Edmilson Teixeira

13 de julho de 2016

Joaquim Gomes- decisão

A política em Joaquim Gomes segue seu dilema; as indefinições continuam, mas não, para a prefeita Ana Genilda (PMDB). Ela volta a reafirmar sua pré-candidatura e anuncia crescimento na vontade popular, o que tem proporcionado novas alianças que a cada dia se aproxima ao entender que Joaquim Gomes não merece voltar ao passado, nem tão pouco mudar, pois segundo a prefeita, não tem sentido e questiona: “Mudar pra que? ”.  

 Joaquim Gomes – triste

O histórico político de Joaquim Gomes é o pior possível nos últimos anos. Prefeitos e mais prefeitos foram afastados e condenados, sobretudo por questões de improbidades administrativas. A atual prefeita Ana Genilda assumiu a Prefeitura na condição de vice, visto que o titular Toinho Batista, teria sido afastado envolvido numa grande maracutaia com a bancada da Câmara. Por sinal, oito vereadores foram presos em outubro de 2014, justamente acusados de receberem propina do prefeito, que posteriormente teve seu mandato cassado.

Coruripe

Pré-candidato a prefeito Edinho do Hélvio (PP) grava vídeo em sua página do facebook, detonando a administração da família Beltrão à frente do município de Coruripe. “A única coisa que temos ouvido nesses últimos 24 anos dessa administração são mentiras; é uma atrás da outra: foi uma suposta fábrica de beneficiamento do coco, que iria gerar centenas de empregos, depois foi o suposto Estaleiro, agora estão falando de um concurso público para 2.600 vagas. Parece que eles pensam que o povo de Coruripe é retardado ou sofre de demência” disse. Edinho aparece no momento como único opositor na briga este ano pela Prefeitura. Joaquim Beltrão vai para a reeleição.

Atalaia

Ex-prefeito Chico Vigário esteve segunda-feira, com o presidente do Senado, Renan Calheiros, afinando seu contato, como parte de um trabalho de campanha política, sobretudo visando às eleições deste ano. Chico levou em sua companhia, o filho, Júnior Vigário, garoto que está sendo articulado, a fim de disputar a Prefeitura de Atalaia.

Rio Largo

Prefeita Maria Elisa que assumiu a Prefeitura depois que Toninho Lins renunciou ao cargo, desistiu de ir para a reeleição. Certamente tem muitas broncas de prestação de contas para resolver, visto que seu nome aparece numa relação apresentada pelo TCE/AL. O senador Collor está investindo na candidatura de seu filho, Fernando James. Outros pretensos candidatos: deputado Marcelo Victor, Ex-prefeita Vânia Paiva, Gilberto Gonçalves, Marcos Vieira, Pedro Victor e o vereador Roberto Menezes.

 

Paulo Jacinto

Neste sábado Paulo Jacinto abre suas portas para receber gente de toda parte. É que pela 64ª vez acontecerá seu badalado Baile da Chita. O evento que se realiza a partir das 22h no Clube Cultural Recreativo ganhou no ano passado, o título de Patrimônio Imaterial Histórico e Cultural de Alagoas. Para os paulojacintenses o Baile da Chita ao longo de seus 64 anos, vem  até hoje promovendo o desenvolvimento socioeconômico, político e cultural  do município. Até o saudoso rei do baião, Luiz Gonzaga já chegou a se apresentar nessa festa. 

Paulo Jacinto- histórico 

A principal causa da criação do Baile era a emancipação política, pois o povoado já estava bem desenvolvido e os moradores sentiam a necessidade de se tornarem independentes politicamente. Porém, precisavam de dinheiro para contratar um advogado que defendesse a tal causa. Daí um grupo de moradores do povoado na época conhecido como Lourenço de Baixo se reuniu e começou a sugerir ideias, que dessem  para ganhar dinheiro e tornar a vila num município. E tudo deu certo!

Programação

A galera que for prestigiar este ano o Baile da Chita, vai curtir  e  dançar muito com a orquestra High Society de Maceió, além do forró quente e arrochado da Banda Baby Som. E no dia seguinte, domingo, a festa continua aberta ao público na Praça de Eventos, com a animação das bandas: Solteirões do Forró, Aero 5 e Kátia Cilene.

Palmeira dos Índios – ação

Em audiência na Casa da Indústria com o presidente da Federação da Indústria, José Carlos Lyra, o vereador e pré-candidato a prefeito em Palmeira dos Índios Júlio Cezar (PSB) pediu o apoio da instituição, a fim de formalizar futuras parcerias no sentido de capacitar e qualificar mão-de-obra para atender a demanda regional. Falou-se  também da importância da implantação do sonhado polo multissetorial. Na verdade o objetivo, segundo o vereador, é buscar apoio e ajuda para vencer a estagnação econômica que emperra o crescimento e a geração de empregos.

 

Cine no Sertão

O projeto Cine Sesi Cultural está de volta a Alagoas e exibe sessões gratuitas de cinema ao ar livre  neste final de semana, de sexta-feira até domingo. O evento acontece nas cidades sertanejas de Senador Rui Palmeira e Canapi. Ao contrário das edições anteriores, esta 11ª edição contemplará dois municípios por final de semana. Ao todos, serão 20 municípios mapeados em nosso Estado até setembro. 

 

 

Palmeira dos Índios – picaretagem

Nos anos 80 houve fortes denúncias de que no mercado livre de Palmeira dos Índios, havia gente vendendo carnes de cães de ruas (vira lata)  por carne de carneiro. Agora surge o de cavalo por carne de boi. É que na segunda-feira, a PM/AL, por meio de denúncia prendeu Jânio Tavares de Araújo Filho, acusado de abater cavalo para consumo humano. A figura foi presa em flagrante abatendo um animal em um terreno situado no bairro São Francisco. Após assinar um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) ele foi liberado. O acusado responderá pelo crime de maus tratos aos animais.

Flexeiras – sustentabilidade

Alunos da Escola Guilherme Calheiros, lá em Flexeiras, prestigiaram na última semana de um seminário de Meio Ambiente e Sustentabilidade. O objetivo do evento foi o de apresentar as ações de educação ambiental desenvolvidas pelos Jovens Ambientalistas de Flexeiras (JAF), grupo que envolve os estudantes da própria escola. Dentre outras ações foi apresentado o projeto “Sabão Ecológico” que tem como objetivo coletar óleo usado para a fabricação do sabão.    

Flexeiras – sabão

Durante o seminário foi apresentado uma peça teatral pelos próprios jovens alunos, a encenação mostrou “A Vila” na qual alertou a população sobre os perigos do mosquito Aedes Aegypti, conhecido mosquito da dengue. O bom foi que todos puderam conhecer o sabão ecológico que também foi distribuído entre os participantes. A equipe organizadora do projeto, juntamente com os jovens ambientalistas, durante dois meses arrecadaram em média 200 litros de óleo reutilizado durante o seminário.