Roberto Baia

21 de setembro de 2016

Eleições em Pão de Açúcar

Vista como uma das cidades com as eleições mais pacatas de Alagoas, Pão de Açúcar, cidade as margens do Rio São Francisco, possui quatro nomes disputando as eleições do executivo. Dr. Eraldinho (PSD), Dr. Flávio (PMDB), Eliane (PV) e Cliuton Santos (SD).  O médico Eraldo Almeida Cruz, o Dr. Eraldinho, do PSD, desponta como provável favorito das eleições, de acordo com os resultados das últimas pesquisas de intenção de votos, promovidas na cidade desde o período pré-eleitoral.

 

Família política

Dr. Eraldinho é o candidato da coligação “Por uma Nova Pão de Açúcar”, que possui 12 partidos. Ele é neto do ex-prefeito Eraldo Lacet Cruz e filho da vereadora Branca Andrade, o candidato decidiu pela primeira vez concorrer a um cargo eletivo e pretende transformar a cidade atuando com mais intensidade em área como educação e saúde, por exemplo.

 

Trabalho pé no chão

De acordo com o candidato, Dr. Eraldinho, o trabalho de campanha dele consiste em andar as residências e apresentar propostas viáveis, “pé no chão” como ele prefere chamar. “É um diferencial da nossa campanha. Não apresentamos propostas irreais, enganadoras. A oposição tentou enganar o eleitor distribuindo um cartão que seria uma espécie de bolsa família municipal. A Justiça Eleitoral e a Polícia Federal já apreenderam todos, após denúncias feitas pelos próprios eleitores. Fazendo também um trabalho de conscientização de que o voto não tem preço.

 

Boa ação

O que aparentava ser ideia simples resultou em grande sucesso em Arapiraca. No último sábado (17) estudantes da rede municipal participaram de uma Gincana Beneficente. A proposta da organização foi incentivar o conhecimento e a caridade. Ela foi elaborada pensando na diversão dos estudantes, que disputaram com provas de torta na cara e corrida de saco.

 

Boa Ação 2

A gincana resultou na arrecadação de mais de duas toneladas de alimentos. O evento contou com a participação de seis escolas de Arapiraca. Foram premiados primeiro, segundo e terceiro lugar, as colocações ficaram respectivamente com as escolas: Domingos Lopes, Tibúrcio Valeriano e Pedro Correia. 

 

Mantendo o rítmo

Com a classificação assegurada no último domingo (18) no empate com a equipe do ABC, no Estádio do Frasqueirão, em Natal, o elenco da Agremiação Sportiva Arapiraquense (ASA), para manter o ritmo da equipe, se reapresentou ontem, terça-feira (20), para a maratona de treinos no Fumeirão.

Pensando nos jogos

Sob a coordenação do técnico Paulo Foiani e do preparador físico Rodrigo Albuquerque, os atletas alvinegros fizeram sessões de treinos técnicos, físicos e táticos com o foco totalmente voltado para o decisivo confronto diante do Guarani de Campinas.

Joga m Casa

ASA e Guarani fazem o primeiro confronto no dia primeiro de outubro, sábado, às 19h, no Estádio Municipal Coaracy da Mata Fonseca. Esse é o primeiro passo para a vaga na Série B do Campeonato Brasileiro de 2017.

 

Lava Jato/exibicionismo

O presidente do Senado, Renan Calheiros, disse nesta terça-feira, que as investigações da Lava Jato precisam separar o “joio do trigo”. Para Renan Calheiros, episódios como a denúncia apresentada contra o ex-presidente Lula, na semana passada, retiram prestígio do Ministério Público: “Eu acho que a Lava Jato é um avanço civilizatório, mas tem a responsabilidade de separar o “joio do trigo”, acabar com o exibicionismo e fazer denúncias consistentes”, enfatizou o presidente do Senado.

 

Lava Jato/exibicionismo 2

Em conversa com os jornalistas, nesta terça-feira, o presidente do Senado, Renan Calheiros, defendeu que não se pode fazer denúncias por “mobilização política”: “É preciso fazer denúncias, claro, investigar, claro, mas fazer denúncias que tenham começo, meio e fim, que sejam consistentes. E não fazer denúncias por mobilização política, porque com isso o país perde, as instituições perdem também”, disse ele.

 

 … Dois grandes clubes brasileiros e cariocas – Botafogo e Fluminense – podem, a partir de hoje, exibir a marca de patrocínio da Caixa em seus uniformes. Mesmo sem assinar os contratos (existem pontos pendentes), os dois clubes cariocas já podem estampar o patrocínio da Caixa nas camisetas.

… O presidente do Senado, Renan Calheiros, botafoguense apaixonado, que trabalhou para efetivar essas negociações com a Caixa, participou do encontro na sede da instituição, em Brasília.

… Radiante, Renan exibiu a camisa do glorioso alvinegro com o número 15 às costas, o mesmo número do partido do senador alagoano.