Blog do Dresch

9 de Janeiro de 2016

Começam as obras do gasoduto

                   O governador Renan Filho e o diretor-presidente da Algás, Arnóbio Cavalcanti assinam nesta segunda feira, no Centro de Referência Integrada de Arapiraca (Cria), a autorização para o inicio das obras do Gasoduto Penedo-Arapiraca. Os trabalhos começarão imediatamente nos dois primeiros trechos do gasoduto, que compreendem a rota entre os municípios de Penedo-Igreja Nova-São Sebastião, cuja conclusão esta prevista para o final de 2017. “A construção do gasoduto significa um atrativo para novas indústrias no interior, assim como disponibiliza a eficiência energética para as empresas já instaladas na região” defende Arnóbio Cavalcanti.

As obras do gasoduto 2

                   O gasoduto será construído em quatro etapas, com o término total planejado para o final de 2018. O duto terá 66 quilômetros e distribuirá o gás natural a partir da estação da Algás de Penedo até a futura estação da Companhia em Arapiraca. Esta será a maior obra da Algás e consumirá recursos na ordem de R$ 41 milhões, sem 20% executados com recursos próprios da empresa e o restante financiado pelo Banco do Nordeste. O gasoduto já é considerado um marco no agreste alagoano, pelo desenvolvimento que proporcionará á diversas cidades da região e pela consolidação de novos investimentos para Arapiraca.

 

Aumentam as mortes no campo

                   Os conflitos agrários no Brasil deixaram um trágico saldo de 49 mortes registradas em 2005, o maior número dos últimos 12 anos, de acordo com balanço anual da questão agrária feita pela Comissão Pastoral da Terra. A CPT, contudo, afirma que os dados são parciais e podem aumentar à medida que sejam consolidadas as informações provenientes do trabalho presencial que esta sendo concluído até o final deste mês. O número de mortes decorrentes dos conflitos no campo no ano passado foi o maior desde 2003, quando foram contabilizados 73 assassinatos. Os maiores números de mortes ocorreram em Rondônia (21) e no Pará (19). O perfil predominante das vitimas era de integrantes envolvidos na luta pela regularização fundiária, como é o caso de uma família no município paraense de Conceição do Araguaia, que teve todos os seus cinco membros mortos a golpes de facão e a tiros em Fevereiro do ano passado. A Comissão acredita que o aumento do número de mortos e o crescimento da tensão deve-se, além do avanço do agronegócio tradicional, seja decorrente da disputa por madeira e água, pela mineração e pela energia. Para o Ministério do Desenvolvimento Agrário, o número de mortes em decorrência de conflitos agrários em 2015 foi de 16 pessoas. A discrepância é atribuída á diferenças da metodologia, uma vez que a Ouvidoria Agrária Nacional contabiliza somente informações oficiais provenientes da Polícia Civil e do Ministério da Justiça.

 

A morte silenciosa

                   De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de um milhão e setecentos mil casos novos de câncer de pulmão são diagnosticados anualmente. Neste ano de 2016, no Brasil, segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), serão 28.190 novos casos, sendo que a maioria chega de forma silenciosa, e quando é descoberta é responsável pela maior taxa de mortalidade da doença. Recentemente a apresentadora Ana Maria Braga disse que diagnosticou a doença em um exame de rotina. Outro caso foi o da atriz Marília Pera que acabou falecendo em função do câncer, após dois anos de enfrentamento.

A morte silenciosa 2

                   Quando se fala em câncer de pulmão logo imagina-se o doente com tosse forte, feia, prenúncio de algo sério. Mas nem sempre é assim. O inicio do tabagismo precoce é fator determinante para a doença, alertam os especialistas. Os tabagistas têm 20 a 30 vezes mais chances de desenvolver a patologia. O risco é maior até mesmo para tabagistas passivos, pelo menos três vezes mais que uma pessoa não exposta à fumaça do cigarro. Os primeiros sintomas só aparecem quando a doença já esta avançada. Por isso mesmo, parte pequena dos casos é identificada em fase inicial.

A morte silenciosa 3

                   Fundamental para detecção do câncer de pulmão são os exames de saúde rotineiros. Caso não seja detectado em tempo hábil o paciente começa a apresentar sintomas como rouquidão, perda de apetite, dificuldade para respirar e tosse incessante. Ao se espalhar para outras partes do corpo, o individuo começa a sentir tonturas, fraqueza e dor nos ossos. O tratamento acontece por meio de cirurgia combinada com rádio e quimioterapia. Em casos iniciais tem se usado bastante a Radioterapia Ablativa, utilizada diretamente em campos lesionados, com altas doses diárias. É um tratamento ambulatorial, realizado em poucos dias cuja eficácia tem sido constatada nos últimos tempos.

Vacinação supera meta

                   Alagoas obteve uma cobertura vacinal de 96.57% na segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa de 2015. O percentual foi revelado pela Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária do Estado (Adeal), dando que conta de que foram vacinados 1.158,638 animais entre bovinos e bubalinos, de um rebanho vacinável de 1.199.807 cabeças. A meta preconizada pelo Ministério da Agricultura era de imunizar 80% do rebanho alagoano, para manter Alagoas no estágio de “sem aftosa com vacinação” o que permite a integração na comercialização e na melhoria genética com outros estados na mesma situação.

 

 

  • A pré-matrícula para novos alunos da rede pública estadual começa nesta terça feira, 12, até o dia 17 e poderá ser feita no site www.matriculaonline.al.gov.br
  • Vale destacar que neste ano haverá também a oferta de vagas para o ensino médio integral em 14 escolas na capital e no interior, exclusivamente para as turmas de 1º Ano.
  •  Na capital, três escolas adotarão o sistema de ensino integral: Rodriguez de Melo (na Ponta Grossa), Geraldo Melo (no Conjunto Graciliano Ramos) e Marcos Antonio (no Benedito Bentes) sendo que esta é a pioneira nesta metodologia de ensino tendo adotado o ensino integral no ano passado.
  • No interior o Estado, o ensino médio integral será oferecido nas seguintes unidades: Izaura Antonia de Lisboa (Arapiraca); José Aprígio Brandão Vilela (Teotonio Vilela); Graciliano Ramos (Palmeira dos Índios); Joaquim Diegues (Viçosa).
  • E ainda mais: Laura Chagas (Santana do Ipanema); Carlos Gomes de Barros (União dos Palmares); José Soares Filho (São José da Tapera); Ernani Méro (Penedo); Maria Antonia de Oliveira (Matriz de Camaragibe); Watson Clementino de Gusmão (Delmiro Gouveia) e Francisco Leão em Rio Largo.
  • Após efetuar a pré-matrícula, o interessado deve retornar ao site no período de 23 a 27 de Janeiro para conhecer a escola para o qual foi selecionado, assim como a confirmação da matrícula que deve ser feita na própria escola.