Blog do Dresch

31 de dezembro de 2015

Brizola agora é Herói da Pátria

                 Publicada no Diário Oficial da União, a lei sancionada pela presidente Dilma Rousseff que incluiu o líder político Leonel Brizola no Livro dos Heróis da Pátria. A lei também reduziu de 50 para 10 anos o período necessário para que alguém seja homenageado no livro depois de morrer. O Livro fica em exposição permanente no Panteão da Pátria, em Brasília e homenageia pessoas importantes na história do Brasil como Getúlio Vargas, Dom Pedro I, Tiradentes, Santos Dumont, Zumbi, Anita Garibaldi, Chico Mendes e Heitor Villa Lobos.

Brizola: Herói da Pátria 2

                   Brizola foi deputado estadual e federal pelo Rio Grande do Sul e pelo extinto estado da Guanabara. Foi prefeito de Porto Alegre e governador de dois estados: Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro. Na ditadura viveu 15 anos no exílio e foi um dos principais opositores ao regime militar, que em 64 derrubou o presidente João Goulart, de quem era cunhado. Retornou ao Brasil em 1979, com a Lei da Anistia, e fundou o PDT. Em 1989, Leonel Brizola candidatou-se a Presidente da República e ficou em terceiro lugar (atrás de Collor e Lula). Em 94 disputou novamente e ficou em quinto. Em 98 aceitou ser vice de Lula, mas acabou sendo derrotado por Fernando Henrique Cardoso.

 

Walmart fecha 30 lojas

                   Por ordem da matriz americana, a rede Walmart fechará 30 lojas da sua rede até o inicio de Janeiro, o equivalente a 5% das suas unidades no país. O encerramento inesperado, bem na virada do ano, virou caso de polícia em Campo Grande, onde as queimas de estoque atraíram tanta gente que a Tropa de Choque teve de intervir. Em Maceió, centenas de consumidores estiveram ontem na abertura da Loja Bompreço da Rua Buarque de Macedo, mas o tumulto foi pequeno. As lojas fecharão em sete estados: Alagoas, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Minas Gerais e São Paulo. A maior parte de lojas de bandeiras de pequeno e médio porte, como a rede de proximidade Todo Dia (em vários estados), Nacional (Rio Grande do Sul) e Mercadorama no Paraná. E ainda hipermercados Big (Paraná e Santa Catarina) Bom Preço (duas lojas em Maceió), mas pode atingir ainda Bahia, Paraíba, Maranhão e Ceará, num total de 12 desativações no Nordeste. Além da crise, que tem afetado todo o varejo, as vendas acumularam uma queda de 1,6% de Janeiro a Novembro, em relação ao mesmo período de 2014, e houve uma série de erros na execução do Walmart no Brasil. A insistência de “preço baixo todo o dia” somente gerou problemas para a rede, e ainda porque não houve um investimento suficiente para enfrentar fortes concorrentes locais e nacionais, mesmo liderando as vendas em alguns estados, como no Nordeste. Com o fechamento das primeiras 30 lojas, a rede passa a operar com 510 unidades no país, mas não adiantou se haverá novos fechamentos. Em nota, a empresa relacionou o enxugamento “ao ambiente econômico do país”. A companhia salientou também que todos os funcionários tiveram a opção de aceitar a transferência para outra loja na cidade.

 

Mutirão contra mosquito

                   A partir do próximo dia 5, uma força-tarefa formada por representantes de diversas instituições vai intensificar as ações de combate ao mosquito Aedes aegypti no estado. As atividades foram discutidas em uma reunião com os orgãos envolvidos na sede da Defesa Civil em Maceió. As equipes capacitadas vão inspecionar domicílios e instalações públicas e privadas nos 102 municípios alagoanos. A força-tarefa é formada pela Defesa Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Forças Armadas, agentes comunitários de saúde e de endemias e secretarias estaduais e municipais. As ações vão se estender até o dia 29 de Janeiro, podendo prosseguir posteriormente.

O superávit de 2016

                   O Ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro, manteve a projeção de um superávit de US$ 35 bilhões para a balança comercial em 2016. Numa entrevista em que em fez um balanço das ações do seu Ministério, ele afirmou que espera um aumento nas exportações de manufaturados no próximo ano, com o crescimento do setor automotivo “em decorrência dos acordos comerciais e da reorganização que as próprias empresas promovem na divisão de mercados”.         Ele ressaltou quer não vislumbra a recuperação dos preços das commodities minerais, mas acredita que os preços dos produtos agrícolas podem voltar a subir em 2016.

O superávit de 2016 2

                   Monteiro disse ainda que o governo federal vai tratar a politica industrial com foco na microeconomia e no aumento da produtividade das empresas. “Como ainda temos um processo de ajuste macroeconômico, vamos tratar a politica industrial com o foco microeconômico” ressaltou o Ministro. Segundo ele, as politicas industriais de última geração, foram de certo modo, sacrificadas pela situação macroeconômica desfavorável do país. “Há espaço pra atuar nas empresas com melhoria em redefinição de processos e resultados que podem ser mensuráveis” disse o ministro, explicando que há possibilidade de essas empresas virem a se incorporar à base exportadora brasileira.

O superávit de 2016 3

                   O objetivo é alcançar 3 mil empresas, escolhidas por critérios como tipologia, arranjos locais e porte, por meio de parcerias com entidades como o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). Segundo Armando Monteiro, os setores de vestuário, moveleiro, metal-mecânico e de alimentos e bebidas têm mais potencial para ser alcançados por esta politica por terem uma lacuna tecnológica e de produtividade maior. Com este programa, as empresas poderão financia a renovação do parque industrial nacional, hoje uma necessidade do país.

 

 

  • O numero de crianças com suspeita de microcefalia em Alagoas chegou a 129 no último registro divulgado pelo Ministério da Saúde.
  • Ao todo, até 26 de Dezembro, o Brasil registrava 2.975 casos. Ao mesmo tempo o Ministério investiga a morte de 40 bebês, com suspeita de terem a malformação devido ao vírus Zika.
  • Ao todo, 654 municípios de 19 estados estão com casos sob investigação. Tocantins, Minas Gerais e Mato Grosso apresentaram diminuição de casos.
  • Pernambuco, primeiro estado a identificar o aumento dos casos de microcefalia no país, continua no topo da lista, com 1.153 casos em investigação (38,7% das suspeitas de todo o país). Em seguida aparece a Paraíba (476), Bahia (271), Rio Grande do Norte (154), Sergipe (146), Ceará (134), Alagoas (129), Maranhão (94) e Piauí (51).
  • Transmitido pelo Aedes aegypti o Zika vírus começou a circular no Brasil em 2014, mas os primeiros registros chegaram ao Ministério, em Maio de 2015.
  • O que se sabia sobre a doença, até o segundo semestre deste ano, era que a sua evolução era benigna e os sintomas mais leves que a dengue e a febre chicungunya, ambas transmitidas pelo mesmo vetor.