Roberto Baia

4 de novembro de 2016

Ato de repúdio

A Associação do Ministério Público de Alagoas estará hoje, sexta-feira (4) em São José da Tapera para realizar um ato em favor do promotor de Justiça Luiz Tenório. O membro do Ministério Público Estadual de Alagoas (MPE/AL) foi vítima de agressões verbais feitas pelo deputado estadual Olavo Calheiros (PMDB). As agressões teriam ocorrido há mais de um mês.

O ato da AMPAL será na Câmara Municipal de São José da Tapera, e vai reunir a presidente da entidade, Adilza Inácio de Freitas, outros membros da diretoria da Associação, o procurador-geral de Justiça, Sérgio Jucá, integrantes do Grupo Estadual de Combate às Organizações Criminosas (Gecoc), promotores de Justiça e prefeitos e vereadores dos municípios de Tapera, Olho D'Água das Flores, Olivença, Senador Rui Palmeira e Carneiros, além do prefeito eleito de Monteirópolis.

 

Durante comício

 

Também vão comparecer representantes de conselhos tutelares, da igreja católica e de Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e de Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas). Segundo a assessoria de comunicação do Ministério Público de Alagoas “A motivação do ato foram os ataques deferidos pelo deputado Olavo Calheiros (PMDB), em 26 de setembro passado, quando o peemedebista insultou o promotor de Justiça Luiz Tenório durante um comício no município de Monteirópolis. Na ocasião, Calheiros participava de uma atividade de campanha do atual prefeito Elmo Medeiros, também do PMDB”.

 

Desvio de recursos

Para a Ampal, as críticas ocorreram porque, tanto o deputado, quanto o prefeito, não gostaram do trabalho desenvolvido por Luiz Tenório naquela cidade. Elmo Medeiros é alvo de uma ação por ato de improbidade administrativa ajuizada por Tenório. O gestor, secretários e ex-secretários municipais são apontados como participantes de um esquema de desvio de recursos público e pesam contra eles as acusações de peculato (art. 312 Código Penal (CP)), falsidade ideológica, uso de documentos falsos, fraude em licitação e organização criminosa, além de crimes de responsabilidade

 

Carro pipa

A retomada da Operação Carro-Pipa já tem data confirmada para iniciar os trabalhos no combate à seca, garantindo água de qualidade para o consumo humano e animal, em ao menos 40 municípios alagoanos: dia 1º de dezembro. Segundo a Defesa Civil de Alagoas, o credenciamento dos 100 caminhões contratados pelo governo, que irão atuar na ação, vai acontecer ao longo do mês de novembro.

 

Distribuição de água

De acordo com o coordenador da Defesa Civil, major Moisés Melo, serão 120 dias de Operação, a contar do dia 1º de dezembro, em 40 municípios. Além dos locais beneficiados com a ação, o Exército vem atuando de forma contundente nas áreas necessitadas. “A operação contará com 100 caminhões e 20 homens para atuarem na fiscalização, suporte e controle da ação. Serão, no mínimo, quatro meses de apoio à população dessas cidades. Os recursos estão assegurados pelo Ministério da Integração, na ordem de R$ 5 milhões e já estão na conta da Defesa Civil”.

 

 

Novos atletas

 

O mais novo presidente do ASA, o radialista Nelson Filho, disse que o clube já tem no mínimo dez jogadores verbalmente acertados para a próxima temporada. Ele comentou ainda que os nomes só serão revelados após a assinatura dos contratos. Sobre os atletas formados nas categorias de base do Alvinegro, ele revelou que alguns devem ter seus vínculos renovados.

 

“Algumas peças da base serão aproveitadas, alguns têm contrato em vigência e outros terão seus contratos renovados. Muitos contatos já foram feitos e muitos contratos, verbalmente, também. Mas só serão divulgados quando passar para o papel. Nós já temos de novidade no mínimo uns dez jogadores que poderão ser apresentados no futuro bem próximo”. 

 

 

Ifal em greve 1

 

Os servidores do Instituto Federal de Alagoas (Ifal) em assembleia realizada na tarde desta quinta-feira, 03, decidiram entrar em greve por tempo indeterminado. A medida foi tomada como forma de manifesto contrário à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241.

 

Ifal em greve 2

 

Os servidores técnicos administrativos e os professores, que paralisam as atividades a partir do dia 11, defendem que a medida traz prejuízos para a educação. Na quarta-feira, dia 26 de outubro o campus do Ifal em Maceió foi ocupado por estudantes contrários à PEC 241, agora PEC 55. A unidade do Instituto em Marechal Deodoro também está ocupada por estudantes.

 

Adiado novamente

 

A 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Alagoas deu continuidade, nesta quinta-feira (3), ao julgamento do processo referente à “Operação Taturana”, mas o caso não chegou a um desfecho, devido à regra processual civil que prevê a ampliação do julgamento em caso de votação não unânime.

 

Fim de novembro

O desembargador Celyrio Adamastor divergiu votando para reconhecer irregularidades processuais alegadas pelas defesas dos réus Arthur Lira, Cícero Amélio e Cícero Almeida. Por isso, o julgamento fica suspenso para todos e só será retomado no dia 28 de novembro, conforme já informou o desembargador Domingos Neto, presidente da Câmara.

  

… Thammy Miranda, filho da cantora Gretchen, anunciou no Instagram que, a partir de 2017, vai assumir um cargo na Prefeitura de Maragogi. Ele afirma que passará a exercer a função de Relações Públicas (RP) na Secretaria Municipal de Turismo da cidade. 

… Na postagem, ele agradeceu pela confiança ao prefeito Sérgio Lira, que foi eleito no último pleito, e também declarou amor por Maragogi. 

… “Cidade q eu amo, respeito e sei do potencial em se desenvolver e gerar muitos empregos!!! Vamos com toda força, fé e responsabilidade fazer uma Maragogi muito melhor!” (Sic), escreveu Thammy no Instagram.