27 de julho de 2016

Síndromes em Medicina.

Síndrome é um conjunto de sinais e sintomas que caracterizam uma doença ou condição de saúde.

Sinal. É o que pode ser percebido por outra pessoa. Sintoma. É algo subjetivo. Sujeito a observação do paciente.

Síndromes são muito conhecidas como a de Down ou Apert.

Down. Cromossomo 21. Trissomia do cromossomo 21.  Quarenta e sete cromossomos em suas células ao invés de quarenta e seis.

Apert. Desordem genética afetando o desenvolvimento da caixa craneana.

Ambas, são mais conhecidas e mais divulgadas pelos órgãos de comunicação. Fazendo com que seja mais entendida e aceita pela comunidade, dando aval e evolução normal aos seus portadores.

Algumas síndromes como a do túnel do carpo e a do túnel do tarso que pertencem a ortopedia carecem de conhecimento, até mesmo dos especialistas para melhor serem compreendidas e tratadas.

Essas síndromes são neuropatias. A do carpo do nervo mediano. Já a do tarso do nervo tibial posterior e de seus ramos.

Carpo é o do punho e compromete a mão e os dedos podendo nos casos mais avançados serem retrogradas para cotovelo e ombro.

Já a do tarso, tornozelo e pé. É menos comum, porém de maior incapacidade, pois afeta o deslocamento do portador.

Qualquer dor que permaneça por mais de duas semanas sem melhora deve ser procurado o médico de confiança clinico ou geriatra ou mesmo o profissional da área. De preferencia o ortopedista.

Exames específicos serão solicitados para o completo diagnóstico, porém os sinais e sintomas às vezes são tão claros que o diagnóstico pode ser “fechado” sem exames.

Ultrassonografia em mãos hábeis consegue fazer o diagnóstico por imagem. Ressonância nuclear magnética. Eletroneuromigrafia. Completam o arsenal diagnóstico.

O tratamento quanto mais precoce e completo pode resultar na cura sem maiores dificuldades, porém a demora em procurar médico, o diagnóstico equivocado e o tratamento fragmentado podem levar à cirurgia pela cronicidade do caso.