Flávio Gomes

23 de agosto de 2016

Uma estrela se apaga

De Ricardo Noblat, em seu blog: “Quem ainda aguenta ouvir falar da presidente afastada Dilma Rousseff? Talvez somente ela mesma, e os 81 senadores que começarão a julgá-la por crime de responsabilidade a partir do próximo dia 25. Quanto a esses, só por obrigação. Contam os dias que faltam para mudar de assunto. A carta que Dilma escreveu aos senadores é a prova definitiva de que ela nada mais tem a dizer de novo aos seus juízes e aos brasileiros. Nem em defesa do seu mandato, prestes a ser cassado. Nem em defesa do que fez ou deixou de fazer no seu período presidencial de cinco anos. Vejamos: … ‘Jamais se encontrará na minha vida registro de desonestidade, covardia ou traição. Ao contrário dos que deram início a este processo injusto e ilegal, não tenho contas secretas no exterior, nunca desviei um único centavo do patrimônio público para meu enriquecimento pessoal ou de terceiros e não recebi propina de ninguém’. (Dilma não será julgada por desonestidade, covardia ou traição. Mas por ter gasto muito além do que o Congresso autorizara. Isso configura crime de responsabilidade, segundo a Constituição. No futuro, poderá ser julgada por ter tentado obstruir a Justiça e até por corrupção, a depender do que ainda está sendo investigado pela Lava-Jato.)… Dilma será deposta pelos muitos erros que cometeu. O que ela chama de ‘golpe’ tem o nome de impeachment na Constituição.”

Legado

Na primeira eleição à Câmara Municipal de Maceió a vereadora Heloísa Helena obteve cerca de 29 mil votos. Na segunda, em torno de 19 mil. Nas duas ocasiões, sua votação, pelo PSol, foi suficiente para garantir seu mandato e os de outros colegas. Agora que ela não é candidata pergunta-se: para onde irão os seus votos?

Segredo

Empresários do setor estão ansiosos por informação sobre a implantação do complexo turístico anunciado pelo governo do Estado para o antigo Campus Tamandaré. Não há nenhuma informação oficial a respeito. Sabe-se apenas, extraoficialmente, que está sendo iniciado um processo de contratação.

Cara a cara

A Federação das Indústrias de Alagoas, como acontece em toda eleição, inicia hoje uma série de debates o setor produtivo com os candidatos ao cargo de prefeito de Maceió. O primeiro a ser ouvido é o deputado federal João Henrique Caldas, candidato do PSB. O próximo será Cícero Almeida (PMDB), em 6 de setembro.

Nós no ouro

Além de Gustavo Feijó, vice-presidente da CBF, que posou para fotos com a seleção masculina de futebol, medalha de ouro, Alagoas teve outras participações vitoriosas nos Jogos Olímpicos: no vôlei masculino, também medalha de ouro, o jogador Maurício Borges e o presidente da CBF, Walter Larangeiras, o Toroca.

Registro

Faleceu domingo, aos 65 anos, o empresário Jarbas Lúcio, vítima de câncer no pulmão. Foi pioneiro em Alagoas no uso de trio elétrico em campanhas políticas. O seu trio “Folha Verde” participou de várias jornadas vitoriosas. Sua marca registrada era a voz, de tom forte. Era neto de Manoel André, fundador de Arapiraca.

Agenda

Acontece desde domingo e até amanhã, no Centro de Convenções de Maceió, O Congresso de Medicina Tropical, reunindo especialistas brasileiros e do exterior. Um deles é Mônica Lopes Ferreira, alagoana que é Diretora do Laboratório Especial de Toxinologia Aplicada do Instituto Butantan.

Opinião

De Edson Vidigal, advogado e ex presidente do STJ: “Está claro que esse mantra do golpe é a única forma que os conselheiros mais íntimos da Dilma, o seu lençol e o seu travesseiro, lhe incutiram como forma de fraudando a história dar-lhe alguma réstia de grandeza na condição de vítima. Uma falsa vítima.”

 

 

*A Braskem e o Sindicato dos Jornalistas lançam hoje a 27ª edição do Prêmio Braskem de Jornalismo, em happy hour para a imprensa, às 18h30m, no Rex Jazz Bar, em Jaraguá. Haverá homenagem ao jornalista Ailton Vilanova, pelos seus 60 anos de profissão.

*A Prefeitura de Marechal Deodoro e o Governo de Alagoas lançam hoje, durante café da manhã, a programação oficial da VII Feira Literária de Marechal Deodoro/Flimar. A partir das 9 horas, no Museu Palácio Floriano, sede da Secretaria da Cultura.

* O Grupo de Trabalho do São Francisco, criado pela Agência Nacional de Águas, em atendimento ao Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco, fará hoje reunião na sede da ANA, em Brasília, para debater a situação dos reservatórios da bacia do rio.

 

*Acontece hoje e amanhã a 2ª edição do Programa Defensoria no Cárcere, na Casa de Custódia de Maceió. Haverá atendimento na área penal e de demandas cíveis para emissão de documentos, reconhecimento de paternidade e declaração de união estável.


*Será aberta hoje a Exposição 3 em UMA,  da artista Myrna Maracajá, no mezanino do Complexo Cultural Teatro Deodoro, a partir das 19 horas. Simultaneamente será aberta a exposição Amostra Grátis – 2ª Edição. A curadora é a própria artista Myrna Maracajá.

*O CRB voltou a jogar bem, criar inúmeras situações de gol, mas acabou derrotado pelo Londrina, em pleno Trapichão, sofrendo, mais uma vez, um gol no final de jogo. Apesar da derrota de 1×0 o time continua no G4 da Série B, mas sem a confiança da torcida.

* Pela Série C, o ASA ganhou do América de Natal (2×0), em casa, e se garantiu no G4. Já pela Série D o CSA Perdeu de 2×0 do Altos, em Teresina, e se classificou para a próxima fase, pois venceu o primeiro jogo por 3×0. Agora, enfrentará o Ituano-SP.

 

“Se me hostilizarem, não será problema meu”

 Dilma Rousseff

 Presidente da República, sobre o depoimento que prestará no Senado no processo de impeachment contra ela