Futebol

14 de Fevereiro de 2016

Tenório desabafa sobre ‘aproveitadores’ dentro do CSA

Administrar um time de futebol, realmente não é fácil. Com o CSA não tem sido diferente a árdua tarefa que o presidente Rafael Tenório tem enfrentado no dia a dia do clube.

As dificuldades administrativas são muitas e ainda mais quando o gestor se depara com pessoas que querem ou tentam levar vantagem usando a marca ou a instituição CSA. 

Desconfiado desses ‘ supostos aproveitadores’, Rafael Tenório fez um apelo e mostra preocupação com o ambiente azulino, através de um aúdio que circula em alguns grupos de WhatsApp.

“Nós precisamos cuidar do CSA. Pessoal, vocês não fazem ideia do meu estresse, da minha agonia em lidar com pessoas que querem tirar vantagem do CSA. Estou preocupado em cuidar de tudo, cuidar do patrimônio, em blindar o CSA. Infelizmente ainda tem gente safada, essa é expressão da verdade”, desabafou Tenório.

 Extremamente chateado com situações internas que estão acontecendo, ainda deixou claro que se descobrir quem são as pessoas que estão tentando levar algum tipo de vantagem, ele denuncia e expulsa do ambiente marujo.

“Podem ter certeza que qualquer um que eu pegar tentando tirar vantagem, eu denuncio e expulso de dentro do CSA. Pelo amor de Deus me ajudem porque o CSA não é do Rafael Tenório, o CSA é nosso, é do Estado de Alagoas é do Brasil”, afirmou o presidente.

O mandatário azulino confirmou ainda que substituiu a empresa Data Click, que confeccionava os ingressos dos jogos, trocou todos os porteiros e catraqueiros do estádio Rei Pelé, em dia de jogos do CSA, que segundo ele (Tenório), eram viciados e alguns pegavam os ingressos e revendiam, além de fazer vista grossa liberando a entrada de pessoas gratuitamente.

Paralelo a algumas decisões, Rafael Tenório criou uma comissão para cuidar dos ingressos. “Foi uma decisão minha de criar essa comissão que é presidida pelo Max Mendes e composta pelo delegado Antônio Carlos Lessa e pelo Walmar Peixoto, pois nós queremos transparência. Nós não queremos nenhum ladrão e nenhum bandido dentro do CSA que venham denegrir nossa imagem”, finalizou.

Por essas e outras atitudes, o presidente do CSA e a gestão de uma forma geral estão realizando um trabalho a ser aplaudido e que merece reconhecimento. Desde que Rafael Tenório assumiu a presidência executiva, o CSA passou a ser visto com outros olhos pela transparência com que as coisas estão sendo conduzidas.

O CSA de hoje merece toda credibilidade e é por isso que concordo com a postura tomada em tirar toda e qualquer pessoa que queira tirar proveito de forma ilícita deste que é um dos maiores clubes do estado.