Flávio Gomes

24 de Março de 2016

Apodreceu

Do jornalista Flávio Faveco Corrêa, no site “Diário do Poder”: “A nomeação do Lula para fugir da justiça é a mais cruel demonstração do estado de putrefação em que se encontra o país. O fato de ter sido empossado às pressas para escapar da prisão que estava para ser decretada pelo juiz Sergio Moro a qualquer momento, é a mais cabal confissão de culpa. Além de se constituir num escárnio sem precedentes na história do Brasil. Nunca um episódio de qualquer natureza atentou tanto contra a vontade popular como este. Nunca. Nem se poderia imaginar que tamanha barbaridade pudesse um dia ser perpetrada. O que está acontecendo vai muito além da nossa imaginação. Uma nojeira sem precedentes. A nação está fedendo. A podridão é ampla, geral e irrestrita. Ampla porque atinge todos os altos escalões da república, geral por que assumiu foros de epidemia e irrestrita porque permite ao bando que se apossou do poder fazer o que bem entende sem dar a menor bola para nós que pagamos a conta. Somos os patos de plantão. Os trouxas de sempre. Se estes meliantes não se intimidam com mais de 6 milhões de pessoas nas ruas, vão se intimidar com o que? Só me resta concluir que, além de soberbo e arrogante, o nefasto personagem em questão é burro…”

Acredite…

Do presidente do Senado, Renan Calheiros, após conversar com Lula e sinalizar que vai trabalhar contra o impeachment de Dilma Rousseff: “Se o PMDB sair do governo, e eu digo isso com a autoridade de quem não participa do governo, e isso significar o agravamento da crise, é uma responsabilidade indevida que o PMDB deverá assumir”. Difícil é acreditar que Renan não participa do governo.

Fervura

Nem todos os parlamentares contrários ao impeachment de Dilma agüentarão a pressão popular, principalmente de amigos e parentes, pela cassação do mandato da presidente. No processo de impeachment de Fernando Collor isso foi fator fundamental para decidir, tanto que deputados bem próximos a ele votaram pela perda do mandato.

Na hora H…

Só para citar parlamentares alagoanos no caso de Collor, três dos seus maiores aliados, desde os tempos de governador, mudaram de lado e contribuíram para que ele perdesse o mandato: os então deputados federais Cleto Falcão, Roberto Torres e Luiz Dantas. O argumento na hora da votação, ao vivo, foi “pela minha família, pelo meu país…”

Na relação de repasses da Odebrecht para cerca de 200 políticos aparece de novo Renan Calheiros e dois outros políticos alagoanos até então não citados: o ex-governador  Téo Vilela e o prefeito Rui Palmeira, ambos do PSDB. A informação é do jornalista Fernando Rodrigues. Ambos garantem: suas doações de campanha foram legais.

 

Arrumação

Quem acompanha o cotidiano da Prefeitura de Maceió ficou sem entender a decisão de Rui Palmeira em mexer com três auxiliares muito bem avaliados, pelo bom trabalho que realizavam: David Maia e Antônio Moura, remanejados, e Solange Jurema, exonerada – ela diz que saiu sem ressentimentos, num acerto cordial com o prefeito.

Insegurança

No final de semana um cidadão foi surpreendido por assaltantes em seu sítio, em Riacho Doce, norte de Maceió. Os bandidos agrediram e renderam os dois seguranças, pegaram o que queriam e levaram o cidadão em seu próprio veículo. O carro foi deixado no Conjunto Carminha e o homem jogado na Mata do Rolo, em Rio Largo, ileso.

 

Termômetro

Do jornalista Kennedy Alencar, em seu blog: “A situação política da presidente Dilma Rousseff se agravou nos últimos dias. O governo precisa impedir que a oposição obtenha 342 votos na Câmara. Em tese, não é uma tarefa difícil. Mas tem havido debandada de aliados. Hoje, está mais forte a possibilidade de impeachment.”

 

 

*Foi sepultado ontem, no Parque das Flores, o jornalista Carivaldo Brandão, muito querido na categoria. Tinha 86 anos e era o sócio número 1 do Sindjornal, do qual foi o primeiro presidente. Foi também esportista e proprietário da empresa Carimbel.

*A cantora Zizi Possi tem presença anunciada para hoje, em Maceió, no show “Na sala com Zizi”, do projeto “Justiça pela Paz em Casa”. Às 20 horas, no Teatro Gustavo Leite. Os ingressos, gratuitos, devem ser retirados após as 10 horas, no próprio teatro.

*O Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco promove, de hoje a sábado, em Penedo, o II Seminário Quilombola. De 31 de março a dois de abril, será a vez de Paulo Afonso, na Bahia, também à margem do rio, receber o IV Seminário Indígena.

*Encerra-se hoje, no Parque da Pecuária, no bairro do Prado, mais uma edição da Feira do Peixe Vivo, para comercialização de pescados saudáveis, alimento próprio para a Semana Santa. O horário de acesso ao público é das 7 às 13 horas.

*Encerram-se hoje as inscrições de projetos no Programa de Patrocínios Banco do Nordeste Institucional/Mercadológico 2016/2017. Interessados podem acessa o edital no portal www.bnb.gov.br O valor máximo em patrocínio por projeto é de R$ 100 mil.

* A secretaria estadual da Cultura apoia a exposição “Humor Gráfico em Alagoas; uma homenagem a Hércules Mendes”, organizada pela Galeria Cesmac de Arte Fernando Lopes, na Rua Cônego Machado. A mostra segue com as visitações até o dia 4 de abril.

*A equipe Tecmade, formada por estudantes das escolas Sesi/Senai Ebep de Marechal Deodoro e Atalaia, representará o Brasil no Aberto Europeu de Robótica, em maio, na cidade de Tenerife, na Espanha. A classificação foi obtida em competição em Brasília.

 

“Para conversar com Lula, somente em sauna e após exame proctológico”

 Cláudio Humberto Rosa e Silva

 Jornalista, reproduzindo o que lhe disse um deputado do PP de São Paulo, sobre os efeitos dos grampos telefônicos