Roberto Baia

15 de Maio de 2016

Voltou pra casa

A ex-prefeita de Estrela de Alagoas, Ângela Garrote, que foi vítima de um acidente que matou quatro pessoas na BR-316, em Palmeira dos Índios, no dia 10 do mês passado, recebeu alta médica na manhã da última sexta-feira. Ângela estava internada no Hospital Arthur Ramos, em Maceió, há cerca de 30 dias, onde se recuperava de cirurgias realizadas e de várias escoriações sofridas em algumas partes do corpo, que chegou a afetar um dos pulmões.

 

Boa recuperação

De acordo com informações postadas em redes sociais pelo filho e prefeito de Estrela de Alagoas, Arlindo Garrote (PP), as cirurgias foram bem sucedidas e a recuperação da ex-prefeita está superando as expectativas da família. “Deus permitiu e ela chegará hoje à tarde no município de Estrela. Graças a Deus as cirurgias foram bem sucedidas e a recuperação está superando as nossas expectativas. Não precisa ser próximo para saber que minha mãe é ansiosa e um pouco, digamos, inquieta. Digo isso porque quando ela tem alguma coisa para resolver, tem que ser naquele momento”, declarou Arlindo Garrote.

 

 

ASA

Antes de encerrar a semana, a direção do ASA deve anunciar mais reforços para a disputa da Série C do Brasileiro. Depois da chegada do goleiro Ferreira, do lateral-esquerdo Ygor e do atacante Ivan, que estavam no Coruripe, o goleiro Thiago Braga, ex-Uberlândia-MG, encabeça a lista dos novos contratados, segundo informações do Globo Esporte.

Novas contratações

O zagueiro Tiago Papel e os meias Aurélio e João Paulo, que trabalharam com o técnico Jaelson Marcelino no Hulk, também devem vestir a camisa alvinegra. Mesmo com a crise financeira que o clube atravessa, Jaelson Marcelino mostra confiança na força do grupo e no anúncio dos reforços. “Estamos conversando com a diretoria. Sabemos das dificuldades que o clube se encontra hoje e não adianta esconder. Estamos em contato com alguns atletas e espero que até sábado esses jogadores possam estar aqui para reforçar esse grupo, para que possamos fazer uma grande Série C”, disse Jaelson.

 

Cacimbinhas e Palmeira

A Fiscalização Preventiva Integrada (FPI) do Rio São Francisco interditou mais uma vez os laticínios dos municípios de Cacimbinhas e Palmeira dos índios, na última quinta-feira (12). No local foram recolhidos 300 quilos de produtos e insumos que foram encontrados em meio a moscas e venenos. A informação foi divulgada sexta-feira (13).

Apreensões

De acordo com o Ministério Público (MP), a FPI apreendeu queijo e iogurtes, além de produtos de insumos que estavam armazenados de forma irregular nas fábricas de iogurte Tantty, em Palmeira dos índios e no laticínio Santa Isabel, em Cacimbinhas. Segundo o MP, essas fábricas já foram fechadas na última etapa da FPI que aconteceu em novembro de 2015 e receberam as devidas orientações para a regularização, mas nenhuma providência foi tomada e as empresas reabriram com as mesmas irregularidades.

Em Palmeira

O MP informou que a fábrica de Iogurte Tantty foi interditada porque continuou fabricando produtos com selos falsificados. O responsável pelo estabelecimento foi conduzido para a delegacia regional de Palmeira dos Índios, onde foi realizado o flagrante pelos crimes de desobediência e de falsificação de selo oficial.

Em Cacinbinhas

Já o laticínio de Cacinbinhas foi flagrado construindo uma fábrica de laticínios no meio da Caatinga. O Instituto do Meio Ambiente (IMA) autuou o laticínio Santa Isabel por funcionar sem licença ambiental e por fazer uso de lenha sem comprovação de origem.

Rio Largo

A Prefeitura de Rio Largo, município da Região Metropolitana, informou na última sexta-feira (13) que decidiu não fazer festas de São João para este ano de 2016. Segundo uma nota enviada pela Prefeitura à imprensa, foi considerado o momento político e econômico que assola o Brasil. O Município disse que está seguindo orientações do Tribunal de Contas do Estado, no sentido de que os municípios não realizem despesas que não sejam absolutamente essenciais ao funcionamento dos serviços públicos.

Dificuldades financeiras

Informou ainda que o Poder Executivo não tem condições de realizar o evento, se curvando a realidade econômico financeira do município, priorizando o pagamento dos servidores e direcionando os recursos no avanço dos investimentos na cidade. “A decisão em comento decorre da preocupação da gestão em cumprir com os ditames da legislação vigente, em especial da Lei de Responsabilidade Fiscal, em observância rigorosa as recomendações dos órgãos controladores”, diz um trecho da nota.

 

… O 3° Batalhão de Polícia Militar de Alagoas junto à Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), ao Corpo de Bombeiros e ao Comitê Olímpico Local (COL) para a passagem da tocha em Arapiraca reuniram-se para afinar e aprimorar o plano de segurança para este momento ímpar na história da cidade.

… Depois do COL ter se reunido com todas as secretarias envolvidas na passagem da tocha olímpica por Arapiraca, surgiu a necessidade do encontro com todos os órgãos responsáveis pela segurança do evento para que fossem posto à mesa não só o itinerário da tocha, como também as atividades envolvidas no andamento e, assim, articular as ações necessárias para garantir a tranquilidade do evento.

…Durante o encontro foram discutidas questões de efetivo policial a disponibilizar, como também expectativa de público no transcorrer do trajeto, horários de revezamento das 29 pessoas e percurso da tocha, além de todas as ações simultâneas à passagem.

Sidinéia Tavares_ interina