Flávio Gomes

1 de julho de 2016

Justiça seletiva

De Mário Sabino “O Jornal Nacional mostrou que aumentou dramaticamente o número de aposentados inadimplentes. O motivo é que eles se acharam obrigados a arcar com as necessidades e os desejos dos seus filhos desempregados e netos sem perspectiva. Necessidades e desejos que resultaram em calotes, dada a exiguidade do que recebem por mês… Segundo a Justiça de São Paulo, Paulo Bernardo chefiava uma organização criminosa que roubou 100 milhões de reais de funcionários públicos e aposentados que viram no consignado a miragem de melhorar o padrão de vida de si próprios e dos que os rodeiam. Era um roubo de formiguinha: pouco mais de um real por mês de cada devedor, pago a título de taxa de administração para uma empresa que repassava a ‘mais-valia’ de cada real a Paulo Bernardo, PT e o resto daquela gente que só queria acabar com a fome no mundo. Apesar de tamanha perversidade, Paulo Bernardo está solto. Na visão de Dias Toffoli, ele não pode sofrer ‘antecipação de pena’. Mas os coitados que foram enganados pelos arquitetos do consignado, os coitados que foram roubados pelo ex-ministro et caterva, como os aposentados inadimplentes do Jornal Nacional, estes tiveram as suas penas antecipadas pelo serviço de proteção ao crédito. Para eles, o STF não existe.”


Balanço

Renan Filho completou ontem um ano e meio do mandato de governador de Alagoas. É pouco tempo ainda para uma avaliação mais conclusiva, porém não se pode negar que ele tem conseguido, de modo geral, se sair bem em meio à crise que assola o país. No que ajudou, muito, a situação deixada por Téo Vilela.

Legado

Não é coincidência Alagoas ser um dos raros Estados que estão conseguindo ultrapassar a turbulência econômica e política com aparente tranqüilidade. Renan Filho tem adotado atitudes enérgicas na redução de custos e na ampliação da receita, mas ações e projetos deixados pelo governo passado têm ajudado bastante.

Conflito

Está na “Coluna do Estadão”, do jornal “O Estado de São Paulo”: “Se nomear o deputado Marx Beltrão (PMDB-AL) para o Turismo, Michel Temer agrada a Renan Calheiros, mas perde o senador Benedito de Lira (PP-AL) no processo do impeachment”. Explicação: Biu de Lira e Marx podem ser concorrentes ao Senado, em 2018.

Argumento

O senador Renan Calheiros defende o reajuste do Bolsa Família: “Do ponto de vista do impacto significa muito pouco, diante do que está aí. Porque o Bolsa Família somado com a Lei Orçamentária Anual não significam 1% do PIB, então não é essa despesa que vai matar a fome de algumas pessoas que vai desorganizar o Brasil”.

Risco

O prefeito Rui Palmeira merece todo o reconhecimento por recuperar a Praça Afrânio Jorge, conhecida como “Praça da Faculdade”, que já foi um dos principais pontos de encontro e de lazer de Maceió. Mas será difícil evitar nova ocupação por carros estacionados, moradores de rua e ambulantes. Só com muita fiscalização.

Restrição

Os vereadores Eduardo Canuto (TV Pajuçara), Wilson Júnior (TV Mar e Rádio Gazeta) e Silvio Camelo (TV Mar) só têm até hoje para aparecer nos veículos de comunicação em que atuam. Por força da legislação, só poderão voltar a essa atividade após a eleição. Até lá, TV e rádio, para eles, somente no guia eleitoral.

A voz do dono

Diante da polêmica envolvendo a lei que leva seu nome, criada quando era Secretário da Cultura do governo Fernando Collor, Sérgio Rouanet é contra sua extinção: “Reconhecer os problemas que existem a fim de evitá-los me parece fundamental agora. Não dá para substituir uma lei que tem seus defeitos por uma lei perfeita demais no sentido que implique no aumento da participação estatal.”

 

*Será hoje a segunda premiação da campanha “Azul da Cor do Mar de Alagoas”,  que destaca os melhores vendedores do destino Alagoas,  em 2015, pela companhia aérea Azul. Às 19h30m, no Hotel Premier (antigo Radisson), na Praia de Pajuçara.

 

*O município de Maceió realiza, hoje e amanhã, sua 6ª Conferência Municipal das Cidades, na sede da Federação dos Trabalhadores na Agricultura de Alagoas –  Fetag, em Mangabeiras. O evento é aberto à participação de toda a população maceioense. 

 

*O grupo Teatro Mágico volta se apresentar em Maceió, após seis anos, às 19 horas de hoje, no Teatro Gustavo, com o show “O Grão do Corpo”, com música livre, dança contemporânea e artes circenses. Contato e ingressos: www.lojadeingresso.com.

 

*O Museu da Imagem e do Som de Alagoas recebe, a partir de hoje, a exposição “Civilização Periférica II: Retratos em Retalhos”. A mostra tem pinturas em acrílico sobre tela e esculturas em papel machê. Aberta ao público até 23 de julho.

 

*Encerram-se hoje as inscrições para a 13ª Mostra Alagoana de Dança, que visa promover e estimular a dança em seus diversos estilos. Podem se inscrever escolas de dança, grupos amadores ou profissionais e bailarinos, profissionais ou não.

 

* A Galeria Karandash, especializada em arte contemporânea, voltou a agendar visitas guiadas gratuitas para estudantes ee colecionadores. A galeria dispõe de mais de duas mil peças de artistas brasileiros. Contato: 3317.6693 / 99982.5610.

 

*Jogos dos clubes alagoanos no final de semana pelo Brasileiro: amanhã: 21 horas, no Trapichão, CRB x Goiás; domingo: 16 horas, Fortaleza x ASA, em Arapiraca, pela Série C, e, pela Série D, Central x CSA, em Caruaru, e Murici x Sergipe, em Murici.

 

“O ajuste está de pé”

 Monsueto Almeida

 Secretário de Acompanhamento Econômico, garantindo que os reajustes do Bolsa Família e dos servidores do Judiciário e do MP não mudam a meta do governo federal