Blog do Dresch

27 de Abril de 2016

Saúde em Alagoas terá R$ 300 milhões

                   “A meta de Alagoas é investir, com recursos próprios, R$ 300 milhões na área da saúde, nos próximos três anos”. A informação é do próprio governador de Alagoas Renan Filho, ao assinar a ordem de serviço para reforma e ampliação do Hemocentro Regional de Arapiraca (Hemoar), cujas obras custarão ao estado mais de R$ 660 mil. O orgão atualmente recebe em média, mil doações de sangue por mês, destinadas a abastecer hospitais e maternidades de 46 municípios do agreste e do sertão, integrantes da II Macrorregião da Saúde, incluindo também a Unidade de Emergência do Agreste.

Saúde terá R$ 300 milhões 2

                   Acompanhado do vice-governador Luciano Barbosa e da Secretária da Saúde, Rozangela Wiszomirska, Renan Filho também visitou as obras de ampliação da Unidade de Emergência do Agreste. “Apesar da crise financeira do país, Alagoas vai fazendo a sua parte, investindo recursos próprios nas áreas prioritárias como a saúde”. O plano de investimentos no setor de saúde prevê reformas e ampliação em postos de saúde, dos hemocentros estaduais, construção de hospitais nas diversas regiões do Estado e de Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Unidades de Pronto Atendimento (UPA).

 

Sua hora vai chegar

                   O Supremo Tribunal Federal (STF) acatou, através de decisão do ministro Teori Zavascki, o pedido de abertura de outros dois inquéritos contra o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Os dois inquéritos tramitam em segredo de justiça e os pedidos foram feitos pelo Procurador Geral de Justiça, Rodrigo Janot. Desta forma, chegam a cinco o numero de procedimentos abertos pelo STF contra o presidente da Câmara, inclusive com um deles solicitando o seu afastamento da Câmara por tentar atrapalhar as investigações. Em Março, o STF acolheu denúncia contra ele (por 10 votos a 0) por suspeita de ter recebido propina de US$ 5 milhões, em um contrato com a Petrobrás. Outro inquérito apura as contas na Suíça para recebimento de propina, e outro por corrupção nas obras do Porto Maravilha, no Rio. Já estão previstas a apresentação de outras duas denúncias contra Cunha por parte do procurador Geral de Justiça, que, segundo Rodrigo Janot apresentam indícios ainda mais consistentes de ocorrência e autoria de crimes. Através de nota, a assessoria de Eduardo Cunha afirmou que Janot “atua de forma seletiva e célere” contra o peemedebista. “Seria bom que adotasse a mesma rapidez contra todos os investigados, o que parece não ocorrer” disse a assessoria.

 

A pressão das bancadas

O preço dos votos favoráveis ao impeachment na Câmara Federal já começa a ser cobrado do vice-presidente Michel Temer (PMDB). Representantes das bancadas “BBB” (uma alusão a Boi, Bíblia e Bala) já encaminharam suas principais reivindicações, para o caso da Presidente Dilma ser afastada na presidência da República. Pela proporção de votos de seus integrantes, a bancada evangélica apresentou um placar na votação de 163 x 24 (numa proporção de 6,7 a 1). A bancada da segurança pública foi de 245 x 47 (5,2 favoráveis a 1). Esses resultados apontaram para uma maior interlocução em um futuro governo Temer, como colocam algumas lideranças dessas bancadas.

A pressão das bancadas 2

                   Na avaliação de lideranças da Câmara, a pressão dos pastores sobre os deputados da bancada evangélica foi decisiva para a aprovação da presidente Dilma. Entre eles podem ser citados Silas Malafaia (Assembleia de Deus), Edir Macedo (Igreja Universal) e Valdomiro Santiago (Igreja Mundial do Poder de Deus). Já a bancada da bala retoma as bandeiras da pauta conservadora, como a redução da maioridade penal e a flexibilização do estatuto do desarmamento. Já bancada ruralista luta para que Temer “feche as torneiras” para os programas do Movimento dos Sem Terra e da Reforma Agrária, e transfira para o Congresso a palavra final sobre a demarcação das terras indígenas.

A pressão das bancadas 3

                   Mesmo atuando com mais discrição, a bancada de maior apoio ao impeachment, foi a dos empresários. A bancada já cobra de Michel Temer o estímulo ao empreendedorismo, a reforma tributária, flexibilização da legislação trabalhista e desburocratização da economia. Uma das principais demandas é o apoio de Temer ao projeto que regulamenta a terceirização e apoio a reformas imediatas que possibilitem a retomada da confiança. As lideranças já garantiram que em conversas com o vice, ele sinalizou que pretende de imediato tomar medidas de impacto na economia e no meio empresarial.

Movimento no aeroporto

                   Segundo a Infraero, mais de 270 mil pessoas já desembarcaram no Aeroporto Zumbi dos Palmares nos meses de Janeiro, Fevereiro e Março, um índice de 4,73% superior ao mesmo período no ano passado. Esse bom fluxo turístico é explicado pela valorização do dólar, que tem estimulado aos turistas nacionais, escolherem o Nordeste (e especialmente Alagoas) como destino turístico. Soma-se a isso, a exemplar divulgação das belezas naturais do Estado e a união dos entes envolvidos no segmento turístico. A taxa de ocupação hoteleira nos três primeiros meses de 2016 chegou a 77,6% contra 71,2 do ano que passou.

 

  • Quem deseja tirar o título de Eleitor e participar das eleições municipais deste ano, deve resolver sua situação até o dia 4 de Maio.
  • O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) lembra que a regra também vale para quem mudou de cidade e ainda não alterou o endereço. As pessoas devem comparecer até a data citada no cartório mais próximo.
  • O TRE alerta ainda que antecipar a ida ao cartório eleitoral, além da comodidade de regularizar a sua situação, evitará as filas quem sempre acontecem nos dias próximos ao fim do prazo.
  • Eleitores com deficiência motora ou com mobilidade reduzida também podem solicitar transferência para uma seção eleitoral mais próxima de sua casa, para participar da festa democrática das eleições com mais tranquilidade.
  • O voto é obrigatório, mas a escolha do candidato é livre. E é neste momento que o cidadão brasileiro deve exercer o seu direito de escolher quem verdadeiramente o representa, que defende suas ideias, suas aspirações e seus anseios para melhorar o país, o estado e a nossa cidade.