Edmilson Teixeira

20 de julho de 2016

Coqueiro Seco, coisa da politica!

Veja o que a política apronta. Em Coqueiro Seco, município da região metropolitana de Maceió, em 2012 quando estava no fim de seu mandato passado, o então prefeito Tadeu Fragoso sofreu a maior pressão por parte de cinco vereadores, sobre um esquema  de apropriação de empréstimos consignando. O caso teria sido denunciado no MPE/AL e e até no MPF, onde solicitava o afastamento do prefeito. Detalhe: Marcelo do Coco  que era um dos vereadores que liderava o movimento, essa figura hoje anda de mãos dadas com Tadeu Fragoso. Mesmo diante de tantas denúncias, Tadeu conseguiu se reeleger em 2012, mas agora como não pode ir para mais uma reeleição, fez parceria com  Marcelo do Coco. É que Marcelo vai ser o vice da candidata à prefeita indicada por Tadeu, uma prima que a lançou como laranja, a fim de permanecer manobrando aquele pobre município.    

 

Coqueiro Seco – origem

 

Em setembro de 2012, os vereadores Carlos Alberto Soares, Joeliton Luiz da Silva, João Imbuzeiro, José Robson Macarenhas, Carlos Alberto Soares e  Marcelo do Coco, denunciaram que há seis meses a atual gestão estaria descontando os empréstimos, feitos através do convênio com a Caixa Econômica Federal, e deixando de repassar os valores. Fato que culminou com o envio dos nomes de vários servidores do município ao Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC) e na Serasa.

 

Murici

O grupo do pré-candidato Olavinho Neto (PMDB) ainda não definiu o vice da chapa. “As negociações estão a todo vapor” disse o atual prefeito Remi Calheiros, que não vai para a reeleição, abrindo mão para o sobrinho que hoje é seu vice na Prefeitura de Murici. O vereador Fábio Gaia (PP) articula sua candidatura como opositor, mesmo sabendo que o batente é pesado vencer uma eleição na terra do governador e do presidente do Senado.

 

Senador Rui Palmeira

Jeane Moura (PMDB) é o único nome no momento, que está definitivamente confirmado para disputar a Prefeitura de Senador Rui Palmeira. O atual gestor é seu primo, Joãozinho, figura que foi importada em 2012 de São Paulo, a fim de contemplar uma estratégia política de seu tio, o então prefeito Siloé Moura, que vinha de dois mandatos seguidos e não podia ir mais disputar outro pleito. Agora será a vez da filha de Siloé, pois assim a família continua perpetuando no poder.  

 

Santa Luzia do Norte

O ex-vereador Pedão disse que esteve ontem com o  jornalista e ex-deputado  Jeferson Moraes, de quem é amigo há mais de 30 anos, segundo ele. “Pedão foi, é, e sempre será uma referência para Santa Luzia do Norte, referência esta que ele mantém mesmo sem mandato político. Nós que fazemos a imprensa e a política alagoana ficamos sem entender o porquê de uma figura que tem relevantes serviços prestados na área da Cultura e da Saúde em seu município, ficar sem um mandato” disse Moraes.

 

 

São Miguel dos Campos – saúde

 
 

O funcionamento e o fluxo da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) tipo II de São Miguel dos Campos foram apresentados na Comissão Intergestores Regional (CIR), na última semana. A Secretária Adjunta de Saúde do município, Aparecida Auto, informou aos gestores da região que a porta de entrada das urgências e emergências deve ser a UPA e não a Santa Casa de Misericórdia do município.

 

São Miguel dos Campos – divisão

 

Aparecida afirmou que a UPA está funcionando há mais de 40 dias, realizando a classificação de riscos e prestando a devida assistência aos pacientes.  A Unidade dispõe de 11 leitos, tem capacidade para prestar 250 atendimentos por dia e recebe pacientes de São Miguel dos Campos, Campo Alegre, Anadia, Roteiro, Boca da Mata, Junqueiro e Teotônio Vilela, que compõem a 5ª Região de Saúde.

 

 

Região metropolitana – transporte

Desde domingo último, que os usuários do Sistema de Transporte Rodoviário Intermunicipal de Passageiros das regiões de Santa Luzia do Norte, Coqueiro Seco e Pilar aprovaram as mudanças nas linhas de ônibus, que começaram a ser operadas pela empresa Expresso Metropolitano.

Região metropolitana – pacote

Com as modificações planejadas pela Arsal, o número de viagens aumentou de 11 para 15, na linha Pilar via Satuba; de uma para três (Pilar via Polo e Santa Luzia do Norte via litoral); e de oito para 15 (Coqueiro Seco via Santa Luzia do Norte). Todos os trajetos têm a capital como origem e destino.

Penedo – vaquinha

O Imperial Coro do Penedo lançou na segunda-feira, desta semana, a campanha “Ajude sua Cultura”, com o objetivo de arrecadar fundos que possam viabilizar a participação do grupo em um festival internacional que será realizado na região da Cordilheira dos Andes, na Argentina. Os planos são para alcançar 70 mil reais. O grupo conta com 30 participantes.

Penedo  – outra

Por falar em Penedo, na próxima segunda-feira, a cidade  sediará uma das últimas atividades referentes à renovação do Plano de Recursos Hídricos da Bacia do rio São Francisco, as chamadas consultas públicas. O evento proporcionará oportunidade para que aqueles segmentos que ainda gostariam de apresentar suas sugestões. O Plano  representa cenários e prognósticos levantados pela empresa Nemus Consultoria, contratada por licitação para o trabalho de atualização do documento, que norteia as ações do Comitê nos próximos dez anos.

Piaçabuçu – coco

Na última segunda-feira, o município de Piaçabuçu foi agraciado por meio do governo  de Alagoas, com uma fábrica de processamento de coco. Implantada no povoado Barreiras,  a fábrica vai gerar cerca de 30 empregos diretos e beneficiar 1 mil produtores locais.

Piaçabuçu – união

“Essa cooperativa tem um papel fundamental na parte de industrialização e na parte de comercialização e hoje estamos trabalhando, junto com a Secretaria da Fazenda, para conceder o incentivo fiscal para os derivados do coco no Estado. Além disso, ela vem contribuir para o desenvolvimento da agricultura familiar na geração de emprego,  gerando em torno de 30 empregos diretos”, disse o secretário de Estado da Agricultura,  Álvaro Vasconcelos.