A Palavra em palavras

21 de junho de 2016

SERIA CORRETO BUSCAR DESESPERADAMENTE O CÉU?

Seria correto buscar desesperadamente o Céu?

Por Alisson Francisco[1]

Não se desespereA pergunta do título requer, primeiramente, saber o que significa buscar desesperadamente. Eis o que será delineado a seguir, mostrando como essa expressão é tão mal empregada por muitos e como esse mau uso pode ser danoso.

É comum ouvir expressões do tipo “Fulano buscou, desesperadamente, a vitória”. Ora, se busca desesperadamente, busca-se sem esperança. Buscar algo sem esperança é algo contraditório, pois como pode alguém buscar algo que não acredita, sequer minimamente, que esse algo possa ser conquistado?

Na verdade, muitas das vezes as pessoas confundem aflição com desespero. A aflição é uma dificuldade que perturba a consciência, causando angústia ou ânsia; mas o fato de alguém passar por tal sofrimento não significa que deixe de ter esperança. Assim, Jó sofria muitas aflições, mas não perdia a esperança em Deus.

A perda da esperança consiste em incorrer no pecado da desesperança, o qual é uma das infrações ao primeiro mandamento, o qual preceitua amar a Deus sobre todas as coisas. Amá-Lo acima de tudo implica confiar n’Ele, esperar n’Ele.

Tudo tem seu tempoUm dos erros que ocorrem em relação a saber o que significa esperar em Deus é entender o que é esperar. Esperar em Deus é confiar que Ele nos esperança (do verbo esperançar), ou seja, é d’Ele que nos vem a virtude da esperança e, por conseguinte, a esperança é uma infusão motivadora do agir de quem crê e ama.

Buscar o Céu é, portanto, um ato de quem tem esperança. Quem busca o Céu, busca-o em virtude de fidelidade e, portanto, não o faz em desespero. O mandamento de amar a Deus une o fiel nas três virtudes teologais, uma vez que, ao cumpri-lo, ele ama, esperando n’Ele e com fé n’Ele, passa a amar mais, mergulhando no mistério cristificante até que cada vez mais ame n’Ele. Ou seja, o crente quanto mais se empenha em viver a santa fé católica, mais se configura no Corpo de Cristo e, no Filho, passa a amar mais a Deus Pai. É do Corpo do Deus Filho que o cristão recebe a virtude da fé; é n’Ele que Ele cresce na fé e encontra a fonte consoladora e inesgotável de esperança, conduzindo-o no caminho do Amor, que é o próprio Cristo.

Nisso, conclui-se que as virtudes teologais nos conduzem à realização em Deus (Theos) através da participação no Corpo do Logos (a Palavra que Salva, que é Cristo).

Espera na misericórdia divinaEm verdade, todo aquele que ama a Deus, busca-O; quem o busca, fá-lo porque Deus (por amar primeiro) infundiu no coração de tal homem a virtude da fé. E todo aquele que vivencia a fé, espera em Deus.

Deus cuida de ti!Friso que esperar em Deus não é um não agir, mas um agir esperançoso, motivado por Deus e para Deus. Quem espera com fé, esperança-se por amar. Ou seja, a fé e o amor renovam as esperanças e motivam a viver e crescer na felicidade oriunda do ato de amar!

Portanto, quem busca o Céu não o faz no desespero, perquire-o na virtude da esperança.

Dado em Maceió, 20 de junho de 2016.

Alisson Francisco Rodrigues Barreto.


[1] Alisson Francisco Rodrigues Barreto é poeta, filósofo; bacharel em Direito, pós-graduado; ex-seminarista e missionário católico por força do sacramento da Crisma.