Flávio Gomes

31 de agosto de 2016

O pós-Dilma

Márcio Coimbra, Mestre em Ação Política e coordenador do MBA em Relações Institucionais do Ibmec: “… Na esteira das correções de rumo que o Brasil precisa, fala-se de reformas que começam pela previdência, passam pela área trabalhista e deságuam na política. Sabemos que esta é uma agenda audaciosa, para dizer o mínimo, em um ano eleitoral. A discussão destes temas pode começar este ano, mas dificilmente o parlamento terá fôlego para tratar de assuntos tão densos diante do calendário de eleições municipais. De qualquer forma, uma agenda realista passa pelo começo da discussão da reforma da previdência, fator determinante para o equilíbrio das contas públicas, mas também pelo estabelecimento de um teto para os gastos públicos vinculados à inflação. Esta proposta está pronta e deve ser votada, sendo a primeira grande realização da nova administração… Enquanto a economia tende a se acalmar, a política tende a ferver. As delações podem fazer mais estragos ainda nesta esfera. Coloque no baralho o processo de cassação de Eduardo Cunha, um governo tentando se firmar, o Senado na linha de tiro da Lava Jato e um Supremo que começa a sentir o calor vindo de Curitiba. Diante de um quadro como este, o pós-Dilma pode guardar emoções difíceis de prever.”

 

Ocaso 

O deputado federal Paulão, candidato a prefeito de Maceió, não usa, como fazia em campanhas anteriores, a estrela vermelha do PT. Agora é uma estrela amarela. Tem sido assim com os candidatos petistas, no Brasil inteiro. A estrela vermelha já significou decência e esperança. Hoje, lembra vergonha e decepção.

Posição

Do site Cada Minuto: “O senador Collor disse ontem em entrevista à Rádio Jovem Pan que se sente desconfortável na situação de julgar a presidente afastada Dilma, falou que imagina o sentimento dela, mas deixou claro sua posição no julgamento. Ele julga que Dilma cometeu, de fato, crime de responsabilidade.”

Agenda 

O deputado estadual Rodrigo Cunha (PSDB) e o promotor de justiça e ex-secretário de Segurança Pública Alfredo Gaspar de Mendonça Neto estão entre os conferencistas da 12ª Semana de Direitos Humanos, promovida pela faculdade Seune. O ciclo de palestras vai ser aberto hoje e prossegue até 4 de setembro.

Crise?

Pode parecer surreal, em época de pouco dinheiro, mas o governo estadual dá andamento ao projeto de construção de uma ponte sobre a Lagoa Manguaba, ligando Maceió a Coqueiro Seco. É que lá está sendo implantado um condomínio residencial de luxo. Para poucos e bons, como diziam antigos colunistas sociais.

Tradição

Samyr Malta é um dos jovens nomes que estão na disputa por uma vaga na Câmara Municipal de Maceió. É filho do ex-deputado estadual César Malta, de tradicional família do Sertão alagoano. Filiado ao PSDC, Samyr é do bloco de vereadores que apoiam a candidatura de João Henrique Caldas a prefeito.

Reverência

O desembargador João Luiz Azevedo Lessa, presidente do TJ, elogiou de público seu sucessor, Otávio Leão Praxedes: “Vossa Excelência tem inteligência e idoneidade e conduzirá o Tribunal muito bem”.  Celyrio Adamastor Tenório Accioly foi eleito vice-presidente e Paulo Barros da Silva Lima o Corregedor-geral de Justiça.

 

Opinião

Pedro Simon, 86 anos, 32 de senador e fundador do PMDB, sobre o impeachment: “Não podemos falar em golpe ou coisa parecida porque os órgãos funcionaram, o Congresso funcionou, o STF funcionou. Foi uma página bonita. Claro que não gostaríamos que isso tivesse acontecido, mas faz parte da democracia.”

 

 

*Encerra-se hoje o prazo para adesão ao Programa de Recuperação Fiscal (Profis) do IPVA. Nos casos de inscritos em dívida ativa o contribuinte deve se dirigir ao prédio da Procuradoria Geral do Estado para realizar a negociação presencial do débito.

*A 7ª edição da Feira Literária de Marechal Deodoro (Flimar) tem início hoje e segue até sábado, com palestras, oficinas e exibições musicais. A médica alagoana Nise da Silveira, in memoriam, e o cantor e compositor Fagner serão os homenageados.

*A Biblioteca Central da Ufal, no Campus A. C. Simões, abriga, só até hoje, a exposição “Théo Brandão Itinerante”, composta de peças do Museu Théo Brandão de Antropologia e Folclore. Aberta ao público, a mostra tem peças da cultura e do folclore.

 

*Alunos de graduação em Administração Pública da Ufal, coordenados pelo professor Araken Oliveira, promovem hoje a palestra “A importância do diálogo entre cidadãos sobre a temática trânsito”. Às 19 horas, na sala de multimeios do bloco 18.

 

*Inicia-se hoje a execução do projeto de Colação Social no interior, para permitir que familiares e amigos prestigiem o encerramento de um ciclo para os alunos da Ufal. A primeira colação social será no Campus do Sertão, em Delmiro Gouveia, às 19 horas. 

 

*A Diretoria de Teatros do Estado de Alagoas realiza hoje mais uma apresentação do projeto “Quartas Eruditas”. A partir das 15h30m, com acesso gratuito, no Complexo Cultural do Teatro Deodoro. No repertório, Mozart, Brahms, Tom Jobim e Pixinguinha.

 

*Com música e poesia, o show “Nós, Poetas”, do grupo “Nó na Garganta”, é a atração de hoje do projeto Teatro Deodoro é o Maior Barato, a partir das 19 horas. O show tem a ver com a leitura de obras literárias dos membros da confraria “Nós, Poetas”.

 

“No Direito, corre a vida e a vida não tem aritmética”

Ministra Cármen Lúcia

Presidente eleita do Supremo Tribunal Federal