Edmilson Teixeira

23 de Janeiro de 2016

Barra de Santo Antônio

Superintendente da Caixa Econômica em Alagoas, Cleber Coelho da Paz e a representante da Superintendência Nacional de Habitação, Noemir Aparecida Lemes estiveram na manhã de ontem na Barra, a fim de entregar 120 casas pelo Programa Minha Casa Minha Vida. Cada residência  tem 44 m2, orçada cada uma em 61 mil reais e a prestação mensal será de 31 reais. A Construtora Torres levou 18 meses para entregar a obra. No evento comandado pelo prefeito Rogério Farias, também estava o deputado federal Marx Beltrão 

 

Barra de Santo Antônio- bronca

 

Logo após o ato de inauguração, um grupo de pessoas fez protesto contra a Caixa Econômica. É que 300 casas que foram construídas num conjunto residencial, cuja obra foi iniciada há mais de quatro anos ainda não foram entregues. Em meio a isso, já houve ao longo desse período, invasão, destruição e roubaram os materiais. Os contemplados cobraram dos representantes da Caixa uma medida urgente. Segundo a Caixa, resta somente implantar serviços de água e esgoto. “Agendamos uma reunião para a próxima quarta-feira, a fim de decidir uma data para a entrega” disse Cleber Jurema, superintendente adjunto da Caixa.  

 

Capela

 

Prefeito Eustaquinho Moreira encontrou nesta quinta-feira, um meio para assegurar os festejos carnavalescos este ano, mesmo diante da crise econômica que vem corroendo os recursos do município, sobretudo referente ao repasse federal do FPM. “Vamos dar apoio aos tradicionais blocos de ruas e contratar orquestras regionais, mas que apresentem custos financeiros compatíveis com a nossa situação” disse.  

 

Viçosa

 

Já em Viçosa, o prefeito Manoel dos Passos teria reservado cerca de 300 mil reais para investir no Carnaval. Só que esta semana, preferiu destinar a tal verba para aquisição de uma ambulância e incrementar alguns serviços na área de Saúde. A população em sua boa parte, não gostou da medida.

 

Maribondo

 

Funcionários públicos de Maribondo que estão sem receber há mais de três meses, fizeram protestos essa semana durante duas ocasiões:  na porta da Prefeitura e na porta do Fórum de Justiça. Nesse, o  juiz Edvaldo Ladeose determinou que o grupo se retirasse, porque segundo ele, a bronca é com o prefeito. Por conta disso; representantes da Educação e da Saúde formaram uma comissão, a fim de agendar uma audiência com o presidente do TJ/AL, Washington Luiz, na busca de apoio.   

 

Taquarana

 

Em Taquarana a mandioca que além de ser a matéria-prima da farinha, alimento básico no dia a dia na mesa do nordestino, o produto vem ganhando dimensão, sobretudo movimentando a economia do município. É que diversas mulheres da zona  rural, têm  explorado a mandioca para a produção artesanal de bolo e broas. Esse tipo de atividade vem crescendo no Agreste, onde os produtos são comercializados nas feiras livre, proporcionando uma renda extra para muitas famílias.

 

Casal

Mais de 50 reservatórios da capital e do interior, que estão com suas estruturas danificadas, serão recuperados pela Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal). A medida foi adotada depois de estudos realizados pela empresa, por meio da Superintendência de Engenharia (Sueng), com o objetivo de identificar os reservatórios que precisam de recuperação.

Arapiraca

Por conta de Arapiraca ser a 4ª cidade no Brasil a gerar mais emprego durante o ano de 2015, conforme dados  do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), é que o  Senac articula em ampliar a oferta de cursos para aquela região. De acordo com a pesquisa, o município gerou 2.076 postos de trabalho. Além de Arapiraca, outros três municípios alagoanos aparecem no ranking das cinquenta cidades que mais geraram empregos com carteira assinada, em 2015: Porto Calvo, Colônia Leopoldina e Atalaia.  

 

Advertência

Produtores dos projetos de irrigação mantidos pela Codevasf, nos estados da Bahia, Sergipe, Alagoas, Pernambuco e Minas Gerais, têm até o dia 02 de fevereiro próximo para renegociar os débitos referentes à tarifa para amortização da infraestrutura de irrigação de uso comum, conhecida como tarifa K1.

Penedo

A partir da próxima segunda-feira,  mais uma importante obra contemplada pelo PAC-Cidades Históricas será iniciada em Penedo. Representando um investimento de mais de R$ 4 milhões, o prédio secular do Theatro Sete de Setembro será totalmente recuperado e deve se tornar um dos mais modernos do país.  O teatro é tido como a  casa de espetáculos  mais antiga de Alagoas, inaugurada no dia 07 de setembro do ano de 1884.

Japaratinga – crime

No início da manhã de ontem, por volta das 5:30, o presidente do Assentamento Irmã Daniela, Edmilson Alves da Silva, 35 anos, foi morto a tiros naquele núcleo da reforma agrária, em Japaratinga. Familiares e amigos acreditam que o crime tenha relação direta com a atuação combativa de Edmilson na luta pela reforma agrária na região Norte do Estado. Dois homens em uma moto se aproximaram e abriram fogo contra o líder sem-terra. Ferido, ele buscou refúgio dentro da sede do assentamento, que ainda está em fase de instalação. Edmilson tombou ao lado de um barraco de lona, morto com tiros na cabeça.

 

Japaratinga – cestas

Sob a bandeira do Movimento de Libertação dos Sem Terra (MLST), o líder comandava ocupações e denunciava crimes ambientais e desmandos supostamente praticados por fazendeiros da região, sobretudo em Porto Calvo. Ontem, Edmilson se preparava para viajar a Maceió, onde providenciaria a retirada das cestas básicas que seriam distribuídas às famílias assentadas e acampadas na região Norte do Estado, quando foi surpreendido à margem da AL-465. Edmilson era pai de cinco filhos.