Edmilson Teixeira

26 de agosto de 2016

Rio Largo, outro capítulo da roubalheira!

 

Mais uma vez Rio Largo ganha as páginas dos jornais com a onda de roubalheira. É que a reincidente Dra. Eliza, foi afastada ontem pela Justiça, acusada de uma série de broncas, graças às denúncias de um corajoso vereador junto ao MPE/AL. Nessa gestão o titular Toninho Lins renunciou o cargo, recheado de acusações que ainda continuam pendentes, perante a Justiça. Nessas últimas duas décadas o difícil é encontrar um prefeito naquele município que não se envolveu com falcatruas na administração pública. A Dra. Eliza, por exemplo, quando foi prefeita em outra oportunidade, não chegou nem concluir o mandato. Não precisa nem dizer porque teria sido afastada né!
Rio Largo –  errata
Ontem em nota nesta Coluna, citamos o nome Gilberto Leôncio, na verdade é Gilberto Gonçalves, o ex-deputado que está concorrendo ao cargo de prefeito em Rio Largo.
Barra de Santo Antônio
O vice-prefeito Carlos Alexandre está sendo alvo da Justiça por uma série de problemas nesse curto tempo de seu governo. É que ontem a promotora Lídia Malta Prata, instaurou dois procedimentos preparatórios para investigar supostas irregularidades no repasse das averbações de empréstimos feitas na folha de pagamento dos servidores, além de apurar o atraso de salário.
Barra de Santo Antônio 2
A Promotoria requisitou que a Prefeitura encaminhe informações acerca dos vencimentos e salários atrasados dos servidores municipais temporários e efetivos, excetuados os da educação, e informações, junto à Caixa e ao Banco do Brasil acerca das datas e valores das receitas do município, referente a todas as contas, acompanhadas do extrato desde 1º de junho de  até agora, além de solicitar informações sobre os motivos do atraso dos repasses referentes aos convênios firmados com Caixa Econômica Federal.
Colônia Leopoldina
O ex-prefeito Manuilson Andrade (PSDB) vai medir sua força política no próximo dia 2 de outubro nas urnas, quando tentará chegar pela terceira vez a comandar a Prefeitura de Colônia. Tem como adversário, a prefeita Paula Rocha (PMDB). “Os resultados das pesquisas nos animam, visto que o povo quer um governo participativo e atuante, sobretudo em todas as ações, assim como fiz durante meus dois mandatos”, disse.
Colônia Leopoldina 2
Quem abriu de encarar a eleição em Colônia, foi o empresário Neilton Luna (PSB), ele que teria assegurado a sua candidatura por vários meses. Resolveu agora apoiar Manuilson e se comprometeu em participar da campanha do vereador Franklin, atual presidente da Câmara. “Colônia caminha para entrar nos trilhos outra vez”, comentou a colunista social, Aninha Monteiro, declarada eleitora de Manuilson, apesar de ter um filho que vai concorrer a uma vaga de vereador na coligação da prefeita Paula Rocha.
Santana do Ipanema
Leitor da Coluna residente em Maceió e que é santanense, prevê que se o ex-conselheiro do Tribunal de Contas de Alagoas, Isnaldo Bulhões se eleger prefeito em sua terra natal, o povo  terá muita dificuldade de marca audiência com o provável gestor. “Ele dorme muito, costuma trabalhar somente no segundo horário, e como se não bastasse o Dr. Irnaldo não deixa de passar um final de semana na capital; portanto, os santanenses que se preparem, pois o contato com o homem vai ser coisa rara”, alertou.
Junqueiro
O PPS está apostando no candidato Leandro Silva, que vai disputar a Prefeitura de Junqueiro, além de Marcelo Alcântara, o empresário que concorrerá uma vaga no Legislativo. O adversário de Leandro será o atual vice-prefeito, Carlos Augusto, que reforçou sua chapa com a presença de Neto Tavares, filho do ex-prefeito Raimundo. “Estamos num time firme e forte para derrotar duas tradicionais famílias, que se hospedaram politicamente no poder ao longo dessas últimas décadas, a fim de traçar interesses próprios”, comentou Marcelo, otimista pelo clima de receptividade do eleitor.
Taquarana
O ex-prefeito Zé Dentista (PSDB) está “P” da vida com uma cena que surgiu na terça-feira desta semana, dando conta do indeferimento de sua candidatura como vice, na chapa da oposição encabeçada por Geraldo Cícero. Atribui o desespero de seus adversários: Bastinho o atual prefeito e o ex-prefeito Alain Correia, que entraram com uma ação contra a sua candidatura na sexta-feira.
Taquarana 2
“A lacuna deixada pelo Zé Dentista será ocupada pelo filho, conhecido de Júnior, cujo plano continua o mesmo; derrotar a situação, formada hoje por dois candidatos, que descaradamente se uniram agora, quando antes não se bicavam politicamente, trocando sérias acusações”, disse um assessor da coligação, afirmando que um filho do Alain será o vice de Bastinho nessa eleição.  
Taquarana 3
O curioso é que Zé Dentista está de posse de quatro certificados de ‘Nada Consta’ fornecidos há um mês pelas justiças: federal e estadual, dando poderes para concorrer às eleições. O grosso dessa história, é que contra o Zé, existem cinco ações que estão pendentes relativas aos dois mandatos que exerceu seguidamente, de 1997 a 2004, porém, quase todas julgadas em primeira instância e que ainda estão em andamento.  E foi por essa brecha, que seus adversários conseguiram vetar sua candidatura por meio da Justiça.  
 
Arapiraca
Aos 73 anos de idade, o vereador Adalberto Saturnino (PMDB) encerra sua vida política ao final do seu sexto mandato, em 31 de dezembro de 2016. Irmão do ex-vereador João Saturnino de Almeida (falecido), e pai do ex-vereador Alberto Saturnino (atual juiz eleitoral em Arapiraca), Adalberto já foi presidente do Poder Legislativo por três vezes e é um dos raros casos de um parlamentar que desistiu de se candidatar à reeleição e depois voltou a ser eleito pelo voto popular