Flávio Gomes

21 de agosto de 2016

Recado olímpico

Da jornalista Helena Chagas: “O que têm Olimpíadas a ver com política? Em tese, nada. Mas tem sempre alguém querendo faturar. Temer e alguns de seus ministros falantes vão, possivelmente, querer alguns louros. O prefeito Eduardo Paes, que de fato trabalhou bem, também. Lula, Dilma e companhia vão reivindicar a paternidade da iniciativa. É improvável, porém, que o efeito olímpico vá repercutir muito no futuro político desses e de outros personagens – exceção, talvez, para Paes e Pedro Paulo, seu candidato, na eleição municipal carioca, a uma distância de apenas 40 dias dos Jogos. A principal razão é que o brasileiro – que nunca misturou vitórias em Copas do Mundo com eleições presidenciais de quatro em quatro anos – avança cada vez mais no rumo do amadurecimento político, apesar de todas as histórias tristes de Brasília. Sabe separar bem as coisas. As duas semanas de jogos foram um divertimento, uma lufada de alto astral no ânimo nacional, uma injeção de autoestima. Mas segunda-feira que vem o recreio acaba e a vida continua difícil. Quem sabe, porém, não fica alguma coisa? É a esperança que surge das palavras do canoísta de Ubaitaba (BA), Izaquias Queiroz, medalha de prata, referindo-se ao fim do programa social que permitiu ao menino pobre, que usava a canoa como transporte, virar atleta, endereçadas a quem está no Planalto: ‘Parem de brigar entre si e olhem para o Brasil’.”

Ansiedade

As assessorias dos candidatos a prefeito de Maceió vivem a expectativa da primeira pesquisa eleitoral sobre as suas chances de vitória, a ser divulgada na 2ª feira, em parceria entre o Ibope e a TV Gazeta. É o primeiro trabalho oficial de apuração da vontade do eleitor depois que foram realizadas as convenções.

 

“Política”

Como as anteriores, a eleição deste ano também tem servido para aproximar antigos desafetos e separar amigos de muitos anos. Na prática, reafirma que na política o aliado de hoje poderá ser o adversário de amanhã. E o eleitor que se dane, cada vez mais incrédulo com a política e com os que têm mandato.

 

Questionamento

“Não é uma questão política. Mas de valores e prioridades dos gestores, em nome de um governante, porque acredito que o governador não concorde”, disse Fabiana Leão ao site “Diário do Poder”. Ela alega que está sendo exonerada da Delegacia da Mulher por cobrar mais atenção à mulher vítima de violência.

Mais um

Surgiu um quarto candidato a prefeito de Arapiraca: o empresário Lindomar Ferreira de Queiroz, do PSol, pela coligação “A verdadeira mudança”, que tem a participação também do PV.  O vice é o professor Sinésio Silva Souza. Os outros candidatos são Ricardo Nezinho (PMDB), Rogério Teófilo (DEM) e Tarcizo Freire (PP).

Retorno

O engenheiro Roosevelt Patriota Cota, do quadro de servidores do DNIT, voltou ao cargo de Superintendente Regional do órgão em Alagoas, por nomeação do Ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella. Além do DNIT, Roosevelt já dirigiu a Funasa e presidiu o Crea/Alagoas.

Aprovação

O reumatologista Pedro Gomes foi um dos muitos alagoanos a assistir, no Rio de Janeiros, aos Jogos Olímpicos. Acompanhou algumas modalidades, durante 10 dias. Voltou maravilhado com a organização dos jogos e com o clima de festa. “Tudo perfeito”, diz ele, arrependido de não ter ficado mais.

 

Mamata

Segundo o “Estadão”, diretores-executivos do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos receberam R$ 26,8 milhões entre 2011 e 2015, incluindo salários e gastos. Os valores não incluem pagamentos eventuais ao presidente do Comitê Rio-2016, Carlos Arthur Nuzman. Oficialmente, ele insiste que não recebe nada.

 

*A Associação Alagoana de Magistrados vai lançar, na próxima 2ª feira, a campanha “Juiz de Direito: Cidadão e Servidor”, para difundir o verdadeiro papel dos magistrados. Às 18 horas, na sede da Almagis, na Rua Barão de Anadia, Centro.

 

*A Diretoria do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Alagoas (Cosems) realiza na próxima segunda-feira, às 9 horas, uma assembleia geral, na sede do Conselho Regional de Medicina. Em pauta, a crise na saúde e as dificuldades para os gestores.

 

*Programa Mãos Que Ajudam, CAVida, Rotary Club, Amor 21, Cruz Vermelha Brasileira, Grupo Renascer, Apala, Sorriso de Plantão e Arquidiocese de Maceió, promovem hoje a I Feira Alagoana do Voluntariado, no Maceió Shopping.

*E o Maceió Shopping, em parceria com a Galeria Gamma, encerra neste sábado a exposição “Passagem Olímpica”, com participação de 15 artistas radicados em Alagoas. Todos os trabalhos têm a ver com os Jogos Olímpicos, que acabam neste domingo.

*Ainda neste sábado a Defensoria Pública do Estado realiza mutirão de julgamentos, a partir das 8 horas, na Unit. Serão cerca de 300 audiências de divórcio, retificação de registro, pensão alimentícia, reconhecimento de paternidade, alvarás e união estável.

 

*O jogo deste sábado, contra o Londrina, é chance para o CRB começar a demonstrar se ter encerrado o primeiro turno no G4 da Série B é eventualidade ou demonstração de que, de fato, o clube tem chances de subir à Série A. Às 16 horas, no Trapichão.

 

*Pela Série C, o ASA recebe domingo, às 19 horas, em Arapiraca, o América de Natal, e precisa ganhar para ficar no G4. Já pela Série D o CSA enfrentará o Altos, em Teresina, em vantagem para passar à próxima fase, pois venceu o primeiro jogo por 3×0.

 

“A ida de Dilma ao Senado para se defender ‘enterra’ o discurso de golpe”

Ricardo Noblat

Jornalista