Edmilson Teixeira

11 de Março de 2016

Campanha eleitoral 2016

Próxima segunda-feira, a AMA promove em sua sede, uma reunião com os prefeitos alagoanos, onde o tema do evento será eleição 2016. Na oportunidade, os prefeitos candidatos à reeleição poderão esclarecer suas dúvidas em relação às condutas vedadas pela Justiça Eleitoral e a última reforma eleitoral. Vão participar dos debates, o desembargador eleitoral Fábio Gomes, o procurador regional eleitoral Marcial Coelho e representando a Academia Brasileira de Direito Eleitoral e Político, os advogados Luiz Guilherme e Luciano Guimaraes.

Matriz de Camaragibe – unidos

As ações de combate ao mosquito da dengue, inseto que vem atormentando todo o Brasil, transmitindo vários tipos de doenças perigosas, como Zika, Chicungunha e Dengue não param na cidade de Matriz de Camaragibe. Na manhã desta quinta-feira, por exemplo, todos os órgãos públicos ligados a Prefeitura, sobretudo as secretarias foram às ruas, em mais uma mobilização comandada pela Secretaria de Saúde.

Matriz de Camaragibe- meta

O alvo desse trabalho é o de eliminar os focos do mosquito e ao mesmo tempo sensibilizar a população a atuar também nesse tipo de campanha. A secretária de Saúde, Nilza Malta, acredita que esse é o caminho para garantir tranquilidade a todos; visto que o povo não pode ser vencido pelo mosquito, que tem se proliferado justamente pelo descuido de muitos.

Arapiraca – esporte

Tem início nesta sexta-feira à noite, a V edição da Copa de Futsal da Indústria e do Comércio de Arapiraca. A abertura será na quadra do Ginásio Municipal João Paulo II, no Parque Ceci Cunha, cuja competição reúne mais de 200 atletas, onde durante 22 noites será disputada, com um total de 56 jogos.

 

Arapiraca- bronca

 

Revoltados com a praga de mocas que tem atormentado a todos, moradores do Sítio Laranjal foram na quarta-feira, a Câmara de Vereadores de Arapiraca, cobrar solução junto a bancada da Casa. Toda infestação do inseto tem como origem a Granja Luna. O problema se agrava há nove anos. “A gente sente até vergonha de convidar pessoas para as nossas casas”, comentou Marcos Cardoso, morador que falou em nome de todos.

Penedo

“Degradação da bacia hidrográfica e a importância social das atividades pesqueiras”. Esse é o tema focado no livro “A pesca artesanal no baixo São Francisco. Foi escrito por pesquisadores do Centro de Ciências Agrárias, UFAL campus Penedo/AL, em parceria com professores e alunos do programa de pós-graduação em Ecologia Humana e Gestão Socioambiental, da Universidade do Estado da Bahia (Uneb).

 

Penedo – etapas

 

De acordo com um dos autores, o professor Cláudio Sampaio, o livro reúne seis capítulos que tratam de múltiplos aspectos relacionados à pesca e conflitos socioambientais nos territórios do Baixo São Francisco. São relatos atuais que abrangem recursos pesqueiros, artes de pesca, formas de uso e de apropriação dos espaços e recursos naturais.

Olho d’Água Grande

O clima de violência eleitoral no pacato município de Olho d’Água GrandeSertão do Estado começa a dá sinais de vida na região. É que na madrugada desta quinta-feira, elementos desconhecidos montados numa moto, cravaram de balas, calibre 12, a residência de Carlos do PT, um líder comunitário que reside no povoado Barra Dantas.

Olho d’Água Grande

De acordo com as informações a vítima não pertence mais ao PT, Carlos está filiado ao PMDB, desde o fim do ano passado, partido que fez aliança na última semana com o PSDB municipal. Segundo a própria vítima, o atentado pode ter relação política, já que ele vem fazendo diversas denúncias no município. O fato já foi comunicado as polícias, inclusive a Federal.

Mata Grande

Mata Grande, município situado no Alto Sertão, mesmo  quebrado financeiramente, está anunciando para quinta-feira da próxima semana, uma grande festa para comemorar sua emancipação política; 179 anos.  Um mega-palanque está sendo montado, a fim de receber  atrações nacionais como: o poeta Dorgival Dantas, Forrozão Arreio de Ouro e Matheus Borba.  

FPM continua em queda

Os repasses referentes ao primeiro decêndio de março de 2016 do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) foram creditados ontem, nas contas das prefeituras brasileiras. Em comparação com o primeiro decêndio de março de 2015, o presente teve uma queda de 23,06%, isso em termos brutos e reais. Quando se considera o valor nominal dos repasses, o que desconsidera os efeitos da inflação houve uma queda de 16,95%. Os prefeitos alagoanos estão atordoados e a bronca só sobra para os cargos comissionados, onde as demissões ocorrem constantemente.

FPM – luz no túnel

 

A Confederação Nacional dos Municípios (CNM) diz que a situação de queda nominal dos repasses realizados ao fundo é extremamente preocupante. Isso porque o montante repassado é menor e, quando somada aos efeitos negativos da inflação, os recursos se tornam ainda menos expressivo. Mas, segundo as previsões da Secretaria do Tesouro Nacional (STN),  há expectativa de melhora para os próximos meses. Para março e abril, a STN espera crescimentos nominais de 6,1% e 11,1%, respectivamente, em comparação ao mesmo período do ano anterior.

FPM- precauções

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) alerta para previsão do governo, que pode não se concretizar. De acordo com avaliação da entidade, o cenário é diferente das previsões como indica o primeiro decêndio deste mês, pois já se inicia apresentando uma queda de 16,95% em termos nominais. Diante disso, a CNM alerta aos prefeitos que refaçam seus planejamentos financeiros, a fim de conseguir amenizar os efeitos oriundos da crise em que o país está imerso, o que abarca a queda do FPM.