Blog do Dresch

14 de Abril de 2016

O desabafo de Dilma Rousseff

                   Em um encontro que teve com professores e médicos que foram lhe prestar solidariedade, a presidente Dilma Rousseff afirmou que o relatório da comissão especial do impeachment aprovado na segunda “é a maior fraude jurídica e política da nossa história”. E continuou “o relatório da Comissão é o instrumento da fraude. O relatório é tão frágil, sem fundamento, chega a confessar que não há indícios, provas suficientes das chamadas irregularidades que tentam me atribuir” disse a presidente. Sem citar nomes, a presidente criticou o posicionamento do seu vice Michel Temer, que tem estimulado o golpe.

O desabafo de Dilma 2

                   Dilma Rousseff alertou aos presentes e aos brasileiros em geral que “com farsas, fraudes e sem legitimidade, ninguém pacifica, ninguém concilia, ninguém constrói unidade para superação das crises, só as agrava e as aprofunda”. E disse mais “a quem interessa usurpar do povo brasileiro o direito sagrado de escolher quem governa?         Como acreditar em um pacto de unidade nacional que não tem sequer uma gota de legitimidade democrática de quem o propõe? Como acreditar que haverá sustentação para tal aventura?”.

O desabafo de Dilma 3

                   A Presidente do Brasil pediu a todos que não aceitem provocações de qualquer ordem. “É possível surgir novas acusações sem provas que serão feitas e amplificadas por manchetes escandalosas. Muito possivelmente, sofrerei novas calunias e ataques desesperados. Fiquem atentos, mantenham-se unidos, não aceitem provocações. Não somos do ódio. Somos da paz. Não somos violentos e não perseguimos pessoas. Nós não divergimos dos nossos adversários com gestos de claro ódio. Nós acreditamos na consciência das pessoas. A verdade haverá de prevalecer e o impeachment não vai passar. O golpe será derrotado”.

 

União reage à decisão do STF

                   A liminar concedida pelo Supremo Tribunal Federal, beneficiando inicialmente os estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, modificando a correção da dívida destes dois estados, foi criticada pelo Ministério da Fazenda através de uma nota técnica onde ataca o entendimento do STF de que a dívida dos estados com a União pode ser paga considerando juros simples, sem a aplicação de sanções. O governador de Alagoas, Renan Filho, anunciou que também esta entrando com uma ação semelhante, pedindo igualmente a aplicação dos juros simples no cálculo da dívida, em vez dos compostos. Claro que todos os demais estados agirão da mesma forma. De acordo com a nota técnica do Ministério, caso o procedimento do STF seja ampliado aos demais estados, o impacto nos cofres públicos atingiria cerca de R$ 313 bilhões. “A ação preliminar do STF, exigirá da Secretaria do Tesouro Nacional uma avaliação minuciosa das suas implicações, tanto em relação à gestão da Dívida Pública Federal e às relações com entes federados quanto aos riscos para a eficiência e no equilíbrio do sistema financeiro nacional” avaliou o Ministério. Diz ainda a nota “durante toda a vigência do refinanciamento da dívida dos Estados, o custo da captação da União foi superior aos encargos cobrados destes entes”. O julgamento do mérito da ação deve levar alguns meses.

 

Familiares de Da Vinci

                   Ao contrário do que sempre foi divulgado, a família do gênio Leonardo Da Vinci não se extinguiu como se imaginava. Um novo estudo italiano, que levou 43 anos para ser concluído, mostrou que há descendentes do pai de Leonardo, Piero. O anúncio foi feito pelo diretor do Museu Ideale Leonardo Da Vinci, Alessandro Vessozi. Até um evento foi marcado para esta quinta feira (14) batizado de “Leonardo Vive” apresentará na oportunidade, o resultado de uma pesquisa multidisciplinar que analisou os antepassados do inventor italiano e seus descendentes diretos até hoje, alguns dos quais devem estar presentes no evento citado.

Familiares de Da Vinci 2

                   O objetivo do estudo, que buscou “traços” e documentos de Da Vinci na França e na Espanha, era reconstruir a genealogia da família, por 15 gerações e ainda analisar os locais de vida e de sepultamento de seus familiares. Segundo os pesquisadores, o alvo não foi somente atingido com a individualização de diversos lugares esquecidos de sepulturas dos descendentes através dos séculos, mas também com a identificação dos descendentes vivos. Os estudiosos informaram ainda que a pesquisa proporcionou uma importante “razão científica”: oferecerá a possibilidade de analisar o DNA de Leonardo Da Vinci, que será objeto de uma próxima convenção internacional.

Tratamento de resíduos

                   A Região do Agreste vai ganhar uma Central de Tratamento de Resíduos (CTR) que vai funcionar dentro das normas técnicas e ambientais para o descarte do lixo. A Central foi aprovada pelo Conselho Estadual de Proteção Ambiental (Cepram), e vai funcionar em uma área de 81 hectares entre os municípios de Arapiraca e Craíbas, com acesso pelas rodovias AL-220 e AL-215. Receberá os resíduos sólidos de Classe II (lixos domiciliares e comerciais) e Classe II-B que são da construção civil. A Central deverá atender a vários municípios da região, que atualmente descartam o lixo a céu aberto.

 

 

  • Uma pesquisa a respeito dos times brasileiros de maior torcida e também os mais odiados pelos torcedores dos outros times, foi divulgada ontem pela empresa Paraná Pesquisas.
  • O Flamengo do Rio continua sendo o time de maior torcida do país, com 16,5% da preferência nacional. O rubro-negro é o segundo mais odiado com 8,6%.
  • É o contrário do Corinthians, segundo mais amado (14,6%) e o primeiro mais odiado, com 13,6%.
  • A lista dos clubes de maior torcida segue assim: São Paulo (7,9%), Palmeiras (5,6%), Vasco (4,5%), Cruzeiro (4,0%), Grêmio (3,3%), Santos (3,2%), Atlético MG (2,8%), Internacional (2,6%), Bahia (1,8%), Botafogo (1,8%), Fluminense (1,6%), Sport (1,5%). Outros clubes juntos ficaram com 10% e não torce para nenhum ficou com 19,4%.
  • Na pesquisa espontânea 46,9% dos ouvidos disseram que gostam de tocos os times. Os mais odiados são: Corinthians 14,6%, Flamengo 8,6%, Vasco 5,9%, Palmeiras 5,3%, São Paulo 3,2%, Atlético Mineiro 1,9%, Cruzeiro 1,6%, Internacional 1,6%, Grêmio 1,4% e outros times em geral 9,1%.