Flávio Gomes

25 de junho de 2016

Gastando muito. E mal.

Do economista Paulo Guedes, em “O Globo”: “A corrupção sistêmica é hoje fato estabelecido. A classe política está sob suspeita… Maus empresários, funcionários públicos corruptos e políticos inescrupulosos aperfeiçoaram essa engrenagem de administração centralizada para o financiamento das campanhas políticas, a compra de sustentação parlamentar e a apropriação indébita de recursos públicos. Grupos de interesses privados financiam políticos corruptos, que por sua vez nomeiam funcionários públicos corruptos para postos-chave dessa engrenagem, que devolvem então aos corruptores privados recursos públicos suficientes para compensar seus ‘investimentos’ na captura de influência política… Pior, o descontrole de gastos públicos, de um lado, e a meta de inflação, de outro, produziram juros astronômicos que nos levaram ao endividamento interno em bola de neve. O governo federal gasta muito, rouba muito e gasta mal, enquanto faltam recursos para saúde, segurança, saneamento e educação em estados e municípios falidos.”

 

Agitação

O escritório de Teotonio Vilela Filho, presidente do PSDB/AL, é bem movimentado. “São lideranças políticas que me procuram, inclusive de outros partidos”, explica ele. Isso, segundo o ex-governador, indica que se aparentemente há apatia em relação à eleição deste ano nos bastidores há muita articulação.

Presença

Rui Palmeira foi enfocado pelas câmeras de TV, em transmissão nacional, assistindo ao jogo CRB x Paraná na arquibancada do Trapichão. É um costume dele, desde garoto, e que manteve também quando foi deputado estadual e federal. Cícero Almeida, principal concorrente de Rui à Prefeitura de Maceió, também é CRB.

Palpite

Informação de experiente jornalista da área política, leitor costumeiro de “Conjuntura”: o candidato a vice na chapa de Cícero Almeida (PMDB) está entre o deputado estadual Galba Novaes, a deputada estadual Tayse Guedes e o advogado Omar Coêlho. Fora disso, na sua avaliação, será uma surpresa muito grande.

Restrição

José Carlos Lyra de Andrade, presidente da FIEA, acha que deveria ter sido mantida a doação de empresas a campanhas políticas, de maneira clara, legalmente. Quanto à doação por pessoas físicas, não crê que vingue: “Eu mesmo não dou do meu dinheiro”. Foi o que disse ao programa “Conjuntura”, na TV Mar.

Sem jeito

Empregados do governo estadual vinculados à CARHP continuam sendo demitidos. Muitos deles com poucos anos para completar o tempo necessário à aposentadoria. Os prejudicados protestam, mas a decisão está tomada e é irreversível: todos serão demitidos. É uma questão de tempo, no máximo até o próximo ano.

Efeito

Essas demissões da CARHP ampliam as carências no quadro administrativo do Estado. Tais servidores, remanescentes de empresas públicas extintas, vinham trabalhando em diversos órgãos. Estão sendo substituídos por comissionados ou terceirizados, ganhando até melhores salários, sem que seja feito concurso público.

Opinião

Do cientista político Murillo de Aragão: “Até a aprovação definitiva do processo de impeachment, prevista para agosto, Temer deve continuar enfrentando algumas dificuldades. Ainda que a chance de reversão do impeachment seja inferior a 10%, a interinidade gera uma natural cautela nos agentes econômicos e no meio político.”

 

*Muita expectativa e nenhum fato novo. Foi o que ocorreu com o documentário exibido anteontem pela “GloboNews” sobre os 20 anos dos assassinatos de Paulo César Farias e de Suzana Marcolino. Renovaram-se as mesmas dúvidas. E o mistério continua.

*Encerra-se hoje a 1ª Mostra de Fotojornalismo e Vídeo de Alagoas, com 52 fotografias e 13 vídeos produzidos por membros da Associação de Repórteres Fotográficos e Cinematográficosde Alagoas. No Museu Palácio Floriano Peixoto, das 8 às 18 horas.

*O prazo de inscrições do edital Misa Acústico termina hoje. O projeto da Secult busca estimular a produção musical alagoana. As inscrições são gratuitas. Cada selecionado receberá R$ 2 mil, totalizando investimento de R$ 16 mil. Contato: 3315.7889. 

 

*O programa “Almanaque Educativa” de amanhã tem, dentre as atrações, o cantor e compositor Eliezer Setton abordando seu novo disco, “Meu Brasil Forrozeiro”, e uma homenagem ao saudoso Raul Seixas. A partir das 11 horas, na Educativa FM.

*Também amanhã o Teatro Jofre Soares recebe, às 17 horas, o espetáculo “Encenações Urbanas”, de Jessé Batista, pelo projeto “Sesc das Artes 2016”. É um depoimento sobre dançarinos da cultura hip hop e suas atuações nas danças urbanas. Entrada franca.

*O Poder Judiciário de Alagoas vai realizar seleção de estágio para estudantes de Direito. As inscrições devem ser feitas no site da Escola Superior da Magistratura (Esmal), até o dia 18 de julho. O certame é destinado à formação de cadastro reserva.

*O CRB tem tarefa difícil para voltar ao G-4 da Série B: ganhar amanhã do Vasco, no Trapichão, 16h30m. O jogo promete emoções, até pela circunstância de o CRB sofrer gol no final das partidas, como ocorreu contra o próprio Vasco, na Copa do Brasil.

 

“A Constituição é que diz que tenho legitimidade. Nós nos elegemos juntos.”

Michel Temer

Presidente da República interino, ao dizer a Roberto D’Avila, na Globo News, que foi votado tanto quanto Dilma Rousseff