cotidianoativo

12 de Abril de 2016

Nem tudo precisa dar errado

Disponível em: http://www.coolidgecc.org/images/stories/Broken_Cup.jpg
É comum, ao sairmos de casa para trabalhar ou levar nossos filhos na escola, que façamos tudo com certa antecedência, prevendo que o trânsito estará congestionado. Também, ao irmos ao médico, já possuímos a certeza de que ficaremos horas intermináveis na sala de espera. E quando compramos um lugar em um estádio de futebol para um jogo do nosso time do coração? É angustiante saber que teremos que discutir com alguém que estará ocupando indevidamente o nosso lugar ou que chegou na nossa marcada.  

E assim vamos intensificando o nosso descrédito para com as instituições, as pessoas e o sistema. Esse sentimento de que as coisas foram feitas para, quase sempre, não acontecerem como deveriam está criando raízes em nossa cultura, remetendo a todos nós para uma derrota antecipada diante de um dia a dia cada vez mais hostil.

Os ponteiros do relógio avançam e exigem o respeito com a nossa agenda. O telefone toca e a cobrança se repete: – cadê você? – Tô chegando. Lutamos contra esse fantasma do “vai dar errado”. Mas isso não é motivo para nos assustarmos. Toda apreensão gerada quase sempre tem a ver com planejamento e nossa aparente falta de cobrar explicações, de entender o que houve de errado para podermos assumir uma postura de enfrentamento, de reação.

É uma mudança de atitude que temos que reconhecer para que possamos aplicá-la em nosso cotidiano. Fácil não é, mas o benefício será imediato. Imaginem vocês como tudo pode ser mais interessante se soubermos as causas para questionar. Por que tem que dar errado quando eu sei como fazer para dar certo? Não é ser arrogante ou chato, mas sim, ser crédulo na capacidade de que, nós brasileiros, temos de tornar nossa vida mais simples e fácil de ser vivida. Afinal de contas, nós merecemos.

* Antonio Moura é secretário municipal de Proteção ao Meio Ambiente de Maceió. É graduado em Administração e Marketing com pós-graduações em Docência do Ensino Superior e em Gestão de Pessoas.