemedebistas mais importantes. Comanda o grupo político que governa o Rio desde 2007. São quase dez anos no poder. Ele elegeu seu vice, Luiz Fernando Pezão, como sucessor. Cabral teve estreita ligação com Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara e peemedebista que está preso em Curitiba.”

O da vez? 

Ganha espaços nas redes sociais a convocação de vários movimentos, do Brasil inteiro, para um ato público no próximo domingo, em Maceió, pedindo o afastamento de Renan Calheiros da presidência do Congresso Nacional. O ato “Fora, Renan” será às 9 horas, em frente à casa do senador, na “Praça do Alagoinha”, Ponta Verde.

Descaso 

A Assembleia Legislativa fez, anteontem, audiência pública para discutir o orçamento do Governo do Estado para 2017. À exceção de um representante da Seplag, que se saiu muito bem, nem o próprio Estado se interessou. Da sociedade civil, quase ninguém deu as caras. Os deputados reclamaram, com razão.

Cobrança 

O deputado estadual Rodrigo Cunha (PSDB), único de oposição, chamou a atenção para a redução de R$ 85 milhões do orçamento da Secretaria da Educação, no que foi endossado pela deputada governista Jó Pereira, que cobrou explicação: “Precisamos saber o porquê disso, principalmente quando existe aumento de receita”.

Cotação

O prefeito de Paripueira, Abrahão Moura, deverá ser candidato, em 2018, a deputado federal ou estadual. Elegeu o sucessor, Haroldo Nascimento, com a maior votação proporcional do Estado, e a mulher, Emanuele, na Barra de Santo Antônio. Em Maceió, é o maior consultor político do prefeito Rui Palmeira.

Alerta

A Braskem e a SMTT alertam que hoje o tráfego de veículos será interrompido, entre 9 e 9h30m, em algumas ruas dos bairros do Trapiche e Pontal da Barra para realização do exercício simulado de evasão da comunidade. A ação vai pôr em prática os conceitos de segurança discutidos para uma situação de emergência.

Calamidade

Calamitosa é o mínimo que se pode dizer da situação dos mercados públicos de Maceió, especialmente o Mercado da Produção. Qualquer cidade de médio porte tem ao menos um mercado decente, em condições até de receber turistas. Aracaju e Florianópolis são dois exemplos, para não falar em Belo Horizonte e São Paulo.

Opinião

Do governador paulista, Geraldo Alckmin, a “Veja”: “Entre todas as estatais fundadas desde Dom João VI, 30% o foram nos treze anos do PT. Um exemplo: a EPL foi criada para fazer um trem-bala entre Campinas São Paulo e Rio de Janeiro. Não existe trilho, não existe trem, não existe nada, mas a estatal está lá, firme e forte.”

 

*O Teatro Deodoro recebe hoje, às 20 horas, o show “Clara Guerreira Clareou”, com a cantora Wilma Araújo, acompanhada dos consagrados Félix Baigon, no contrabaixo, Marcos Vinicius, no cavaquinho, e Thiago Carvalho, na sanfona. Ingresso a R$ 50,00.

*Pelo Mês da Consciência Negra, desde ontem e até domingo, no estacionamento do Parque Shopping, há apresentações culturais, às 19 horas, em parceria entre a Secult e a Fundação Cultural Palmares. De 23 a 25 haverá oficinas de culinária na Uninassau.

* O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional e a Fundação Palmares realizam hoje o seminário “Salvaguarda da Capoeira em Alagoas”, no Museu da Imagem e do Som. O evento visa debater estratégias que contribuam para a proteção da capoeira.

*O Projeto Giro dos Folguedos, realizado pela Prefeitura de Maceió, retorna hoje, com o “Saurê Palmares”. Nesta edição, 30 grupos de folguedos se apresentarão, a partir das 15 horas, em tablados que estarão espalhados no calçadão do Comércio de Maceió 

*Hoje é o último dia da 4ª edição do Fórum Mestre Zumba. Aa programação começa às 9 horas, no Cenarte, com oficinas de dança. Às 13h30m, no Museu Théo Brandão, haverá outra oficina, e, às 19 horas, show com a participação da cantora Mel Nascimento

*Encerra-se hoje a mostra ‘Vento Nordeste’, do artista visual Rosivaldo Reis, na galeria do Complexo Cultural Teatro Deodoro. Quem visita a galeria pode apreciar, na entrada do prédio, centenas de cataventos e dois painéis. Do lado de dentro, outras obras.

* Também hoje chega ao fim a exposição “A Lágrima das Coisas”, de Hilda Moura, na Pinacoteca Universitária. O acervo consiste numa série inédita de pintura sobre tela e sobre papel, além de duas instalações que compõem a mostra. Contato: 3214. 1545.


“Não, jamais. Jamais.”

Sérgio Moro

Juiz federal, descartando qualquer possibilidade de disputar mandato político