Roberto Baia

13 de setembro de 2016

Clima de comoção

Em clima de comoção e com a presença de familiares e amigos, foi sepultado na tarde do último domingo, 11, o corpo do tesoureiro da Prefeitura de Arapiraca, José Mendes. Ele faleceu na tarde de sábado, vítima de meningite. A prefeita arapiraquense, Célia Rocha, lamentou o falecimento e disse que Arapiraca perdeu um homem íntegro, que sempre trabalhou com decência e honestidade. Perdi não só um servidor exemplar e fiel, mas acima de tudo um grande amigo”, lamentou. 

 

Faleceu no sábado

José Mendes faleceu após uma semana de tratamento contra meningite. Ele estava internado em Maceió após, segundo informações, passar mal com suspeita de Acidente Vascular Cerebral (AVC), mas, após exames médicos, foi constatado que o arapiraquense estava com meningite. Seu corpo foi sepultado no cemitério Pio Xll.

 

Demora no repasse

Um encontro que ocorreu na tarde desta segunda-feira (12), no auditório da Procuradoria Geral de Justiça, reuniu Ministérios Públicos, funcionários da área de saúde, diretoria de hospitais filantrópicos e o Sindicato dos Hospitais de Alagoas (Sindhospital).

Na ocasião, as unidades de saúde e os trabalhadores reclamaram da demora dos recursos que precisam ser repassados pelo Estado e pelo Município de Maceió em função de serviços prestados pelo SUS.

 

Intermediação

O atraso está acontecendo porque os entes públicos modificaram a data para efetuar esses pagamentos. Os servidores estão ameaçando paralisar as atividades. Promotores de Justiça e procuradores federais vão tentar intermediar uma solução com o Executivo numa reunião que deverá acontecer na próxima semana

 

Dificuldades

A reunião foi comanda pelas promotoras Micheline Tenório e Failde Mendonça, do Núcleo de Defesa da Saúde Pública e da Promotoria de Fundações respectivamente, pela procuradora da República Roberta Bomfim e pelo procurador do Trabalho Cássio Araújo. Solicitada pelo Sindhospital e pelos hospitais do Açúcar, Santa Casa de Maceió e Sanatório, as entidades alegaram estão tendo dificuldades de honrar com seus compromissos, especialmente, com o pagamento dos trabalhadores. O motivo seria o atraso no repasse dos recursos que são de responsabilidade do Estado e da Prefeitura de Maceió.

 

Termina este mês

Irrigantes de perímetros geridos pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) têm somente este mês de setembro para parcelar seus débitos vencidos referentes à tarifa K1: termina no dia 30 a prorrogação do prazo concedida via portaria do Ministério da Integração Nacional (MI) e publicada no Diário Oficial da União (DOU) em 1º de agosto. Atualmente, estão inadimplentes mais de 9,7 mil irrigantes em Sergipe, Alagoas, Bahia, Pernambuco e Minas Gerais.

 

Uso de água

A tarifa K1 refere-se a uso de água e amortização de investimentos feitos pelo Governo Federal na implantação da infraestrutura de irrigação de uso comum dos perímetros. Débitos de titulação de lotes também poderão ser negociados no período. “O governo federal, por meio da Codevasf, deu uma grande oportunidade aos irrigantes para regularizarem seus débitos. É importante que eles façam isso, pois não teremos outra prorrogação. Estamos, inclusive, facilitando o pagamento”, explica o diretor da Área de Gestão de Empreendimentos de Irrigação da Codevasf, Napoleão Casado.

 

Valo do débito

De acordo com levantamento da Codevasf, o valor total de débitos vencidos até 31 de julho de 2016 referentes à K1 chega a R$ 52,4 milhões, e à titulação de lotes é de cerca de R$ 153,3 milhões (incluídos juros e multas), totalizando R$ 205,7 milhões. São mais de 9,7 mil irrigantes inadimplentes nos perímetros irrigados administrados pela empresa, tanto familiar quanto empresarial.

 

Tarifa

A tarifa K1 é essencial para a manutenção de canais, drenos e casas de bombas, para a reposição de equipamentos e para a realização de obras de reabilitação e modernização de infraestruturas de irrigação de uso comum. “É importante salientar que o valor arrecadado por meio dessa tarifa não fica nos cofres públicos. Ele retorna para o produtor como forma de investimento na infraestrutura do perímetro”, ressalta Napoleão Casado.

 

Jogo importante

Todas as atenções do elenco da Agremiação Sportiva Arapiraquense (ASA) estão voltadas para o confronto do próximo domingo (18) no confronto decisivo pela última vaga do grupo A para a fase de grupos do Campeonato Brasileiro da Série C.

O compromisso da rodada é contra o já classificado ABC de Natal, a partir das 19h, no Estádio Maria Lamas Farache, o Frasqueirão, e o técnico Paulo Foiani terá uma semana intensa de trabalhos para conquistar a vaga das quartas-de-final da competição.

 

Inicia hoje

Auxiliado pelos membros da comissão técnica alvinegra, o comandante do Fantasma de Alagoas iniciará os trabalhos nesta terça-feira (13), às 8h30, com treino regenerativo para quem atuou durante todo o jogo e um físico/técnico para quem jogou apenas um tempo ou não entrou na partida.

 

 

… O Ministério Público do Estado de Alagoas, por meio da 24ª Promotoria de Justiça da Capital (Fundações), em parceria com a Federação das Associações de Moradores e Entidades Comunitárias de Alagoas (Famecal) promove, nos dias 10 e 11 de outubro, a quarta edição do “Projeto Associação Legal”.

 

… O evento será realizado no Auditório Virgínio Loureiro, no Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso.

 

… A “Intersetorialidade – De mãos dadas: 1º Setor – 2º Setor – 3º Setor pela paz e bem-estar social” é a temática da vez. Trata-se de uma discussão sobre planejamento e articulação para realização de ações coletivas e mobilização de estratégias e competências para a execução dos objetivos comuns.