Futebol

4 de Abril de 2016

Jejum do ASA precisa ser identificado

Com mais uma derrotada no Campeonato Alagoano, o ASA chega a cinco partidas, ou seja, 31 dias sem saber o que é uma vitória na competição. A última vitória aconteceu no dia 02 de março contra o Penedense por 3 x 1, no estádio Coaracy da mata Fonseca, em Arapiraca. Daí para frente o time só amarga derrotas e empates.

O time arapiraquense ainda tem mais duas partidas, uma contra o Coruripe e outra contra o Murici e terá que vencer ambos os jogos e administrar a pressão dos torcedores, para chegar aos sete pontos e tentar a classificação à semifinal e reagir na competição.

O ASA vive um momento delicado no âmbito financeiro e talvez esse seja um dos motivos da má fase do time alvinegro, apesar dos jogadores afirmarem que a falta de salários não está interferindo no baixo rendimento da equipe.

Uma vitória nesse momento seria de extrema importância para levantar o astral do elenco. Um boa oportunidade pode ser contra o Genus-RO, pela Copa do Brasil na próxima quarta-feira (06), em Porto Velho.

Independente disso, é necessário que seja identificado os motivos pelo baixo rendimento, pois não é normal essa sequência negativa do ASA.

Em um momento como esse é importante que ocorra uma cobrança mais forte da direção para com o elenco e comissão técnica. O ditado é claro: “Por falta de um grito pode se perder uma boiada”.