Flávio Gomes

23 de Fevereiro de 2016

O pior possível

Do jornalista Ruy Fabiano: “… A suspensão do depoimento de Lula a um procurador, em São Paulo, além da ilegalidade intrínseca ao ato, foi ornada com uma exibição de truculência típica de milícias nazifascistas. Lula, ano passado, já em meio a acusações graves de corrupção, avisou que iria ‘pro pau’. E mencionou dispor de um exército – o ‘exército do Stédile’ – para enfrentar os adversários. Ocorre que seu grande adversário, desde então, é a lei. As acusações que sobre ele pesam, com indícios consistentes (alguns veementes), em grande parte fornecidos por pessoas que com ele privavam desde quando estava na presidência da república, precisam ser respondidas. Se é inocente, não há por que reagir como tem feito. Dispõe de um vasto leque de renomados advogados e, até que se prove o contrário, beneficia-se da presunção de inocência. E beneficia-se além da conta, já que até agora só depôs como testemunha e ainda não é oficialmente investigado, como, por exemplo, o é Eduardo Cunha, cujas denúncias são bem menos graves que as que pesam contra Lula e Dilma. Mas, se, apesar de tudo isso, parte para a ignorância das milícias, reforça apenas a presunção de culpa… Para onde esse enfrentamento conduzirá? Para o agravamento da crise – econômica, política, moral, psicossocial -, que, sem vislumbrar um conduto pacífico, poderá resultar no ‘pior possível’, já que alguma saída sempre haverá.” 

Novo rumo

Revela Murilo Ramos, na “Época”: “A Rede, de Marina Silva, sonha em contar com a ex-senadora Heloísa Helena nas eleições de 2018. Mas não em Alagoas – e sim na disputa pelo governo do Rio de Janeiro. Helena, em 2006, obteve 21,6% dos seus votos no Estado quando disputou a Presidência da República e só perdeu para Lula e Alckmin”.

Desgaste

Ontem, na inauguração da UPA do Trapiche, Renan Filho voltou a dizer que irá fazer mudanças no secretariado. Ele admite isso desde quando surgiram comentários a respeito, no final de 2015. Se o governador quer mudar, que mude. Mas ficar alimentando o assunto é uma desconsideração aos que integram sua equipe.

Rejeitada

Davi Soares registra em seu blog, no Cada Minuto, que, apesar de ser do PSD, do ministro Gilberto Kassab, Cícero Almeida não quer Dilma Rousseff no seu palanque, na campanha para prefeito de Maceió: “Eu voto com o povo brasileiro, entendeu? O Brasil inteiro hoje está tão insatisfeito quanto eu”, argumenta o deputado federal.

Faixa Azul

Tácio Melo, da SMTT, diz que são consideráveis os ganhos para usuários de ônibus com a implantação da Faixa Azul na Avenidas Fernandes Lima e Durval de Góis Monteiro. Lamenta, porém, o uso da Faixa Azul por outros veículos em horário de restrição – das 6 às 20 horas, de 2ª a 6ª feiras. O acesso é livre sábados, domingos e feriados.

Racionalidade

Desde gestões passadas o governo estadual tenta implantar um aeroporto em Maragogi. Alguns empresários do turismo não dizem abertamente, para não contrariar, mas admitem que mais eficiente, barato e rápido seria duplicar a AL 101 Norte nos trechos Maragogi-divisa com Pernambuco e Maceió-Barra de Santo Antônio.

Argumento

Na verdade, Maragogi está equidistante de Recife e de Maceió, a 125 quilômetros de cada uma dessas cidades, que possuem aeroporto internacional, e o trajeto por rodovia fica em tono de duas horas. João Pessoa, por exemplo, bem próxima de Recife e de Natal, só tem aeroporto por questão política, pois é capital de Estado.

Opinião

Do médico Ronald Mendonça, em artigo na “Gazeta de Alagoas”: “O criativo arquiteto Oscar Niemeyer era um gênio quando estava com sua prancheta. Politicamente, é desprezível. Um cara que conhecia o genocídio leninista/stalinista e confessava sua admiração por Stalin não merece qualquer comentário”.

Agenda

Hoje, às 9 horas, em sua sede, a Associação dos Procuradores do Estado de Alagoas fará o lançamento da campanha “Protegendo Alagoas”, que visa esclarecer as funções dos procuradores e sua importância social. Roberto Mendes Filho, presidente da APE/AL, admite que há desconhecimento sobre o trabalho do procurador. 

Gatunagem  

Filipe Hille Pace, delegado da PF, sobre o marqueteiro do PT e das campanhas de Lula e Dilma: “João Santana e Mônica (sua mulher) tinham conhecimento da origem espúria dos recursos. Eles sabiam que não era um mero caixa 2. Eles tratavam diretamente com uma pessoa que era representante e operador de propina na Petrobras.” 

  

*Desde que retornou de viagem ao exterior o governador Renan Filho tem diariamente tem ido ao interior. Hoje, acompanhado do vice, Luciano Barbosa, ele irá a Murici e a União dos Palmares, na Zona da Mata, vistoriar obras na área de Educação.

* O prefeito Rui Palmeira reinaugura hoje, às 9 horas, o terminal de ônibus do Trapiche da Barra, na Avenida Senador Rui Palmeira. Esse é o 17º terminal de ônibus reformado, tendo sido construído um na atual gestão, melhorando o sistema de transporte coletivo. 

*A Secretaria de Promoção do Turismo de Maceió realiza hoje nova capacitação para guias turísticos interessados em atuar no projeto “Jaraguá Vivo”, roteiro cultural que será lançado em março. “Jarguá Vivo” será todas as 4as feiras, a partir das 19 horas. 

*De ontem e até a próxima 6ª feira o Campus Arapiraca sedia a 6ª Semana de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Alagoas, com o tema “Diversidade”. A programação se inicia todos os dias às 9 horas, encerrando-se às 17 horas.

* O Centro de Belas Artes de Alagoas abriu vagas para cursos de violão, cavaquinho, coco e cordel, que começam dia 1o. As inscrições devem ser realizadas na sede do Cenarte, na Rua Pedro Monteiro, Centro, até a próxima 6ª feira. Contato: 3315.7871.

* A Uncisal recebe até depois de amanhã, 25, inscrições para monitoria no Projeto de Extensão Universidade Aberta à Terceira Idade. Interessados devem procurar a Uncisal, na Rua Jorge de Lima, Trapiche da Barra. Detalhes no site www.uncisal.edu.br

*O CSA provou, em campo, domingo, que valeu a pena iniciar mais cedo a formação da equipe e a preparação para 201. Fui muito melhor que o CRB e merecia a vitória e não penas o 1×1. O CRB, que fez um novo time, está desentrosado e só aguenta jogar um tempo. 

  

“Se for cassado, levo metade do Senado comigo” 

Delcídio Amaral 

Senador do PT/MS, ainda quando estava preso