Blog do Dresch

3 de agosto de 2016

Novo Defensor Geral é empossado

                   Tomou posse na última segunda feira, o novo Defensor Público Geral, Ricardo Melro, substituindo Daniel Alcoforado. O governador Renan Filho salientou a importância do trabalho desenvolvido pela Defensoria Pública de Alagoas e reforçou a necessidade de ampliar sua abrangência, visando proporcionar a todos os cidadãos alagoanos, nos 102 municípios, a garantia dos seus direitos através da Defensoria Pública. Renan Filho também citou a necessidade de fortalecimento da instituição e o seu papel dentro da máquina pública estadual. Ricardo Melro fica à frente da Defensoria pelos próximos dois anos.

Novo Defensor Geral 2

                   No discurso de posse, Melro agradeceu o apoio do governador e garantiu sequenciar o trabalho que vem sendo desenvolvido na Defensoria Pública na defesa dos direitos dos alagoanos. Para o governador Renan Filho “o novo Defensor Geral “é um nome destacado na instituição e é um orgulho tê-lo à frente do órgão. Tem competência e dedicação” disse o governador. Afirmou ainda que a relação do Estado com a Defensoria será sempre de modo independente, autônoma e soberana em suas decisões, porém, sempre buscando o entendimento comum, para assim prestar o melhor serviço ao cidadão.

Uma segurança olímpica

                   A segurança e a defesa dos Jogos Olímpicos Rio 2016, que começa nesta sexta feira (5), contará com 88 mil agentes de segurança pública e das Forças Armadas. O plano estratégico elaborado no final do ano passado, lista os cenários de risco: ações terroristas ou de sabotagem; ações violentas em manifestações sociais; criminalidade e violência urbana; comprometimento da mobilidade, da saúde coletiva, dos serviços essenciais; ataques cibernéticos, fenômenos naturais além de incidentes e catástrofes. No eixo da segurança pública, a Polícia Federal, Militar e Civil e da Força Nacional, cuidam dos transportes coletivos, aeroportos, pontos turísticos, entorno dos hotéis, centros de treinamento das delegações, estádios e locais das competições. Também vão atuar em manifestações, brigas entre torcedores e escolta de delegação e de autoridades. No Centro Integrado de Comando e Controle estarão trabalhando em conjunto, representantes da Secretaria de Segurança do Rio de Janeiro, da Polícia Federal e Rodoviária Federal, Força Nacional de Segurança Pública, Polícia Civil e Militar, Corpo de Bombeiros, e Guarda Municipal do Rio, além de agentes da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e Forças Armadas. Também estarão em ação cerca de 250 policiais de 55 países que vão atuar em Brasília e no Rio de Janeiro. O Plano estará em execução até o dia 18 de Setembro, final dos Jogos Paraolímpicos.

 

O extermínio de jumentos

              O Ministério Público da Bahia bem que tenta enfrentar o problema, mas até agora “deu com os burros na água”. O Estado aceitou a ideia de um empresário chinês e resolveu programar o extermínio do jumento, animal substituído pela motocicleta, e que foi abandonado nas estradas nordestinas e considerado um grande causador de acidentes. Para atender à demanda, dois frigoríficos foram habilitados na Bahia, mesmo com a pressão do MP. Desde o início de Julho, pelo menos 300 animais foram abatidos no frigorífico de Miguel Calmon (370 km de Salvador). A meta seria abater até 2000 jumentos até Outubro, a maioria oriunda de apreensões nas estradas e também de criadores estaduais.

O extermínio de jumentos 2

              A estimativa é obter 200 toneladas de produtos que recebem o rótulo de “produto não destinado a alimentação humana”. A carne é doada para o zoológico de Salvador e o couro exportado para a China. Os resíduos viram ração animal. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, 7.747 aninais, incluindo jumentos, foram apreendidos de 2012 até este mês nas estradas da Bahia. Desde 214 foram 660 acidentes envolvendo animais, com 28 mortos. A Policia Rodoviária estadual registrou 2.809 acidentes com 67 mortos. A promotoria considera o abate uma solução inadequada e anti-ética. Para o governo o abate é uma nova possibilidade de mercado, atrai capital estrangeiro e possibilita a melhoria genética desses animais.

Aumento de impostos a caminho

                   Não há escapatória. O Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles confirmou que o governo interino define até o final do mês um aumento na carga tributária dos brasileiros “quando terá uma previsão mais clara para a arrecadação do próximo ano”. Traduzindo: o aumento vem assim que se confirmar o impeachment da presidente Dilma Rousseff. Meirelles deixou claro que o aumento será inevitável caso a economia não se recupere, ou a arrecadação não cresça. Ainda será necessária a reforma da Previdência e o teto de gastos do governo.

Aumento de impostos a caminha 2

                   O Ministro da Fazenda afirmou ainda que o governo trabalha ainda com a possibilidade de obtenção de eventuais receitas de concessões e privatizações, para aliviar o aumento da carga tributária. Reconheceu também que a taxa de inflação deve ficar acima do teto da meta de 6,5%, mas acredita que haverá uma convergência a partir do próximo ano. Economistas ouvidos pelo Banco Central projetam que a inflação chega no final do ano em 7,21%, e a previsão para o próximo ano é de 5,20%. “Esperamos que o trabalho do Banco Central seja bem sucedido e que a inflação vai convergir pra meta. E em 2018 esperamos que a taxa inflacionária seja de 4,5%” disse Henrique Meirelles.

 

 

  • O Psol vai confirmar, na próxima sexta feira (5), o nome do professor Gustavo Pessoa como candidato do partido à Prefeitura de Maceió. Ele foi apresentado à imprensa, juntamente com o seu candidato a vice, o militante Magno Francisco.
  • Na entrevista, Pessoa disse que a campanha será feita com base no fato de que eles são candidatos “que não fazem parte das oligarquias tradicionais”.
  • Ele apresentou Magno Francisco e desafiou os demais candidatos a prefeito a mostrar se “teriam um candidato a vice prefeito com uma história limpa e trajetória de vida honesta”.
  • Os candidatos do Psol garantiram que nos próximos dias, o deputado federal Jean Wyllys, estrela maior do partido na Câmara Federal, deve vir a Maceió para reforçar a campanha e os objetivos do partido em todo o país.
  • Apesar do prazo final para as convenções seja nesta sexta feira, já foram lançadas também as candidaturas de Cícero Almeida pelo PMDB, Paulão, pelo PT, Paulo Memória por uma frente de pequenos partidos e o atual prefeito Rui Palmeira, do PSDB, que tenta a reeleição.