21 de setembro de 2016

SUS (Sistema único de saúde).

Escuto sempre que o programa SUS é uma maravilha no papel, porém na prática varia. Não funciona e nem atende as expectativas dos usuários!

Agora vejo no aplicativo/rede social Facebook um post rolando dizendo: “eu confio no SUS”. Não sei identificar de onde vem ou para onde vai.

Recordo que durante um dos governos do presidente Luiz Inácio participando de um Congresso na cidade do Rio de Janeiro li uma declaração do ex-presidente citado acima, no jornal O Globo que dizia: a saúde no Brasil é igual à do primeiro mundo!

Acredito que o mesmo se referia ao atendimento que teria tido no Hospital Sírio e Libanês de São Paulo.

Como servidor público concursado no último concurso federal para a área de saúde, prestava na época, meus serviços no PAM Salgadinho que é um posto de referencia em Maceió. Atendendo na especialidade de ortopedia/traumatologia.

Radiografia: o aparelho do posto funcionava uma semana parava por seis meses. Defeitos vários. Inclusive no aparelho de ar condicionado que inviabilizava as radiografias e sua revelação.

Medicamentos, que na época de um prefeito que hoje é novamente candidato, só existia um analgésico, um anti-inflamatório e um antibiótico. Caso o paciente necessitasse de um anti-inflamatório injetável não existia. Relaxante muscular menos ainda. Uma dor mais forte não se tinha codeína ou tramadol.

Exames outros complementares eram solicitados por papel específico que acabava em menos de quinze dias.  Tomografia, ressonância, ultrassom e densitometria só com formulário de alta complexidade. No mínimo seis meses de espera.

Medicamentos para osteoporose eram considerados como de alto custo!? A cada três meses os pacientes tinham que retornar para nova receita e novos exames exigidos por burocratas!

Será então que o SUS no papel é mesmo a maior maravilha? Será que os burocratas não conseguem tirar do papel e colocar para funcionar? Será que os políticos não conseguem administrar as verbas existentes? Ou seremos nós prestadores de serviço e usuários que não exigimos nossos direitos?