Flávio Gomes

13 de junho de 2016

A crise do Brasil

Do senador Cristovam Buarque (PPS/DF): “…Vemos a tragédia imediata da recessão e do desemprego ao redor, mas não percebemos a tragédia distante de continuarmos na velha economia da produção primária, da indústria metal-mecânica, da dupla dependência tecnológica, tanto na inovação dos produtos quanto na inovação das ferramentas. A maior prova da falta de sintonia com o futuro é o descuido com que tratamos nossa educação de base, desperdiçando milhões do mais importante vetor do futuro: os cérebros bem-formados de nossa gente. O vetor do progresso está na educação de qualidade igual para todas as crianças, independentemente da renda dos pais e da cidade onde vivem. Desprezamos o futuro quando nos recusamos a prestigiar o mérito dos bons professores, diferenciando-os dos demais. Não estamos sintonizados com o futuro ao mantermos uma máquina estatal ineficiente, a serviço de sindicatos e partidos, e não do público; ou quando nos recusamos a atualizar velhas leis que já estão superadas. Nos tempos em que a taxa de natalidade diminui e a esperança de vida aumenta, o espírito do tempo exige a reforma no sistema previdenciário. A maior crise brasileira não está nas aparências do que nós vemos e sofremos, mas em nossa recusa de olhar para onde sopram os ares do futuro e de como fazer as reformas que nos sintonizarão com ele.”

Imune

Em meio a toda a crise, econômica e política, Renan Filho tem conseguido se sair bem, ocupando espaço próprio, desvinculado do poderoso pai, presidente do Congresso Nacional. O governador até mereceu, dia desses, elogios do jornalista Ricardo Boechat, na TV Band, pela forma como vem administrando Alagoas.

Disparado

Aqui no Estado tem sido predominante a opinião de que, se mantiver o atual nível de gestão, não haverá concorrente para Renan Filho em 2018. Embora ainda faltem dois anos e exista no meio uma eleição municipal, não deixa de ser um fator favorável. Só deve mudar se surgirem ventos ruins de Brasília.

Incrível

Rui Palmeira e o secretário da Saúde, José Thomaz Nonô, conseguiram a proeza de recuperar as condições de atendimento no PAM Salgadinho. Mas não têm tido retorno, do ponto de vista político, pois cerca de 60% do atendimento no principal posto de saúde da Capital está ocioso. Um mistério que ninguém desvenda.

Ao voto…

A Câmara Municipal de Maceió tem sido pródiga na criação e concessão de comendas, nas mais variadas áreas. Algumas justas, a maioria nem tanto. Homenagens à parte, é uma maneira bem eficaz de os vereadores conseguirem a simpatia dos beneficiados. O que é algo bastante considerável em ano eleitoral.

Entrave

A malha aérea sempre foi um problema para o turismo no Nordeste, no que se inclui Maceió, um dos seus principais destinos. E a situação conseguiu piorar. Para se ter ideia, não há mais vôo direto Maceió-Salvador, via área. Quem precisar fazer o percurso tem de se sujeitar a escala em Recife, Brasília, Rio de Janeiro ou São Paulo.

 

Alerta

Amanhã o TRE/AL inicia a entrega de mais de 97 mil títulos eleitorais referentes ao rezoneamento da 33ª Zona Eleitoral, de Porto Calvo para Maceió. A entrega acontecerá no shopping Pátio Maceió, na Avenida Menino Marcelo, bairro da Cidade Universitária, das 10 às 19 horas. Interessados devem levar seus documentos pessoais.

Fio descapado

A situação da estatal de energia Eletrobras, com sucessivos prejuízos desde 2012, é “insustentável” e exigirá revisão do tamanho e do papel da empresa. Alerta o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho: “Não vamos fazer uma liquidação da Eletrobras. Mas tem sim determinação de redefinir o papel e o tamanho da empresa.”

 

 

* A campanha de reeleição da presidente Dilma Rousseff embolsou US$ 4,5 milhões (mais de R$15 milhões) no caixa 2, em 2014, segundo o engenheiro Zwi Skornicki, representante no Brasil do estaleiro Keppel Fels. Dinheiro desviado da Petrobras.

*Desde o lançamento de “Chega de Saudade”, apenas com voz e violão, João Gilberto começou a se consagrar na música brasileira, com reconhecimento internacional. Hoje é o enfocado do programa “Aplauso”, a partir das 10 da manhã, na Educativa FM.

*O projeto Orquestra Jovem do Estado de Alagoas lançou uma série de intervenções musicais da Camerata Pró-Música de Alagoas. As aulas são para alunos da rede estadual de ensino. Inscrições a partir de amanhã, no Espaço Cultural Linda Mascarenhas.

*Acontece hoje nova edição do projeto “Ocupe a Praça, Maceió”. As apresentações culturais acontecem na quadra aberta da Escola Geraldo Bulhões, no bairro do Bom Parto, a partir das 15 horas. Haverá apresentações musicais de vários gêneros.

* No dia 28 de junho, a partir das 21h30m, o Iate Clube Pajussara vai realizar o seu tradicional “Forró dos Pedros”. Como atrações, o Trio Chamego Bom e Banda Paixão Nordestina, de Caruaru. Já estão à venda  mesas para sócios e não sócios.

*Os clubes alagoanos iniciam hoje sua participação na Série D do Campeonato Brasileiro. O CSA, vice-campeão alagoano, estréia no interior do Piauí, contra o Parnayba. Já o Murici fará seu primeiro jogo em casa, contra o Campinense.

 

*Às 16 horas, no Estádio Municipal de Arapiraca, o ASA tentará se manter na zona de classificação do seu grupo, na Série C do Brasileiro, recebendo o River, do Piauí. O clube alagoano fará a estréia do seu novo treinador, Paulo Foiani.

 

“Ninguém estará acima da lei, no que depender do Ministério Público

Rodrigo Janot

Procurador Geral da República