Flávio Gomes

30 de agosto de 2016

O Brasil irreal de Temer

Do jornalista Jorge Oliveira: “Não vamos nos deixar iludir: a nossa tímida recuperação econômica deve-se principalmente ao fato do banimento do PT do poder que deixou a classe empresarial e o povo em geral mais esperançosos e otimistas quanto ao futuro do país. Contribuem também para isso o afastamento da Dilma da presidência, a operação Lava Jato – que intimida os corruptos – e a perspectiva do fim da influência do PT na máquina pública. Portanto, ainda não podemos atribuir ao Temer e a sua equipe essa reação discreta da economia. Até agora, o presidente só gastou. Gasta bilhões com o aumento dos salários dos servidores públicos e ameaça gastar – veja só! – muito dinheiro com a publicidade estatal no próximo ano. É espantoso saber que o governo projeta torrar em 2017 mais 20% em publicidade institucional, como apurou o jornalista Ivanir Bortot, do site ‘Os divergentes’. Isto quer dizer o seguinte: Temer vai liberar para divulgação oficial a bagatela de 350 milhões de reais. É isso mesmo, 350 milhões de reais! Em um país em crise, não deixa de ser uma afronta ao contribuinte que um governo, que pretende economizar e enxugar as empresas estatais, destine mais recursos à publicidade do que a administração corrupta da Dilma que fez a festa das agências e da mídia com 290 milhões de reais e, mesmo assim, está sendo apeada do poder…”

 

Defesa

O senador Renan Calheiros minimiza os efeitos de um aumento salarial para o Poder Judiciário: “Não significa que vamos compartilhar o entendimento de que o problema fiscal do Brasil é em função do reajuste do Poder Judiciário. Isso é uma ‘pequenez’ que restringe muito a discussão e não dá para concordar com ela.”

 

Cenário

Conceituado dentista, leitor desta Conjuntura, que também é funcionário da Prefeitura de Maceió e atende num posto de saúde do Tabuleiro, está impressionado com a receptividade à candidatura de Cícero Almeida. “Pelo que escuto por lá, de cada 10 votos um é para o Cícero. Será preciso mudar muito para virar”, diz.

 

Proposta 

Do deputado federal Paulão, candidato a prefeito de Maceió pelo PT, em sabatina na TV Pajuçara: “Um dos grandes desafios é a falta de democratização, a falta de diálogo com a sociedade. É necessário implantar um orçamento participativo, chegar em cada bairro e discutir o problema da comunidade. Isso é gestão democrática.”

Cidadania

O deputado estadual Rodrigo Cunha (PSDB) lançou a campanha #EuEleitor, visando orientar o cidadão para o voto consciente e a participar da eleição. E justifica: “É ali que você escolhe quem vai gerir seu Estado, seu município”. Rodrigo sugere também que o eleitor pesquise sobre quem pretende dar o seu voto.

 

Conede

Rosinha Cavalcante Estrela, ex-vereadora e deputada federal, Secretária Nacional da Pessoa com Deficiência, foi escolhida para a vice-presidência do Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência. “No Brasil há 45,6 milhões de pessoas com alguma deficiência – 23,92% da população”, informa sua assessoria.


Crença

Nota subscrita pelo presidente da Federação das Indústrias de Alagoas, José Carlos Lyra, admite o fim de “uma economia em retração e elevada taxa de desemprego” com a efetivação de Michel Temer. A nota apregoa “firme convicção do início de uma nova e breve retomada desenvolvimentista do Brasil”.

Opinião 

Simone Tebet, senadora do PMDB/MS: “Golpe de Estado é um termo jurídico, significa uma ruptura inconstitucional. Isso não houve. O impeachment está na Constituição. Preservados os pressupostos jurídicos preliminares, a decisão é política. Tanto que não cabe recurso ao Supremo. Os livros vão deixar tudo muito claro.”

 

 

*Cerca de três mil micro e pequenos empreendedores estão sendo homenageados pelo Banco do Nordeste. Em Alagoas, os eventos se iniciam hoje, 19 horas, em Olho D´Água das Flores. Em sete meses de operação, a agência já contratou R$ 6 milhões.


*O Cenarte abriu matrículas, até 9 de setembro, para nova turma do curso de capoeira, ministrada pelo mestre “Jacaré”, Registro do Patrimônio Vivo. Podem participar das aulas qualquer pessoa a partir 7 anos. O início das atividades será em 14 de setembro.

 

*Continuam no Complexo Cultural Teatro Deodoro as exposições “Amostra Grátis – 2ª edição”, com obras de 13 artistas, fotografadas por Pablo de Luca, e “3 em UMA”, da artista visual Myrna Maracajá. As exposições podem ser vistas até 30 de setembro.

 

*A exposição “Alagoas é Muito Mais” permanece até 12 de setembro, no Parque Shopping Maceió, com fotografias que registram as belezas da região “Caminhos do São Francisco”. Na mostra há exibição de peças do artesanato da região ribeirinha.

*O CSA praticamente consolidou sua ascensão à Série C do Brasileiro, ao ganhar do Ituano, em São Paulo, por 2×1. Até o mais pessimista torcedor acredita que o time repete a dose no próximo domingo, dia 4, no Trapichão, e garante a vaga.

*O ASA perdeu do Cuiabá por 2×0, fora de casa, mas depende só de mais uma vitória para se manter na Série C em 2017. E tem chances ainda de subir à Série B. Domingo, o ASA recebe o Fortaleza, às 16 horas, no Estádio Coaracy da Mata Fonseca.

*Ao empatar com o Ceará (1×1) o CRB chegou ao 5o jogo seguido sem vitória. Se não ganhar hoje do Oeste, às 20h30m, no Trapichão, começará a fazer conta para se manter na Série B. O técnico Mazola ressalta, porém, que o clube está há 10 rodadas no G-4.


“Supremo Tribunal Federal sem política é ilusão”

 Maria Tereza Sadek

 Cientista política, no jornal “O Estado de São Paulo”