Flávio Gomes

5 de julho de 2016

Só o Congresso salva

De Ney Lopes, jornalista, advogado e ex-deputado federal: “O papel da equipe econômica é propor as medidas certas, explicá-las ao público e submetê-las à maioria dos congressistas. Esse é o verdadeiro ‘ovo de Colombo’ da atualidade brasileira. Sem o Congresso mudar a sua postura e passar a debater e decidir com a rapidez possível, a tendência fatal será o agravamento da crise. Nesse particular, a estratégia do presidente Michel Temer tem demonstrado coerência, em que pesem as acusações, de que certos recuos em decisões tomadas revelam vacilações. Profundo conhecedor da realidade congressual, o presidente optou pelo diálogo com os parlamentares, como meio de abrir caminhos de ‘consensos’ em matérias urgentes e polêmicas. Note-se que a maior acusação contra a ex-presidente Dilma era de que não tinha esse comportamento de aproximação com a base política. Tal afirmação não se pode dizer, em relação a Temer. Cabe agora o Congresso sair do imobilismo e aprovar claramente uma ‘agenda legislativa de urgência’, na qual estejam incluídas todas as matérias consideradas indispensáveis de apreciação pela atual equipe econômica. Só o Congresso (e mais ninguém) poderá evitar o caos iminente.”

 

Novos rumos

Marco Fireman está deixando a presidência da CBTU. Trocará o Rio de Janeiro por Brasília, para dirigir a Secretaria de Ciência e Tecnologia do Ministério da Saúde, já na próxima semana. Foi o que disse ontem, em entrevista ao programa “Conjuntura”, da TV Mar. Cumpre, como afirmou, missão do PP, o seu partido.

 

Tanto melhor

Depois de inúteis trocas de críticas, Renan Filho e Rui Palmeira se reencontraram na inauguração da UPA do Benedito Bentes. E agiram como devem agir dois homens públicos que ocupam cargos de relevância: em plena cordialidade. Melhor assim. Que deixem os seus desencontros para os momentos próprios.

Balanço

O reconhecimento, pelo Ministério Público Federal, das medidas de transparência adotadas pelo Governo de Alagoas é o motivo da reunião, hoje, do governador Renan Filho e da Controladora-Geral do Estado, Maria Clara Bugarim, com a imprensa. No Palácio Marechal Floriano Peixoto, a partir das 10 horas.

 

Aproximação

José Carlos Lyra de Andrade, presidente da Federação das Indústrias de Alagoas, promoveu ontem outra ação relevante para o setor ao reunir dirigentes de entidades com Maurício Quintella, ministro dos Transportes. “Estamos trabalhando para reconquistar a confiança do mercado, viabilizando investimentos”, disse o ministro.

Pesar

Boa parte da classe política esteve no final de semana passado em Arapiraca, para apresentar condolências à prefeita Célia Rocha pelo falecimento de seu pai, Antônio Pereira Rocha, aos 97 anos. Antônio Rocha era também grande desportista, tendo sido fundador do ASA e, inclusive, o seu primeiro presidente.

 

Caso sério

Para Vilmar Pinto, presidente do Creci/Alagoas, o segmento de comercialização de imóveis vive um momento reconhecidamente difícil: “É a maior crise econômica desde que comecei a trabalhar como corretor, há 35 anos”. Para ele, a recuperação só ocorrerá na metade de 2017, se Michel Temer continuar presidente.

 

Determinado

Do presidente Michel Temer: “A partir de um certo momento tomaremos medidas, digamos assim, impopulares. As pessoas me perguntam se temo propor medidas impopulares. Digo não, porque meu objetivo não é eleitoral. Se eu ficar dois anos e meio e conseguir colocar o Brasil nos trilhos, não quero mais nada da vida pública.”

 

 

*Da jornalista Vera Magalhães, na coluna “Radar”, da revista “Veja”: “Por falar em Lava-Jato, Milton Lyra, acusado de ser operador de Renan Calheiros (PMDB) no fundo Postalis, dos Correios, negocia para se tornar mais um delator na infindável operação.”

 

*A Biblioteca Pública Estadual Graciliano Ramos completando 151 anos. De hoje a 5ª feira ocorre a comemoração, com palestras, oficinas e exposições especiais. A abertura oficial é às 9 horas, com o Coral Carlos Gomes e palestra de Adriana Lourenço.

 

*As exposições “Rio Afogado” e “O Lado Invisível do Ser” serão abertas hoje, às 19 horas, no Complexo Cultural Teatro Deodoro. A primeira é um trabalho do artista visual Paulo Caldas e do fotógrafo Jorge Vieira e fala sobre o poluído Riacho Salgadinho.

 

*Desde ontem, e durante todo o mês de julho, a Rádio Difusora AM 960 reapresenta, das 20 às 22 horas, edições do programa “Aplauso”, produzido por Givaldo Kleber. Ontem, o programa foi sobre Gonzaguinha; hoje, Djavan; amanhã, Quarteto em Cy.

 

* O projeto Casas de Cultura no Campus, da Universidade Federal de Alagoas, iniciou ontem as atividades extensionistas com as aulas do curso de Inglês. O projeto contempla Francês, Espanhol e, a partir do dia 11, Leitura, escrita e gramática em Português.

*Domingo, na Série C, o ASA perdeu o jogo (Fortaleza 2×1), a liderança do grupo e a invencibilidade. Pela Série D, o CSA se manteve líder do grupo no 0x0 com o Central e o Murici passou a dividir a liderança com o Fluminense/BA ao vencer o Sergipe (2×1).

*Na véspera, o CRB repetiu suas boas atuações, passou pelo Goiás por 2x1e ficou no G-4 da Série B do Campeonato Brasileiro. E a torcida voltou a prestigiar, garantindo um público superior a 10 mil pessoas no Trapichão. Sábado, 16 horas, pega o Náutico, fora.

  

“É a teoria do caos.”, acusa.

 

Onyx Lorenzoni

Deputado federal do DEM/RS, reclamando que as ações para impedir a instalação da CPI da UNE são “solidariedade com um projeto criminoso”