Roberto Baia

18 de setembro de 2016

Indefinição em Canapi

A população de Canapi vive dias de verdadeira indefinição. Isso deve-se ao fato que desde do final de julho a justiça já determinou que o executivo municipal deveria ser assumido pelo vice-prefeito, Genaldo Vieira, pelo presidente da Câmara de vereadores, Luciano Malta, e pelo prefeito, Celso Luiz.

 

Saiu e voltou

O gestor, Celso Luiz, foi afastado acusado de desviar verbas do Fundeb, ele recorreu da decisão e, na semana passada, o ministro do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, suspendeu o afastamento do gestor e definiu que Celso deveria reassumir a cadeira de prefeito.

 

Afastado por um dia

Após a decisão do Supremo, o juiz Dirceu Soares de Moraes, responsável pela Comarca de Mata Grande, ao qual Canapi é integrada, afastou, na última terça-feira (13) o prefeito e a mesa diretora da Câmara de vereadores. Na decisão, o magistrado afirmou que Celso Luiz e os vereadores Arnaldo Barbosa, Luciano Malta e José Vieira teriam interferido nas investigações sobre o desvio do Fundeb. Mas em decisão proferida pelo desembargador Tutmés Airan, na quarta-feira dia 14, o prefeito e toda mesa deveriam retornar aos cargos.

 

Pediu licença

Após toda confusão, de afastamento e retorno, Celso Luiz decidiu se afastar das atividades de gestor. Segue nota enviada pela assessoria do prefeito: “Informamos que o prefeito de Canapi, Celso Luiz Tenório Brandão, irá se ausentar das funções de gestor administrativo durante o período de 30 dias, a partir desta data, por motivos de saúde. Durante esse período a função será exercida interinamente pelo presidente da Câmara Municipal, Luciano Malta, até que Celso Luiz retorne ao cargo de chefia do poder executivo municipal”.

 

Barra de Santo Antônio

A professora Niedja Alves, que há 16 anos leciona na rede pública da Barra de Santo Antônio, denunciou, durante o comício realizado na Praça do Ó, na Ilha da Croa, que foi penalizada pela atual administração municipal, por ter feito reclamações contra o sistema educacional da Barra. As reclamações sobre a educação municipal ocorreram durante o comício realizado na Praça da Vaní, localizado no Centro da Barra de Santo Antônio.

 

 

Falhas na educação

A professora fez uso da palavra para denunciar a perseguição psicológica contra os servidores do município, que temem ser penalizados, caso anuncie sua tendência em votar na candidata da oposição. Niedja, disse que o sistema educacional do município está falido. Segundo ela, falta merenda, material escolar e até giz.

 

Perseguição

Na noite do último sábado (10) quem se encontrava na Praça do Ó, ficou surpreso quando a professora Niedja, ressurgiu no palanque com dois pedaços de esparadrapos, formando um X, que a impedia de abrir a boca. Através de mímica, a professora disse que havia retornado ao comício, para mostrar e alertar a todos participantes do comício, o quanto os professores estão sendo perseguidos pela atual administração.

 

São Luiz do Quitunde

O governador Renan Filho assinou, esta semana, ordem de serviço para recuperar a malha viária no município de São Luís do Quitunde. Ruas e vielas serão recuperadas pelo Programa Pró-Estrada. “A pavimentação asfáltica já começou no município. Vai melhorar a imagem da cidade, melhorar a mobilidade em São Luís do Quitunde”, comentou o governador.  

 

 

Obra esperada

Renan Filho aproveitou para visitar as obras da histórica Escola Messias Gusmão, também em São Luiz do Quitunde, que, segundo a assessoria do governador estaria abandonada há 16 anos. A ordem de serviço, para reforma da escola, foi assinada durante a edição do Governo Presente no Litoral Norte de Alagoas. Na última quarta-feira (14), o governador vistoriou as obras. 

 

Penedo e Arapiraca

A Algás recebe ao longo deste mês os 33 km de dutos de aço carbono que irão constituir a rede de distribuição de gás natural entre Penedo e Arapiraca. O material vem sendo armazenado em uma área estratégica à margem da Rodovia AL-110, situada no município de Arapiraca, e será utilizado na construção das etapas 3 e 4 do empreendimento.

 

… Considerada a maior obra da história da Algás, o novo empreendimento é encarado também como um marco para a interiorização do desenvolvimento em Alagoas. 

… Com o objetivo de arrecadar fundos para trabalhos socioeducativos, culturais e terapêuticos, a ONG Chama Vida realiza até o dia 30 deste mês a exposição do projeto Chamar a Vida Pela Arte.

…  A exposição está disponível no Parque Shopping, no bairro de Cruz das Almas, em Maceió, e conta com canecas, camisetas e bolsas estampadas com obras de 26 artistas plásticos alagoanos.