Blog do Dresch

4 de setembro de 2016

O combate aos vazamentos em Maceió

                   Um dos principais problemas enfrentados pela Companhia de Saneamento e Abastecimento de Água de Alagoas (Casal) em Maceió, é o grande número de vazamentos da sua rede de distribuição de água. Para o combate efetivo ao problema, a companhia contratou três empresas, que junto a uma equipe técnica própria consertou em um ano 12.676 vazamentos na capital. “Esse era um compromisso que tínhamos com a população, para melhorar todo o sistema de abastecimento d’água” disse o presidente da Casal, Clécio Falcão. O trabalho teve início em Agosto de 2015 e até o final de Julho de 2016 chegamos ao número citado, que resultou em grande redução de perdas e manutenção da pressão nas redes, explicou Falcão.

Luta contra os vazamentos 2

                   A capital foi dividida em três áreas de atuação. A área do Farol e adjacências foi entregue à empresa Mult Construções, onde foram sanados 4.474 vazamentos. Na área de Jaraguá, que atendeu a parte baixa da cidade a empresa MC construções consertou 3.339 pontos de vazamentos. Na área de abrangência da parte alta, no Complexo Benedito Bentes, a empresa Michele Construções detectou e solucionou 4.863 vazamentos. Ainda segundo a Casal, atualmente qualquer vazamento na cidade, pode ser solucionado em um prazo de 48 horas, após ser informado é companhia, garantiu o presidente Clécio Falcão.

“Fatiamento” comprova inocência

                   Um dos mais conceituados juristas brasileiros, Dalmo de Abreu Dallari afirmou, em entrevista ao Jornal do Brasil, que o Senado admitiu, ao permitir que a presidente deposta Dilma Rousseff assuma cargos públicos, que jamais conseguiu provar e comprovar os crimes de responsabilidade fiscal que embasaram o pedido de impeachment. “Essa decisão do Senado mostra que a preocupação menor do Congresso Nacional foi com o Brasil, com a população. O processo foi encerrado e estamos até agora sem saber qual foi o crime cometido pela presidente Dilma. Negociaram um jeitinho na votação do impeachment, negociaram contra a Constituição. E porque negociaram esta concessão? Porque até agora não conseguiram demonstrar que Dilma cometeu crime de responsabilidade fiscal” disse Dallari. Na opinião dele, foi por essas razões que o PT teve muita facilidade em negociar a concessão com a cúpula. Aliados de Temer, PMDB, PSDB e o “Centrão” aprovariam a perda do mandato de Dilma, mas para evitar maiores questionamentos e constrangimentos por não terem conseguido provar o crime cometido por Dilma, não tiraram dela a possibilidade de assumir cargos na administração pública, explicou o jurista.

 

Papa elogia acordo de paz

              O histórico acordo de paz, firmado entre o governo da Colômbia e os guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farcs), após 50 anos de conflitos, foi saudado pelo Papa Francisco na última quinta-feira. O Papa reafirmou, em nota divulgada pelo Vaticano “seu apoio com o objetivo de alcançar a reconciliação de todo o povo colombiano, à luz dos direitos humanos e dos valores cristãos, que estão no centro da cultura latino-americana”. O líder católico já agendou uma visita à Colômbia em 2017. Francisco também teve um papel importante no processo de pacificação.

Papa elogia acordo de paz 2

              No ano passado, o presidente colombiano, Juan Manuel dos Santos esteve no Vaticano e conversou com o Papa sobre as negociações com as Farcs e pediu que o Pontífice apoiasse a busca pela Paz. No último dia 25 autoridades de Bogotá e líderes dos guerrilheiros concluíram as negociações, iniciadas três anos antes em Havana, Cuba. A população colombiana participará de um plebiscito para aprovar o documento assinado pelas partes. Nas cinco décadas de conflitos, estima-se que tenham deixado 220 mil mortos, 50 mil desaparecidos e 6,6 milhões de desabrigados.

Romarias preocupam PRF

             O transporte de romeiros de Alagoas, principalmente para a cidade de Juazeiro do Norte (CE), terra de Padre Cícero, preocupa a superintendência da Polícia Rodoviária Federal no estado, tendo em vista a precariedade dos transportes utilizados para a viagem. Levantamentos feitos pela PRF apontam que cerca de 20% dos romeiros que vão para o Ceará nesta época do ano, são originários de Alagoas. A maioria faz a peregrinação como penitência e pagamento de promessas, e se arrisca em transportes irregulares, como caminhões pau-de-arara ou em ônibus em mau estado de conservação.

Romarias preocupam a PRF 2

             No ano passado o tema foi tratado com representantes da Polícia Rodoviária e Bispos de todos os estados do Nordeste, em Palmeira dos Índios. Outro encontro aconteceu no início de 2016, em Juazeiro do Norte, onde novas estratégias foram discutidas. A partir dos cuidados que estão sendo tomados nas rodovias nordestinas o número de fiéis flagrados em paus-de-arara diminuiu 75% de um ano para outro. Em 2014, a PRF abordou 4.861 romeiros em 250 caminhões do tipo pau-de-arara. Em 2015 foram interceptados 1.164 romeiros em 63 caminhões daquele tipo.

 

 

  • A repercussão do impeachment da presidente Dilma Rousseff continua sacudindo a imprensa mundial. Ontem o jornal alemão Der Spiegel publicou uma matéria questionando a legitimidade do processo, classificando-o como sendo de pura motivação política.
  • Segundo o jornal alemão, Michel Temer, que governará o país até 2018, é citado como um político que nunca teria ganho uma eleição presidencial.
  • Diz ainda que a palavra “golpe” tem grande peso na América Latina, apontando que o conceito é associado a generais e tanques nas ruas.
  • As críticas também atingiram o Senado brasileiro, que representa uma classe política que é mais velha que a democracia.
  • “Ela se baseia em dinastias que por décadas governaram estados como se fossem seus reinos. A maioria dos senadores representa um sistema que nunca aceitou a ex-guerrilheira Dilma”.
  • O jornal alemão encerra a reportagem dizendo que não é preciso ser um apoiador de Dilma, Lula ou do PT para constatar que “essa mulher foi vítima de uma injustiça histórica”.