Blog do Dresch

25 de setembro de 2016

A soja como alternativa agrícola

              A soja já se mostrou como uma alternativa agrícola interessante do ponto de vista econômico e do índice de produtividade. A opinião é do superintendente de Desenvolvimento da Secretaria de Agricultura, Hibernon Cavalcante, que vai coordenar, na próxima terça feira (4) o segundo Dia de Campo sobre a soja. O evento acontece em Campo Alegre e terá a participação de técnicos, produtores, fornecedores de máquinas e fertilizantes, instituições bancárias oficiais e o sistema produtivo agrícola como um todo. A área cultivada, de 200 hectares, antes era usada para o plantio de cana-de-açúcar, e agora abriga cinco variedades de soja.

Soja: Uma alternativa agrícola 2

             Mesmo enfrentando adversidades climáticas, a produção de soja na área de Campo Alegre, tem atingido entre 30 a 40 sacas por hectare, dependendo da variedade. “Se houve uma melhor distribuição das chuvas esta produção, com certeza, seria bem maior” explicou Hibernon. No ano passado, a produção de soja foi exportada para a Rússia, fato que deve se repetir neste ano, porém existe um compromisso de Alagoas também comercializar parte da produção para estados do Nordeste, como Pernambuco e Piauí. A estimativa é de que a produção atinja um total de 650 toneladas.

 

Desaposentação no STF

                   Atenção aposentados que voltaram ao trabalho: O Supremo Tribunal Federal retoma o julgamento da chamada desaposentação (possibilidade de o aposentado pedir a revisão seu benefício por voltado ao trabalho e contribuir para a Previdência Social) no próximo dia 26 de Outubro. A decisão sobre o assunto foi suspensa em 2014, para um pedido de vistas da ministra Rosa Weber. O plenário do STF está dividido em relação à validade do benefício, que não é reconhecido na legislação da Previdência, mas a Justiça têm dado ganho de causa a ações impetradas por aposentados. O ministro Luis Roberto Barroso admitiu a desaposentação e estabeleceu critérios para o recálculo. Ele entende que o pedido de revisão deverá levar em conta o tempo e o valor de todo o período de contribuição, englobando a fase anterior e posterior da primeira aposentadoria. Marco Aurélio Mello não reconhece o termo mas admite o recálculo. Teori Zawascki e Dias Toffoli votaram pela impossibilidade do reconhecimento. A aposentadoria é calculada de acordo com a média da contribuição. O valor é multiplicado pelo fator previdenciário, cálculo que leva em conta o tempo e o valor da contribuição, a idade e a expectativa de vida.

 

Vacina contra dengue

               Outros quatro estados começaram a testar a terceira e última etapa da vacina da dengue, desenvolvida pelo Instituto Butantan. Os ensaios clínicos  começam dia 5 de Outubro em Brasília e Cuiabá, e dia 19 em Recife e Belo Horizonte. Até agora os testes envolvem 17 mil voluntários em 13 cidades brasileiras. Esta é a primeira vacina do mundo tetravalente com dose única e contra quatro tipos de vírus, com altíssimo índice de proteção, garantem os pesquisadores. Esta primeira etapa servirá para comprovar a eficácia da vacina. Do total de voluntários, dois terços receberão a vacina e o restante receberá um placebo, com as características da vacina, mas sem qualquer efeito. Ninguém, nem a equipe médica, saberá quem recebeu a vacina, ou o placebo.

Duplicação do gasoduto

                A Algás já deu início á duplicação do gasoduto Pilar-Marechal Deodoro, que permitirá a ampliação do fornecimento de gás natural ao Distrito Industrial José Aprígio Vilela, potencializando a capacidade das indústrias ali instaladas e garantindo a instalação de novas indústrias. O projeto tem 15 quilômetros de extensão e na sua conclusão a companhia aumentará consideravelmente seu potencial de distribuição do energético na área que corresponde a grande Maceió.

Obstáculos do crescimento

                O acesso a uma saúde de qualidade, o planejamento familiar e a redução da mortalidade materna e infantil estão entre as melhorias alcançadas pelos países na busca do Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Apesar destes avanços, a obesidade infantil, o consumo de álcool e as mortes causadas pela violência continuam sendo os grandes obstáculos para muitas nações não atingirem as metas. As conquistas e os desafios estão listados no estudo “Global Burden of Disense (GBD) divulgado esta semana. O relatório analisou o progresso de 188 países em 33 indicadores relacionados à saúde.

Obstáculos do crescimento 2

                Os países foram classificados em uma pontuação de zero a 100, e divididos em categorias com base em uma combinação de educação, fertilidade e renda per capita. A Islândia ficou no topo com 85 pontos e a República Centro-Africana em último com 25 pontos. O Brasil ficou na 90ª posição com 60 pontos. O pior quesito no caso brasileiro foi a violência. O país se destacou n redução da mortalidade infantil, eliminando quase 50% das mortes de crianças com menos de 5 anos. Também melhorou o acesso a serviços essenciais de saúde, no tratamento do HIV e menos pessoas estão morrendo por beber água contaminada e por falta de saneamento.

 

 

  • Nesta segunda feira (26) a greve dos Bancários chega a 21 dias, mesmo período de duração da paralisação do ano passado. Com a diferença de que, atualmente as negociações estão até paralisadas.
  • Os trabalhadores farão uma reunião nesta segunda para definir os rumos da paralisação. Os bancos permanecem intransigentes e só ofereceram até agora um reajuste salarial de 7%.
  • A proposta ainda está distante do pleito dos bancários que querem mais de 14%, sendo 5% de ganho real acima da inflação (9%).
  • Os trabalhadores apontam que conseguiram fechar mais de 13 mil agências e 43 centros administrativos. De a ordo com o Banco Central o país tem hoje 22.676 agências bancárias instaladas.
  • A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) lembra aos clientes que é possível usar os caixas eletrônicos para agendamento e pagamento de contas (desde que não vencidas), saques, depósitos, emissão de folhas de cheques, transferências e saques de benefícios sociais.