28 de Março de 2016

Glúten e lactose.

A medicina sendo uma ciência viva e não exata muda e se modifica a cada época.

Será mais lógico dizer que com melhor conhecimento os cientistas e médicos atualizam cada vez mais a medicina.

Pois assim doenças (patologias) que não se falava há alguns anos atrás vão se tornando corriqueiras nos dias de hoje.

Quantas pessoas não sofriam com gazes, abdomes distendidos e diarreia franca quando não sabiam de onde vinham os sintomas e sinais?

Hoje muitos já sabem que o uso de leite e de seus derivados pode fazer um grande estrago se tiver alergia, sensibilidade ou intolerância a lactose. Lactose o açúcar do leite. Inclusive presente em muitos comprimidos de medicamentos. Atenção!

Dependendo da quantidade ingerida de lactose, a pessoa que tem intolerância poderá ter mais ou menos sintomas.

Temos hoje alimentos para os intolerantes a lactose, como também comprimidos de lactase a enzima que não é produzida pelo organismo para “quebrar” a lactose.

Já os alérgicos ao glúten sofrem mais.

O médico não necessita ser um renomado especialista, porém necessita pensar na patologia para diagnostica-la. Quantas e quantas pessoas vivem ou vão viver com os sintomas sem serem compreendidas?

O glúten é uma proteína encontrada em cereais como o trigo, aveia, cevada etc.

A hipersensibilidade imunomediada ou reações alérgicas geram também diarreia intensa.

As embalagens dos alimentos já trazem aviso sobre o glúten e a lactose o que ajuda em muito os cuidados dos indivíduos sensíveis.