Flávio Gomes

26 de agosto de 2016

O dia seguinte do PT

Do jornalista Ruy Fabiano: “Não importam os fatos, mas a versão. Se os fatos não coincidem com a narrativa – e raramente isso se dá -, pior para os fatos, diria Nélson Rodrigues. Essa estratégia explica a obstinada veemência, quase histérica em alguns momentos, da bancada de senadores petistas e adjacentes. Defendem Dilma não de olho em sua absolvição, em que não creem, mas no documentário cinematográfico, em preparo, sob a direção da cineasta Anna Muylaert, focado no afastamento de Dilma. Com ele, pretendem fazer do limão da derrota a limonada da revanche. Não se deve subestimá-los: de propaganda, os petistas entendem. Forjaram-se nela e com ela chegaram ao poder, convencendo a muita gente de que promoveram a redenção social do país, não obstante terem deixado em seu rastro um vasto contingente de 12 milhões de desempregados, as contas públicas em ruínas e os cárceres de Curitiba superlotados. Pouco importa o fato, documentado por órgãos governamentais ainda na vigência do governo Dilma, de que os pobres continuam tão pobres quanto antes, acrescidos agora dos desempregados da classe média, que se contam aos milhões. O PT, com sua propaganda, quer convencer o público que a culpa de tudo não é de sua passagem pelo governo, mas de sua saída. Aposta, mais uma vez, na burrice da população.”

Restrito

Começa hoje o guia eleitoral mais curto de todos os tempos, de apenas 45 dias e menos inserções diárias. Em Maceió, os candidatos a prefeito Cícero Almeida e Rui Palmeira, que lideram as pesquisas, terão espaço de três minutos e meio por dia. João Henrique Caldas, o 3º nas pesquisas, menos de um minuto.

Afinidade

A boa relação do senador Benedito de Lira (PP/AL) com o presidente Michel Temer continua dando resultados. Isso explica porque só agora ele tenha conseguido liberar antigas emendas para Arapiraca, Atalaia, Quebrangulo, Coité do Nóia, Campo Alegre e Santana do Ipanema. Uma delas, por exemplo, é de 2010.

Quem manda

Prevaleceu a vontade de Renan Filho: a ex-deputada Flávia Cavalcante foi exonerada da direção do Procon. Motivo: as críticas do seu marido, vereador Kelman Vieira, a Cícero Almeida, candidato a prefeito de Maceió com apoio do governador. Não valeu a antiga amizade do pai dela, Cícero Cavalcante, com Renan pai.

 

Efeito colateral

O ministro dos Transportes, Maurício Quintella, anunciou recursos para construção do aeroporto de Maragogi, mas disse que não há condições de fazer o mesmo em relação ao aeroporto de Arapiraca. Segundo ele, o de Arapiraca, apesar de importante para a região, não tem ainda nem projeto. É o assunto atual no Agreste.

Causa nobre

Por iniciativa a vereadora Tereza Nelma (PSDB), a Câmara Municipal de Maceió faz audiência pública hoje, 9 horas, para debater a Síndrome do Espectro Autista. O debate reunirá dirigentes de entidades que atuam no acompanhamento de pessoas com autismo, familiares deles e representantes do poder público.

Juventude

Na Assembleia Legislativa, haverá audiência pública, também às 9 horas de hoje, para debater as políticas públicas em favor dos jovens, por iniciativa do deputado Ronaldo Medeiros (PMDB). “Nós iremos abrir um espaço para ouvi-los e ver no que o parlamento alagoano pode contribuir”, argumenta o parlamentar.

Opinião

Do jornalista Flávio Faveco Corrêa: “Na sua recente e patética carta ao Senado Federal e ao povo brasileiro, Dilma Rousseff insiste, entre outras barbaridades, em usar a expressão ‘quanto pior, melhor’. Ela tem razão: quanto pior para ela, melhor para o Brasil, que espera ansioso a sua saída definitiva da Presidência da República.”

 

 

*O secretário estadual da Comunicação, Ênio Lins, dá palestra hoje sobre “Ética na Política – Com humor”, a partir das 19h30m, na Galeria Gamma. Além de jornalista e arquiteto, Ênio é também chargista, considerado um dos melhores do Brasil.

 

*O projeto Justiça Itinerante, do Tribunal de Justiça, promove amanhã casamento coletivo para 50 casais. A cerimônia será realizada na Escola Sesi Cambona, ao meio-dia. A habilitação dos casais será feita hoje, das 8 às 13 horas, no mesmo local.

 

*O Memorial à República volta a ser palco, hoje, do projeto “Alagoas República das Artes”. A partir das 19 horas, o escritor Carlito Lima lança mais um livro – “Era Uma Vez em Maceió” – e logo depois haverá apresentação do Coral do Cesmac.

 

*O musical “Som das Cordas”, de Willbert Fialho, abre hoje, às 19h30m, a temporada 2016 do projeto Misa Acústico, no Museu da Imagem e do Som, em Jaraguá. No show, serão usados instrumentos de cordas, como violão, violoncelo e violino.

 

*O grupo cultural “Nós, Poetas”, vai se reunir hoje, a partir das 18h30m, na Livraria Leitura, no Parque Shopping, para poesia, música e sessão de vídeos. A apresentação é denominada “Nó na Garganta” e integra o projeto “Teatro é o Maior Barato”, da Diteal.

* Técnicos da Sedetur/AL participam, até hoje, da 24ª edição do Agrinordeste, realizado em Recife. O evento, iniciado anteontem, está acontecendo no Centro de Convenções de Pernambuco, apresentando informações sobre o cenário do agronegócio regional,

*O CRB está há quatro jogos sem vencer e tem contado com resultados favoráveis, nos confrontos entre concorrentes, para se manter no G4 da Série B. Hoje tem parada dura: às 21h30m, pega o Ceará, adversário direto no sonho para chegar à Série A.

 

 

“O Brasil está sendo passado a limpo. Até ontem o Brasil era o país da impunidade.”

 

Pedro Simon

 

Fundador do PMDB, ex-senador e ex-governador do Rio Grande do Sul, sobre o processo de impeachment de Dilma