Flávio Gomes

9 de outubro de 2016

O mais no mesmo

Do jornalista Carlos Chagas, no site “Diário do Poder”, sobre as eleições do domingo passado: “O desinteresse do eleitorado ficou claro a partir da divulgação das abstenções, não fosse também óbvio o sentimento de repúdio da nação a todos os candidatos, detectado nas campanhas. Não há nada a esperar dos prefeitos das capitais, eleitos alguns no primeiro turno e outros levando seu desespero para o segundo, no fim do mês. Sequer a situação mudará com a projeção dessas eleições para 2018, quando um novo presidente emergirá dos computadores. Tanto faz quem será. O cidadão comum registrará o mais no mesmo, daqui a dois anos, com a confirmação de igual descrédito pelo futuro vencedor. Passou a época do entusiasmo pelos eleitos. Cada um trará o descrédito em sua bagagem, assim como os prefeitos escolhidos ou por escolher. As eleições não empolgam mais ninguém. Até a falta delas.”

Só fumaça

No final do primeiro ano de mandato de Renan Filho circularam rumores de que o governador iria fazer mudanças no secretariado. Ele próprio insinuava isso. Agora, no final do segundo ano da gestão, volta a se falar em mini reforma na equipe. Deve ser, no momento atual, para engajar seu pessoal na campanha de Almeida.

Mudança

O vereador e jornalista Júlio Cezar, eleito prefeito de Palmeira dos Índios, é exemplo de o quanto foi forte o sentimento de renovação. Contra prefeitura, governo do Estado, ex-governadores Ronaldo Lessa e Téo Vilela e o presidente do Congresso, Renan Calheiros, obteve 12 mil votos de diferença sobre Doutora Verônica.

Reforço

Lobão, com 24 mil votos, na disputa pela Câmara Municipal de Maceió, entrou no patamar da recordista Heloísa Helena, que em 2008 obteve 29 mil votos e em 2012 conseguiu cerca de 20 mil. No segundo turno da eleição de prefeito ele reafirmou apoio a Rui Palmeira, colando, o dia todo, no candidato do PSDB.

De saída

Trecho de carta de intelectuais que deixaram o partido Rede Sustentabilidade, liderado por Marina Silva e, em Alagoas, por Heloísa Helena: “A sociedade brasileira não sabe o que pensa a Rede, nem consegue situá-la no espectro político-ideológico. A autoindulgente declaração de respeito às diferenças internas não basta para dar identidade a um partido e justificar sua existência.”

Compromisso

O governador Renan Filho promete que ainda este ano será iniciada a construção do Hospital Metropolitano, em Maceió. Diz ainda que um novo hospital será construído em Porto Calvo e que também está programada a construção de um hospital em União dos Palmares, além de ampliação e reforma dos hospitais de Delmiro Gouveia e Viçosa.

Avaliação

A poucos dias de iniciar os testes para reduzir a vazão do rio São Francisco, de 800 para 700 metros cúbicos por segundo, a Chesf está em dúvida se conseguirá implantar a medida autorizada pelo Ibama. A questão voltará a ser discutida na próxima segunda-feira, 10, em Brasília, em reunião que será transmitida por videoconferência. 

Fora de pauta

De Jamil Chade, no “Estadão”: “A ONU não considera o caso aberto pelos advogados de Luiz Inácio Lula da Silva na entidade como ‘urgente’ e deixou sua avaliação para 2017. O Alto Comissariado das Nações Unidas para Direitos Humanos confirmou ao Estado que o caso do ex-presidente brasileiro não entrará na agenda de reuniões”.

 

* ‘Brincar e aprender” é o tema e principal apelo à comunidade para a quinta edição do “Cepa Vivo”, neste sábado, a partir das 8 horas, na Escola Estadual José Correia Titara. A proposta é proporcionar atividades lúdicas e culturais aos participantes.

 

*O projeto “Resgatar”, do Núcleo de Saúde Pública da Faculdade de Medicina da Ufal, realiza neste sábado atividade em comemoração ao Dia das Crianças, na Pediatria do Hospital Geral do Estado. O tema deste ano será “A magia do circo”.

Acontece neste domingo mais uma edição do projeto “Ocupe a Praça, Maceió”, na Região Administrativa 7, com atividades culturais. As apresentações serão na Praça Graciliano Ramos, no Conjunto Graciliano Ramos, a partir das 15 horas.


*Na próxima 2ª feira, 11 horas, no Parque Shopping, ocorrerá o lançamento da segunda etapa da campanha “Alagoas te faz feliz – Litoral alagoano”, da Sedetur. “Oportunidade de ver as belezas naturais e conhecer mais a gastronomia da região”, diz o convite.

*E nas próximas segunda e terça-feiras o Centro de Convenções recebe a 4ª edição do Seminário do Projeto Associação Legal, promoção do Ministério Público do Estado, em parceria com a Federação das Associações de Moradores e Entidades Comunitárias.

*Este sábado é um dia importante na história do ASA, que enfrenta o Guarani, em Campinas, podendo perder por até um gol de diferença para voltar à Série B do Campeonato Brasileiro. O jogo é às 19 horas, no Estádio Brinco de Ouro da Princesa.

*Em Curitiba, às 21 horas, o CRB tenta manter acesa a chama do sonho, a esta altura quase impossível, de se classificar para a Série A do Brasileiro. O adversário é o Paraná Clube, concorrente direto por uma das quatro vagas em disputa na Série B.

 

“Não se pode pedir a uma pessoa o que ela não é, nunca foi”

Fernando Henrique Cardoso

Ex-presidente da República, ao dizer que Michel Temer nunca foi líder popular