Flávio Gomes

17 de novembro de 2016

Maré de decência

Anthony Garotinho, ex-governador do Rio de Janeiro, foi preso ontem, acusado de crime eleitoral. É mais um peixe graúdo da política a sentir o desprazer do xilindró. Antes dele, estão ou estiveram presos personagens do naipe de um Zé Dirceu, que certo dia se imaginou presidente da República, e tantos outros, de matizes políticas diversas, porém com o propósito comum: se apropriar de dinheiro público. Fazem companhia a eles alguns rotulados de “a nata do empresariado”, cúmplices no mister de sugar os cofres da nação e hoje parceiros em tarefas jamais imagináveis para eles, como fazer faxina e limpar latrinas. Há outros sem dormir direito pelo medo de serem acordados com um mandado de prisão na cara. O Brasil só chegou a esse ponto por conta de um instrumento extremamente democrático: o concurso público. Desde o advento da Constituição de 1988, delegado, magistrado, integrante do Ministério Público e demais servidores têm de submeter a provas isentas, onde prevalece a competência e não mais a indicação política ou familiar. Na indicação dos membros dos tribunais superiores ainda prevalece o cumpadrio. Mas é a base da pirâmide, formada por profissionais competentes e independentes, que, com o respaldo de brasileiros decentes, está mudando nosso país. Só rema contra essa maré quem tem culpa no cartório. 

 

Fumaça

A seção Radar, na edição on line de “Veja”, revela que quando deixar a presidência do Senado Renan Calheiros deverá tirar licença, abrindo vaga para Fábio Farias, seu primeiro suplente e secretário do Gabinete Civil do governo de Alagoas. O pretexto: ficar livre para articular a eleição 2018 e sua reeleição.

 

Hipótese

Há quem diga, porém, que se isso de fato ocorrer Renan irá mesmo é cuidar da sua defesa, nos vários processos que tem contra si no Supremo Tribunal Federal. Existe ainda quem ache que o senador planeja é buscar o respaldo legal que for possível para ser reeleito presidente do Congresso Nacional, em 2017.

 

Reforço

Em qualquer das alternativas, Renan Calheiros se fortalecerá ainda mais, junto à área judicial, se emplacar o advogado Luciano Guimarães desembargador do Tribunal Regional Federal da 5ª região. Advogado de Renan e do PMDB, Luciano foi desembargador eleitoral em Alagoas e está em lista tríplice do TRF.

Anseio

Consta que o prefeito Rui Palmeira passou alguns dias de descanso em Gramado, no Rio Grande do Sul, um dos mais bem cuidados e procurados destinos turísticos. Tomara que ele possa implantar em Maceió parte do que existe em Gramado – segurança, limpeza pública, ação efetiva na área social e opções de lazer.

Agenda

Acontece hoje das 9 às 12 horas, no auditório do Fórum Desembargador Alfredo Gaspar de Mendonça, em Penedo, o I Fórum de Judicialização da Saúde. Vão participar gestores e técnicos das áreas jurídicas e de saúde, além de defensores públicos, promotores de justiça, magistrados e integrantes do Legislativo.

Registro

Foi sepultado ontem, no Parque das Flores, o artista plástico e cartunista Hércules Mendes, que trabalhou no Produban e fez as esculturas que adornam o acesso principal do Trapichão. E ontem faleceu a advogada Lúcia Ramiro Basto, viúva do também advogado Carlos Ramiro Basto. O sepultamento será hoje.

Opinião

Valentim Gentil, psiquiatra do Hospital das Clínicas (SP), comentando a extinção de 80% dos leitos psiquiátricos no Brasil, em função da campanha contra internação em manicômios: “Há uma legião de pessoas que exigem atenção permanente, profunda e que estão abandonadas nas ruas ou sobrecarregando familiares em casa”.

 

*Hoje, das 8 às 14 horas, no Centro de Convenções de Maceió, acontece a II Audiência Pública Regionalizada sobre o Trabalho Infantil e Juvenil. Neste ano o tema será “A Importância da Intersetorialidade no Combate ao Trabalho Infantil e Juvenil”.

*O Detran/AL realiza hoje, às 9h30m, no seu auditório, ação pelo Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidentes de Trânsito. E lembra: o trânsito é uma das principais causas de morte entre pessoas de 5 e 44 anos, matando mais de 1,3 milhão por ano.

* “Ibys Maceioh – Violão Brasileiro 40 Anos de Música” é o show de hoje do projeto Quinta no Arena, realização da Diteal. Às 19h30m, no Teatro de Arena Sérgio Cardoso. No show Ibys Maceioh produzirá CD comemorativo aos seus 40 anos de carreira.

*Atividades de hoje dos 106 anos do Teatro Deodoro: 16 horas, no Complexo Cultural Teatro Deodoro, projeto “Caricatura Solidária”; 19 horas, no Teatro Deodoro, lançamento do livro “Bebgor”, de Pedro Onofre; 20 horas, encenação da peça “Bebgor”.

*A quarta edição do Fórum Mestre Zumba prossegue hoje, com atividades a partir das 8h30m, no Museu Théo Brandão de Antropologia e Folclore, e às 15h30m, no Cenarte – Centro de Belas Artes de Alagoas. A programação prossegue até amanhã.

*A Biblioteca Pública Graciliano Ramos e a Fundação Cultural Palmares lançaram as obras vencedores do Prêmio Oliveira Silveira, contemplando trabalhos com temática afro-brasileira. Incluindo “Haussá 1815”, de Júlio César Andrade, de Rio Largo.

*O projeto “Curta Alagoas” exibe hoje curtas-metragens produzidos por estudantes do Ateliê Sesc de Cinema. Às 18h30m, no Teatro Jofre Soares, incluindo lançamento do curta “Isso Vale Um Filme”, sobre a história do antigo Cine Plaza, no Poço.


“Não tem condição”

João Dória

Prefeito eleito de São Paulo, ao dizer que servidores municipais não terão reajuste salarial em 2017